Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Com Neymar, Brasil terá nova formação em último amistoso

Copa do Mundo

Sexta, 8/6/2018 9:32.
Pedro Martins / MoWA Press
Seleção durante treino na tarde de ontem em Londres

Publicidade

LUIZ COSENZO E SÉRGIO RANGEL / LONDRES, REINO UNIDO (FOLHAPRESS)

O atacante Neymar será titular da seleção brasileira no amistoso contra a Áustria, marcado para o próximo domingo (10), às 11h (horário de Brasília), em Viena.

Ele foi confirmado pelo técnico Tite durante o treino desta quinta-feira (7), realizado no CT do Tottenham, base da preparação da equipe brasileira para a Copa do Mundo.

Neymar entrou no lugar de Fernandinho, assim como foi feito no intervalo do jogo contra a Croácia, no último domingo (3), quando o jogador retornou aos gramados após três meses parado em razão de uma cirurgia no pé direito.

Ele marcou um gol na vitória brasileira por 2 a 0 -o outro foi feito por Firmino.

Diante da Áustria, o camisa 10 iniciará um jogo pela seleção após sete meses. A última vez que começou uma partida sob o comando de Tite foi em novembro do ano passado, contra a Inglaterra.

Com a mudança, o atacante formará o quarteto ofensivo ao lado de Philippe Coutinho, Willian e Gabriel Jesus.

A formação é considerada a ideal por Tite para o duelo contra a Suíça, marcado para o dia 17, em Rostov, pela primeira rodada da Copa do Mundo.

Os suíços têm como ponto forte a marcação. Nas eliminatórias europeias, o rival atuou no 4-2-3-1. Mas, no momento de recompor o time, quatro jogadores atrás e cinco no meio-campo buscavam reconquistar a bola.

Será a primeira vez que os quatro jogadores irão iniciar juntos uma partida pela seleção brasileira.

O quarteto jogou junto por 25 minutos durante o segundo tempo contra o Equador, em Porto Alegre, e por 16 minutos diante da Colômbia, fora de casa, nas duas ocasiões pelas eliminatórias sul-americanas. No domingo, diante da Croácia, foram mais 15 minutos com essa formação.

Durante a semana, Neymar treinou normalmente e sem restrições. A escalação do camisa 10 desde o início da partida ainda não estava confirmada por Tite, que aguardava a recuperação do atacante após o jogo contra a Croácia.

"Neymar tem condições de jogar [contra a Áustria] mais do que no jogo anterior. Jogar ou não a partida inteira vai ser uma questão de avaliar como será o jogo", afirmou Rodrigo Lasmar, médico da seleção brasileira.

Após a partida contra a Croácia, Neymar declarou que estava 80% recuperado. A comissão técnica acredita que ele atingirá o seu melhor nível a partir das oitavas de final.

"Nos apresentamos praticamente um mês antes do primeiro jogo, e até o final da primeira fase será mais de um mês [38 dias]. Ele está bem amparado", disse Fábio Mahseredjian, preparador físico.

O amistoso diante da Áustria será o último da seleção antes da estreia no Mundial.

A equipe ainda treina nesta sexta (8) antes de viajar para Viena. A atividade será fechada para jornalistas.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Pedro Martins / MoWA Press
Seleção durante treino na tarde de ontem em Londres
Seleção durante treino na tarde de ontem em Londres

Com Neymar, Brasil terá nova formação em último amistoso

Copa do Mundo

Publicidade

Sexta, 8/6/2018 9:32.

LUIZ COSENZO E SÉRGIO RANGEL / LONDRES, REINO UNIDO (FOLHAPRESS)

O atacante Neymar será titular da seleção brasileira no amistoso contra a Áustria, marcado para o próximo domingo (10), às 11h (horário de Brasília), em Viena.

Ele foi confirmado pelo técnico Tite durante o treino desta quinta-feira (7), realizado no CT do Tottenham, base da preparação da equipe brasileira para a Copa do Mundo.

Neymar entrou no lugar de Fernandinho, assim como foi feito no intervalo do jogo contra a Croácia, no último domingo (3), quando o jogador retornou aos gramados após três meses parado em razão de uma cirurgia no pé direito.

Ele marcou um gol na vitória brasileira por 2 a 0 -o outro foi feito por Firmino.

Diante da Áustria, o camisa 10 iniciará um jogo pela seleção após sete meses. A última vez que começou uma partida sob o comando de Tite foi em novembro do ano passado, contra a Inglaterra.

Com a mudança, o atacante formará o quarteto ofensivo ao lado de Philippe Coutinho, Willian e Gabriel Jesus.

A formação é considerada a ideal por Tite para o duelo contra a Suíça, marcado para o dia 17, em Rostov, pela primeira rodada da Copa do Mundo.

Os suíços têm como ponto forte a marcação. Nas eliminatórias europeias, o rival atuou no 4-2-3-1. Mas, no momento de recompor o time, quatro jogadores atrás e cinco no meio-campo buscavam reconquistar a bola.

Será a primeira vez que os quatro jogadores irão iniciar juntos uma partida pela seleção brasileira.

O quarteto jogou junto por 25 minutos durante o segundo tempo contra o Equador, em Porto Alegre, e por 16 minutos diante da Colômbia, fora de casa, nas duas ocasiões pelas eliminatórias sul-americanas. No domingo, diante da Croácia, foram mais 15 minutos com essa formação.

Durante a semana, Neymar treinou normalmente e sem restrições. A escalação do camisa 10 desde o início da partida ainda não estava confirmada por Tite, que aguardava a recuperação do atacante após o jogo contra a Croácia.

"Neymar tem condições de jogar [contra a Áustria] mais do que no jogo anterior. Jogar ou não a partida inteira vai ser uma questão de avaliar como será o jogo", afirmou Rodrigo Lasmar, médico da seleção brasileira.

Após a partida contra a Croácia, Neymar declarou que estava 80% recuperado. A comissão técnica acredita que ele atingirá o seu melhor nível a partir das oitavas de final.

"Nos apresentamos praticamente um mês antes do primeiro jogo, e até o final da primeira fase será mais de um mês [38 dias]. Ele está bem amparado", disse Fábio Mahseredjian, preparador físico.

O amistoso diante da Áustria será o último da seleção antes da estreia no Mundial.

A equipe ainda treina nesta sexta (8) antes de viajar para Viena. A atividade será fechada para jornalistas.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade