Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Descobridor de talentos do Rio Grande do Sul cria concurso Musas da Copa

Copa do Mundo

Sexta, 8/6/2018 17:36.
Felipe Camargo / MF Press Global
Ana Torres, musa do Grêmio

Publicidade

(Vanessa Scarcella)

O fotógrafo Felipe Camargo, conhecido como descobridor de talentos no Rio Grande do Sul, quer aproveitar a diversidade cultural e a genética brasileira para criar um concurso de Musas da Copa "autênticas".

"São diversos concursos que vejo para votarem em quem seria a Musa da Copa do Mundo. Quando me deparei com as modelos e seus respectivos países, não fazia sentido o perfil físico com a seleção representada. Por isso pensei em fazer um concurso em que as modelos tenham alguma ligação com essas nações, seja cidadania ou descendentes dos respectivos países", explica o renomado profissional.
Felipe Camargo chegou a solicitar uma consultoria da MF Press Global, empresa de comunicação e assessoria de imprensa que está há 7 anos no mercado e que tem como representante o jornalista, assessor e filósofo Fabiano de Abreu.
"Quando o Felipe me chamou para opinar sobre um concurso, assim como sua originalidade e credibilidade, achei essa questão bastante interessante e por isso decidi ajudar pois realmente os concursos tornaram-se algo comum e pode ser perigoso para as participantes. Quem garante que é um concurso honesto e pessoas de má índole não se aproveitarão de um concurso para cometer crimes contra as participantes?", alerta Fabiano de Abreu, que atualmente mora em Portugal.
"Portanto, minha definição é de que concurso nenhum é original ou merece credibilidade, já que a Fifa não faz concursos. O que torna o concurso original e de credibilidade é a empresa que está por trás do concurso. Se a Fifa, que é a federação da Copa do Mundo, não elabora concursos, então um concurso só pode ser original se vier através de um grupo de comunicação ou algum jornal/portal na imprensa, não um blog qualquer ou sites sem referência. Estou falando de jornalismo, de imprensa de verdade. Ou um concurso que tenha um CNPJ, que tenha o alvará para trabalhar com eventos ou qualquer coisa relacionada a concurso. Mesmo assim, as participantes devem avaliar o histórico da empresa e tempo de mercado, e avaliar seus concursos anteriores", completa o dono da MF Press Global.
Vale destacar que Felipe Camargo passou a ser conhecido como descobridor de talentos no Rio Grande do Sul após dar o start para diversas modelos se tornarem famosas, como aconteceu com Fernanda Lacerda, a "Mendigata", e com as musas do Grêmio: a morena Stefanie Barbosa e a loira Ana Torres.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Felipe Camargo / MF Press Global
Ana Torres, musa do Grêmio
Ana Torres, musa do Grêmio

Descobridor de talentos do Rio Grande do Sul cria concurso Musas da Copa

Copa do Mundo

Publicidade

Sexta, 8/6/2018 17:36.

(Vanessa Scarcella)

O fotógrafo Felipe Camargo, conhecido como descobridor de talentos no Rio Grande do Sul, quer aproveitar a diversidade cultural e a genética brasileira para criar um concurso de Musas da Copa "autênticas".

"São diversos concursos que vejo para votarem em quem seria a Musa da Copa do Mundo. Quando me deparei com as modelos e seus respectivos países, não fazia sentido o perfil físico com a seleção representada. Por isso pensei em fazer um concurso em que as modelos tenham alguma ligação com essas nações, seja cidadania ou descendentes dos respectivos países", explica o renomado profissional.
Felipe Camargo chegou a solicitar uma consultoria da MF Press Global, empresa de comunicação e assessoria de imprensa que está há 7 anos no mercado e que tem como representante o jornalista, assessor e filósofo Fabiano de Abreu.
"Quando o Felipe me chamou para opinar sobre um concurso, assim como sua originalidade e credibilidade, achei essa questão bastante interessante e por isso decidi ajudar pois realmente os concursos tornaram-se algo comum e pode ser perigoso para as participantes. Quem garante que é um concurso honesto e pessoas de má índole não se aproveitarão de um concurso para cometer crimes contra as participantes?", alerta Fabiano de Abreu, que atualmente mora em Portugal.
"Portanto, minha definição é de que concurso nenhum é original ou merece credibilidade, já que a Fifa não faz concursos. O que torna o concurso original e de credibilidade é a empresa que está por trás do concurso. Se a Fifa, que é a federação da Copa do Mundo, não elabora concursos, então um concurso só pode ser original se vier através de um grupo de comunicação ou algum jornal/portal na imprensa, não um blog qualquer ou sites sem referência. Estou falando de jornalismo, de imprensa de verdade. Ou um concurso que tenha um CNPJ, que tenha o alvará para trabalhar com eventos ou qualquer coisa relacionada a concurso. Mesmo assim, as participantes devem avaliar o histórico da empresa e tempo de mercado, e avaliar seus concursos anteriores", completa o dono da MF Press Global.
Vale destacar que Felipe Camargo passou a ser conhecido como descobridor de talentos no Rio Grande do Sul após dar o start para diversas modelos se tornarem famosas, como aconteceu com Fernanda Lacerda, a "Mendigata", e com as musas do Grêmio: a morena Stefanie Barbosa e a loira Ana Torres.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade