Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Toninho Camarão recusou convite do Vasco para se dedicar ao esporte local

Ele está apostando em seu novo desafio em Balneário Camboriú

Quinta, 7/6/2018 11:56.
Fotos Arquivo Pessoal
No retorno ao Brasil, outra vez no Flamengo

Publicidade

Toninho Oliveira, mais conhecido no meio esportivo como Toninho Camarão, recusou essa semana convite do Vasco da Gama para ser preparador físico. Ele disse que optou em permanecer no Itamirim Clube de Campo, onde atua como preparador de futebol das equipes internas e na Fundação Municipal de Esportes de Balneário Camboriú (FMEBC), onde assumiu há um mês o cargo de diretor técnico, seu maior desafio no momento.

Toninho Camarão contou ao Página 3 que foi lembrado pelo Vasco, porque os dois preparadores físicos da seleção brasileira de futebol, Fábio Mahseredjian e Ricardo Rosa falaram em seu nome e o quanto ele havia sido importante para eles chegar onde estão hoje.

“O Flávio trabalhou comigo no Vitória da Bahia como fisiologista e o Ricardo trabalhou comigo no Corinthians como auxiliar e hoje estão na seleção brasileira. Em reportagens os dois citaram meu nome dizendo que eu ensinei muita coisa para eles. Depois o Daniel, preparador físico, que foi meu auxiliar no Vasco em outra passagem também falou a mesma coisa em uma reportagem e por causa destas lembranças meu nome voltou ao mercado e o Vasco me contatou”, disse.

O clube fez uma proposta mas no contrato não havia nenhuma garantia de permanência pelo menos por um ano no clube e isso também ‘pesou’ na sua decisão.

“Hoje o futebol brasileiro está numa insegurança muito grande, se você perde dois jogos, é demitido. Eu sei disso porque minha vida toda passei por isso. Estou trabalhando em dois projetos da minha área, que é especialização em metodologia de treinamento e um deles, o da Fundação, é um novo e grande desafio em minha carreira”, enfatizou Toninho.

TOMANDO PÉ

Hoje vestindo a camiseta do esporte municipal

Na Fundação ele trabalhou mais a parte burocrática nesse primeiro mês. Esta semana começa a parte ‘prática’, que é conhecer a estrutura, visitar núcleos, escolas, ginásios.

“Minha primeira impressão é muito positiva. Até surpreendente eu diria. Temos professores capacitados, boa estrutura, claro que alguns ginásios precisam melhorias, o material esportivo é de primeira qualidade e já conseguimos verba para restaurar a pista de atletismo, porque aqueles profissionais são excelentes e estão trazendo muitos resultados para Balneário, imagina com uma pista adequada”, disse Toninho.

Na Fundação, ele assumiu o posto que era do seu amigo de longa data, Robertinho Ferreira e garantiu que vai continuar o trabalho já iniciado.

“Vou dar continuidade ao trabalho do Robertinho, ele tem um projeto muito bom com as crianças das escolas, vamos levar adiante”, afirmou.

A CARREIRA

Toninho Camarão é uma figura conhecida no futebol brasileiro. Com 16 anos em 1975, ele começou a jogar no Marcílio Dias e seu talento foi logo reconhecido. Foi contratado por grandes clubes, como Grêmio, Internacional e outros. Conquistou 12 títulos e um dos que guarda com grande carinho é o de campeão brasileiro invicto com o Internacional de Porto Alegre, em 1979.

“Esse título é histórico, era outro formato de jogos, foram 27 jogos invictos”, disse.

Em 1990 começou sua carreira de preparador físico, que lhe rendeu outros 28 títulos, 12 deles no Flamengo.

“Trabalhei no Vasco e vários clubes como Flamengo, Corinthians, Cruzeiro, São Paulo, Vitória da Bahia, no Japão e alguns catarinenses, o último foi o Joinville, onde fui campeão da série B”, destacou.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Fotos Arquivo Pessoal
No retorno ao Brasil, outra vez no Flamengo
No retorno ao Brasil, outra vez no Flamengo

Toninho Camarão recusou convite do Vasco para se dedicar ao esporte local

Ele está apostando em seu novo desafio em Balneário Camboriú

Publicidade

Quinta, 7/6/2018 11:56.

Toninho Oliveira, mais conhecido no meio esportivo como Toninho Camarão, recusou essa semana convite do Vasco da Gama para ser preparador físico. Ele disse que optou em permanecer no Itamirim Clube de Campo, onde atua como preparador de futebol das equipes internas e na Fundação Municipal de Esportes de Balneário Camboriú (FMEBC), onde assumiu há um mês o cargo de diretor técnico, seu maior desafio no momento.

Toninho Camarão contou ao Página 3 que foi lembrado pelo Vasco, porque os dois preparadores físicos da seleção brasileira de futebol, Fábio Mahseredjian e Ricardo Rosa falaram em seu nome e o quanto ele havia sido importante para eles chegar onde estão hoje.

“O Flávio trabalhou comigo no Vitória da Bahia como fisiologista e o Ricardo trabalhou comigo no Corinthians como auxiliar e hoje estão na seleção brasileira. Em reportagens os dois citaram meu nome dizendo que eu ensinei muita coisa para eles. Depois o Daniel, preparador físico, que foi meu auxiliar no Vasco em outra passagem também falou a mesma coisa em uma reportagem e por causa destas lembranças meu nome voltou ao mercado e o Vasco me contatou”, disse.

O clube fez uma proposta mas no contrato não havia nenhuma garantia de permanência pelo menos por um ano no clube e isso também ‘pesou’ na sua decisão.

“Hoje o futebol brasileiro está numa insegurança muito grande, se você perde dois jogos, é demitido. Eu sei disso porque minha vida toda passei por isso. Estou trabalhando em dois projetos da minha área, que é especialização em metodologia de treinamento e um deles, o da Fundação, é um novo e grande desafio em minha carreira”, enfatizou Toninho.

TOMANDO PÉ

Hoje vestindo a camiseta do esporte municipal

Na Fundação ele trabalhou mais a parte burocrática nesse primeiro mês. Esta semana começa a parte ‘prática’, que é conhecer a estrutura, visitar núcleos, escolas, ginásios.

“Minha primeira impressão é muito positiva. Até surpreendente eu diria. Temos professores capacitados, boa estrutura, claro que alguns ginásios precisam melhorias, o material esportivo é de primeira qualidade e já conseguimos verba para restaurar a pista de atletismo, porque aqueles profissionais são excelentes e estão trazendo muitos resultados para Balneário, imagina com uma pista adequada”, disse Toninho.

Na Fundação, ele assumiu o posto que era do seu amigo de longa data, Robertinho Ferreira e garantiu que vai continuar o trabalho já iniciado.

“Vou dar continuidade ao trabalho do Robertinho, ele tem um projeto muito bom com as crianças das escolas, vamos levar adiante”, afirmou.

A CARREIRA

Toninho Camarão é uma figura conhecida no futebol brasileiro. Com 16 anos em 1975, ele começou a jogar no Marcílio Dias e seu talento foi logo reconhecido. Foi contratado por grandes clubes, como Grêmio, Internacional e outros. Conquistou 12 títulos e um dos que guarda com grande carinho é o de campeão brasileiro invicto com o Internacional de Porto Alegre, em 1979.

“Esse título é histórico, era outro formato de jogos, foram 27 jogos invictos”, disse.

Em 1990 começou sua carreira de preparador físico, que lhe rendeu outros 28 títulos, 12 deles no Flamengo.

“Trabalhei no Vasco e vários clubes como Flamengo, Corinthians, Cruzeiro, São Paulo, Vitória da Bahia, no Japão e alguns catarinenses, o último foi o Joinville, onde fui campeão da série B”, destacou.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade