Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Inter aproveita contra-ataque, bate o Cianorte e avança na Copa do Brasil

Quinta, 15/3/2018 6:29.

Publicidade

(UOL/FOLHAPRESS) - O Internacional fez o que pregou nos dias que antecederam o jogo contra o Cianorte: foi inteligente. Ao ver a equipe local sair atrás do resultado pois havia perdido o jogo de ida por 2 a 0, o Colorado aproveitou-se do contra-ataque e repetiu o placar do jogo de ida, nesta quarta-feira (14). O novo 2 x 0 coloca o time gaúcho na quarta fase da Copa do Brasil.

O próximo adversário e o mando de campo serão definidos em um sorteio na próxima segunda-feira. Os jogos são em 4 e 18 de abril. Antes, o Internacional encara o Grêmio no domingo na Arena. O jogo abre as quartas de final do Campeonato Gaúcho.

Os gols foram marcados por Patrick e D'Alessandro, que até perdeu um pênalti no primeiro tempo. Com a classificação resolvida, o Internacional tratou de preservar jogadores no fim do jogo e teve ainda a estreia de Rossi.

A vitória do Inter quebrou invencibilidade de dois anos e quatro meses do Cianorte no estádio Albino Turbay.

A partida começou com pressão do Cianorte. Com Neto Costa como pivô e a boa aproximação do robusto camisa 10 Xavier, o time do Paraná empilhou lances em que por detalhes não marcou o gol. Ao Inter coube o contra-ataque. E numa dessas chegadas, Marcinho passou para Roger, que que concluiria se não fosse derrubado por Arroyo dentro da área. O pênalti foi marcado, mas, na cobrança, D'Alessandro bateu fraco, e o goleiro João Gabriel defendeu.

E num dos lances em que Cianorte buscava o gol, o Colorado encaixou novamente o contra-ataque. A bola foi esticada em velocidade para Marcinho, que tocou para Patrick desviar para o gol e abrir o placar.

Com a vitória parcial o Inter tratou de preservar seus jogadores. Tirou Roger, Marcinho e Edenílson. Tudo porque tem Gre-Nal no domingo, abrindo as quartas de final do Estadual. Enquanto isso, Rossi, apresentado na última semana, fez sua primeira partida.

Mesmo assim, o Inter ainda conseguiu o segundo gol. Aos 23min, Patrick fez boa jogada e foi à linha de fundo. Ao cruzar para trás, ele encontrou D'Alessandro, que chutou firme para definir o placar de 2 a 0.

CIANORTE
João Gabriel; Gerônimo, Montoya, Feliphe Gabriel, Arroyo (Deco); Morelli, Carrilho, Richarlyson, André Luis (Clebinho), Xavier (Murilo); Neto Costa. T.: Irineu Renato (auxiliar)

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Edenilson (Ruan), Rodrigo Moledo, Cuesta, Iago; Rodrigo Dourado, Gabriel Dias, Patrick, D'Alessandro, Marcinho (Rossi); Roger (Brenner).
T.: Odair Hellmann

Estádio: Albino Turbay, em Cianorte (PR)
Juiz: Bruno Arleo de Araújo
Cartões amarelos: Arroyo, André Luís, Morelli, Richarlyson (Cianorte); Rodrigo Moledo, Gabriel Dias, Cuesta (Inter)
Gols: Patrick, aos 38min do primeiro tempo, e D'Alessandro, aos 23min do segundo tempo,


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Inter aproveita contra-ataque, bate o Cianorte e avança na Copa do Brasil

Publicidade

Quinta, 15/3/2018 6:29.

(UOL/FOLHAPRESS) - O Internacional fez o que pregou nos dias que antecederam o jogo contra o Cianorte: foi inteligente. Ao ver a equipe local sair atrás do resultado pois havia perdido o jogo de ida por 2 a 0, o Colorado aproveitou-se do contra-ataque e repetiu o placar do jogo de ida, nesta quarta-feira (14). O novo 2 x 0 coloca o time gaúcho na quarta fase da Copa do Brasil.

O próximo adversário e o mando de campo serão definidos em um sorteio na próxima segunda-feira. Os jogos são em 4 e 18 de abril. Antes, o Internacional encara o Grêmio no domingo na Arena. O jogo abre as quartas de final do Campeonato Gaúcho.

Os gols foram marcados por Patrick e D'Alessandro, que até perdeu um pênalti no primeiro tempo. Com a classificação resolvida, o Internacional tratou de preservar jogadores no fim do jogo e teve ainda a estreia de Rossi.

A vitória do Inter quebrou invencibilidade de dois anos e quatro meses do Cianorte no estádio Albino Turbay.

A partida começou com pressão do Cianorte. Com Neto Costa como pivô e a boa aproximação do robusto camisa 10 Xavier, o time do Paraná empilhou lances em que por detalhes não marcou o gol. Ao Inter coube o contra-ataque. E numa dessas chegadas, Marcinho passou para Roger, que que concluiria se não fosse derrubado por Arroyo dentro da área. O pênalti foi marcado, mas, na cobrança, D'Alessandro bateu fraco, e o goleiro João Gabriel defendeu.

E num dos lances em que Cianorte buscava o gol, o Colorado encaixou novamente o contra-ataque. A bola foi esticada em velocidade para Marcinho, que tocou para Patrick desviar para o gol e abrir o placar.

Com a vitória parcial o Inter tratou de preservar seus jogadores. Tirou Roger, Marcinho e Edenílson. Tudo porque tem Gre-Nal no domingo, abrindo as quartas de final do Estadual. Enquanto isso, Rossi, apresentado na última semana, fez sua primeira partida.

Mesmo assim, o Inter ainda conseguiu o segundo gol. Aos 23min, Patrick fez boa jogada e foi à linha de fundo. Ao cruzar para trás, ele encontrou D'Alessandro, que chutou firme para definir o placar de 2 a 0.

CIANORTE
João Gabriel; Gerônimo, Montoya, Feliphe Gabriel, Arroyo (Deco); Morelli, Carrilho, Richarlyson, André Luis (Clebinho), Xavier (Murilo); Neto Costa. T.: Irineu Renato (auxiliar)

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Edenilson (Ruan), Rodrigo Moledo, Cuesta, Iago; Rodrigo Dourado, Gabriel Dias, Patrick, D'Alessandro, Marcinho (Rossi); Roger (Brenner).
T.: Odair Hellmann

Estádio: Albino Turbay, em Cianorte (PR)
Juiz: Bruno Arleo de Araújo
Cartões amarelos: Arroyo, André Luís, Morelli, Richarlyson (Cianorte); Rodrigo Moledo, Gabriel Dias, Cuesta (Inter)
Gols: Patrick, aos 38min do primeiro tempo, e D'Alessandro, aos 23min do segundo tempo,


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade