Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Carille aceita proposta do Al Wehda, da Arábia Saudita, e deixa o Corinthians

Salário deve ser três vezes o valor do atual

Quarta, 23/5/2018 7:21.

Publicidade

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Fabio Carille não é mais técnico do Corinthians. O Al Wehda, da Arábia Saudita, anunciou a contratação do treinador em sua conta oficial do Twitter.

O clube brasileiro confirmou a informação poucos minutos depois e informou que o substituto será Osmar Loss, que estava na comissão como auxiliar e comandava o time sub-20 até o ano passado.

Loss vai dirigir o Corinthians na quinta-feira (24), contra o Millonarios (COL), no Itaquerão.

"O Sport Club Corinthians Paulista informa que foi comunicado nesta terça-feira (22), às 20h10, que o técnico Fábio Carille aceitou a proposta do Al Wehda, da Arábia Saudita. O clube agradece Fábio Carille pelos dez anos de serviços prestados desde auxiliar até treinador, pelos títulos conquistados e a todos os profissionais que se dedicaram neste período. A diretoria do Corinthians acredita no apoio da torcida que sempre está com o time em qualquer ocasião", diz a nota divulgada pelo clube.

Desde a semana passada, o Corinthians vive com a expectativa de perder Carille, sondado também Al Hilal, também da Arábia Saudita. O time lhe oferecia salário de cerca de R$ 1 milhão por mês, mais de três vezes o que ele recebe no Brasil (R$ 300 mil).

O Al Wehda conseguiu acesso e vai disputar a primeira divisão na próxima temporada. A equipe joga na cidade de Meca.

Carille chegou a se irritar com as notícias que deixaria o clube.

"Grande parte da imprensa mente demais. Vou deixar claro, existe a possibilidade de chegada de uma proposta do Al Hilal. Ouvi que era meu último jogo na Venezuela [contra o Deportivo Lara, pela Libertadores], que já contratei Rodriguinho... Um monte de mentira. O que peço ao torcedor corintiano: acredite no que eu falo. Não chegou nada oficial, não sei se vai chegar", disse ele após o empate com o Sport, pelo Campeonato Brasileiro, no último domingo (20).

Dois dias antes, o pai de Carille, Joaquim Araújo, havia confirmado a proposta árabe e que o filho havia lhe dito não haver jeito e que sairia do Corinthians.

"Nos ofereceram um dos técnicos brasileiros que estavam negociando com o Al Hilal", disse o presidente do Al Wehda, Hatem Khaimi.

"Brasileiros que conhecemos nos falaram da dificuldade, mas o convencemos e tivemos sucesso em mandar o contrato para ele ontem [segunda-feira, 21]."

Desde que surgiu a possibilidade de saída do treinador, a diretoria havia decidido que daria chance a Osmar Loss. Significaria a manutenção do mesmo trabalho desenvolvido pelo técnico que está de saída.

Fabio Carille deixa o clube de Parque São Jorge com três títulos conquistados em 17 meses. Ele foi campeão paulista em 2017 e 2018 e ganhou o Brasileiro do ano passado. Em 114 jogos, obteve 59 vitórias, 32 empates e 23 derrotas. Ele chegou ao Parque São Jorge em 2009 como auxiliar de Mano Menezes e ficou neste cargo até assumir como técnico, em dezembro de 2016.

Carille deve levar para o Al Wehda o preparador físico Walmir Cruz, o auxiliar Leandro da Silva e o olheiro Mauro da Silva.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Carille aceita proposta do Al Wehda, da Arábia Saudita, e deixa o Corinthians

Salário deve ser três vezes o valor do atual

Publicidade

Quarta, 23/5/2018 7:21.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Fabio Carille não é mais técnico do Corinthians. O Al Wehda, da Arábia Saudita, anunciou a contratação do treinador em sua conta oficial do Twitter.

O clube brasileiro confirmou a informação poucos minutos depois e informou que o substituto será Osmar Loss, que estava na comissão como auxiliar e comandava o time sub-20 até o ano passado.

Loss vai dirigir o Corinthians na quinta-feira (24), contra o Millonarios (COL), no Itaquerão.

"O Sport Club Corinthians Paulista informa que foi comunicado nesta terça-feira (22), às 20h10, que o técnico Fábio Carille aceitou a proposta do Al Wehda, da Arábia Saudita. O clube agradece Fábio Carille pelos dez anos de serviços prestados desde auxiliar até treinador, pelos títulos conquistados e a todos os profissionais que se dedicaram neste período. A diretoria do Corinthians acredita no apoio da torcida que sempre está com o time em qualquer ocasião", diz a nota divulgada pelo clube.

Desde a semana passada, o Corinthians vive com a expectativa de perder Carille, sondado também Al Hilal, também da Arábia Saudita. O time lhe oferecia salário de cerca de R$ 1 milhão por mês, mais de três vezes o que ele recebe no Brasil (R$ 300 mil).

O Al Wehda conseguiu acesso e vai disputar a primeira divisão na próxima temporada. A equipe joga na cidade de Meca.

Carille chegou a se irritar com as notícias que deixaria o clube.

"Grande parte da imprensa mente demais. Vou deixar claro, existe a possibilidade de chegada de uma proposta do Al Hilal. Ouvi que era meu último jogo na Venezuela [contra o Deportivo Lara, pela Libertadores], que já contratei Rodriguinho... Um monte de mentira. O que peço ao torcedor corintiano: acredite no que eu falo. Não chegou nada oficial, não sei se vai chegar", disse ele após o empate com o Sport, pelo Campeonato Brasileiro, no último domingo (20).

Dois dias antes, o pai de Carille, Joaquim Araújo, havia confirmado a proposta árabe e que o filho havia lhe dito não haver jeito e que sairia do Corinthians.

"Nos ofereceram um dos técnicos brasileiros que estavam negociando com o Al Hilal", disse o presidente do Al Wehda, Hatem Khaimi.

"Brasileiros que conhecemos nos falaram da dificuldade, mas o convencemos e tivemos sucesso em mandar o contrato para ele ontem [segunda-feira, 21]."

Desde que surgiu a possibilidade de saída do treinador, a diretoria havia decidido que daria chance a Osmar Loss. Significaria a manutenção do mesmo trabalho desenvolvido pelo técnico que está de saída.

Fabio Carille deixa o clube de Parque São Jorge com três títulos conquistados em 17 meses. Ele foi campeão paulista em 2017 e 2018 e ganhou o Brasileiro do ano passado. Em 114 jogos, obteve 59 vitórias, 32 empates e 23 derrotas. Ele chegou ao Parque São Jorge em 2009 como auxiliar de Mano Menezes e ficou neste cargo até assumir como técnico, em dezembro de 2016.

Carille deve levar para o Al Wehda o preparador físico Walmir Cruz, o auxiliar Leandro da Silva e o olheiro Mauro da Silva.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade