Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Palmeiras vence o Santos no primeiro jogo das semifinais do Paulista

Domingo, 25/3/2018 7:43.

Publicidade

DIEGO GARCIA
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Palmeiras abriu vantagem contra o Santos na busca por uma vaga na decisão do Campeonato Paulista.

Na noite deste sábado (24), o time alviverde foi visitante no Pacaembu, mas venceu por 1 a 0, gol de Willian, e agora joga por um empate para chegar à final do torneio estadual.

Por outro lado, o Santos vai precisar vencer por dois gols de diferença ou mais no confronto de volta, na próxima terça (27), às 19h30, no mesmo Pacaembu, se ainda quiser buscar o título do Campeonato Paulista. Em caso de vitória alvinegra pela diferença mínima, o finalista será decidido nos pênaltis.

O duelo também marcou o reencontro do meia Lucas Lima com a torcida santista. O jogador deixou o clube no fim do ano passado, após o fim do seu vínculo contratual, e acertou com o rival Palmeiras. Por isso, foi perseguido com vaias ao longo do jogo.

O meia já havia enfrentado o Santos com a camisa do Palmeiras antes, durante a primeira fase do Paulista. A partida, contudo, foi no Allianz Parque, com a presença de apenas torcedores alviverdes. Na ocasião, a equipe da casa venceu por 2 a 1.

Apesar da importância do jogo deste sábado, que poderia trazer vantagem na briga para chegar à final estadual, a torcida do Santos não compareceu em peso ao estádio Paulo Machado de Carvalho. O público total foi de apenas 19.554 pessoas, bem menos do que a capacidade do local - 39 mil ingressos foram colocados à venda.

O confronto de volta será com mando de campo palmeirense. O clube não vai poder atuar no Allianz Parque por conta de show da banda inglesa Depeche Mode no local, o que levou o clube a procurar o Pacaembu. O Santos, por sua vez, atuou no estádio por decisão de sua diretoria. O jogo de ida da semifinal contou apenas com torcida santista, já que o time mandante era a equipe do litoral paulista.

O veto à torcida visitante em clássicos paulistas foi implementado em abril de 2016. De acordo com o Ministério Público do Estado de São Paulo e a Polícia Militar, a medida é irreversível. A análise oficial dos órgãos é que o número de confrontos entre organizadas caiu pela metade, enquanto a presença de público cresceu.

No clássico, o gol da vitória palmeirense foi marcado ainda no começo do duelo, em jogada que começou com Keno, pela esquerda, passou pelos pés de Bruno Henrique e chegou a Dudu, que bateu cruzado para Willian, livre de marcação, completar para as redes.

A partir do final do primeiro tempo, o Santos pressionou e criou chances, mas barrou no goleiro Jailson, que fez duas grandes defesas.
Na outra semifinal, São Paulo e Corinthians se enfrentam neste domingo (25), às 16h, no estádio do Morumbi, com torcida inteiramente da equipe tricolor. O duelo de volta será na quarta-feira (28), às 21h45, no Itaquerão.

SANTOS
Vanderlei, Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Alison; Eduardo Sasha, Renato (Vitor Bueno), Diogo Vitor (Rodrygo) e Arthur Gomes (Jean Mota); Gabigol. T.: Jair Ventura

PALMEIRAS
Jailson; Marcos Rocha (Tche Tche), Antônio Carlos, Thiago Martins e Victor Luís; Felipe Melo (Thiago Santos), Bruno Henrique (Moises) e Lucas Lima; Dudu, Keno e Willian. T.: Roger Machado

Estádio: Pacaembu, em São Paulo
Juiz: Flavio Rodrigues de Souza
Público e renda: 19.546 / R$ 723.270,00
Cartões amarelos: Daniel Guedes e Alison (SAN); Thiago Santos e Dudu (PAL)
Gol: Willian (PAL), aos 12min do primeiro tempo.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Palmeiras vence o Santos no primeiro jogo das semifinais do Paulista

Publicidade

Domingo, 25/3/2018 7:43.

DIEGO GARCIA
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Palmeiras abriu vantagem contra o Santos na busca por uma vaga na decisão do Campeonato Paulista.

Na noite deste sábado (24), o time alviverde foi visitante no Pacaembu, mas venceu por 1 a 0, gol de Willian, e agora joga por um empate para chegar à final do torneio estadual.

Por outro lado, o Santos vai precisar vencer por dois gols de diferença ou mais no confronto de volta, na próxima terça (27), às 19h30, no mesmo Pacaembu, se ainda quiser buscar o título do Campeonato Paulista. Em caso de vitória alvinegra pela diferença mínima, o finalista será decidido nos pênaltis.

O duelo também marcou o reencontro do meia Lucas Lima com a torcida santista. O jogador deixou o clube no fim do ano passado, após o fim do seu vínculo contratual, e acertou com o rival Palmeiras. Por isso, foi perseguido com vaias ao longo do jogo.

O meia já havia enfrentado o Santos com a camisa do Palmeiras antes, durante a primeira fase do Paulista. A partida, contudo, foi no Allianz Parque, com a presença de apenas torcedores alviverdes. Na ocasião, a equipe da casa venceu por 2 a 1.

Apesar da importância do jogo deste sábado, que poderia trazer vantagem na briga para chegar à final estadual, a torcida do Santos não compareceu em peso ao estádio Paulo Machado de Carvalho. O público total foi de apenas 19.554 pessoas, bem menos do que a capacidade do local - 39 mil ingressos foram colocados à venda.

O confronto de volta será com mando de campo palmeirense. O clube não vai poder atuar no Allianz Parque por conta de show da banda inglesa Depeche Mode no local, o que levou o clube a procurar o Pacaembu. O Santos, por sua vez, atuou no estádio por decisão de sua diretoria. O jogo de ida da semifinal contou apenas com torcida santista, já que o time mandante era a equipe do litoral paulista.

O veto à torcida visitante em clássicos paulistas foi implementado em abril de 2016. De acordo com o Ministério Público do Estado de São Paulo e a Polícia Militar, a medida é irreversível. A análise oficial dos órgãos é que o número de confrontos entre organizadas caiu pela metade, enquanto a presença de público cresceu.

No clássico, o gol da vitória palmeirense foi marcado ainda no começo do duelo, em jogada que começou com Keno, pela esquerda, passou pelos pés de Bruno Henrique e chegou a Dudu, que bateu cruzado para Willian, livre de marcação, completar para as redes.

A partir do final do primeiro tempo, o Santos pressionou e criou chances, mas barrou no goleiro Jailson, que fez duas grandes defesas.
Na outra semifinal, São Paulo e Corinthians se enfrentam neste domingo (25), às 16h, no estádio do Morumbi, com torcida inteiramente da equipe tricolor. O duelo de volta será na quarta-feira (28), às 21h45, no Itaquerão.

SANTOS
Vanderlei, Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Alison; Eduardo Sasha, Renato (Vitor Bueno), Diogo Vitor (Rodrygo) e Arthur Gomes (Jean Mota); Gabigol. T.: Jair Ventura

PALMEIRAS
Jailson; Marcos Rocha (Tche Tche), Antônio Carlos, Thiago Martins e Victor Luís; Felipe Melo (Thiago Santos), Bruno Henrique (Moises) e Lucas Lima; Dudu, Keno e Willian. T.: Roger Machado

Estádio: Pacaembu, em São Paulo
Juiz: Flavio Rodrigues de Souza
Público e renda: 19.546 / R$ 723.270,00
Cartões amarelos: Daniel Guedes e Alison (SAN); Thiago Santos e Dudu (PAL)
Gol: Willian (PAL), aos 12min do primeiro tempo.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade