Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
TV russa ignora Copa e destaca talk show com Vladimir Putin

Quinta, 7/6/2018 10:42.
Fábio Aleixo

Publicidade

FÁBIO ALEIXO /MOSCOU, RÚSSIA (FOLHAPRESS)

Falta apenas uma semana para o início da Copa do Mundo, em 14 de junho. Mas na televisão russa nesta quinta-feira (7) o principal assunto foi uma espécie de talk show com o presidente Vladimir Putin.

Por mais de quatro horas, Putin participou de um programa no qual respondeu a dezenas de perguntas enviada por cidadãos de todo o pais. A atração é chamada de "Linha Direta com Vladimir Putin" e é realizada de forma anual desde 2014.

O programa é exibido pelo Pervi Canal (Canal 1, em português), que vai transmitir a Copa, e o Rossiya 1 (Russia 1), dois dos maiores do país.

Neste ano, foram mais de 2 milhões de perguntas recebidas por meio de mensagens de celular, e-mails, videos. Há espectadores que também entram ao vivo em links pela Rússia ou por telefone. Até crianças perguntam.

Alguns deputados e governadores de regiões russas também fazem questionamentos.

No centro de mídia de Moscou, um espaço aberto para quem não está credenciado para a Copa do Mundo, todas as televisões estavam sintonizadas na transmissão. O futebol estava mesmo em segundo plano.

Mas a Copa do Mundo foi tema de algumas perguntas durante o programa e também a seleção nacional que está há sete partidas sem uma vitória, desde outubro do ano passado.

"Apesar de nosso time não estar demonstrando grandes resultados nos últimos tempos, esperamos que consiga ir bem na Copa do Mundo e obter um grande resultado. A quantidade de fãs de futebol deste esporte no nosso país é enorme", disse.

Putin também afirmou que espera que toda a infraestrutura esportiva construída para o Mundial como centros de treinamentos e estádios seja utilizada e não haja "elefantes brancos" após o evento.

"Gastamos muito dinheiro. Precisamos usar esta infraestrutura para trabalhar com o desenvolvimento do esporte de massa, esporte infantil. Tudo que foi construído precisa ser usado para algum fim", afirmou.

"Os estádios de futebol não são apenas um campo para jogo. Você pode colocar vários negócios ali como shopping centers, cafés, restaurantes, áreas para atividade física", afirmou.

Putin estará na cerimonia de abertura e final do torneio, como é praxe para chefes de Estado que recebem a Copa.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Fábio Aleixo

TV russa ignora Copa e destaca talk show com Vladimir Putin

Publicidade

Quinta, 7/6/2018 10:42.

FÁBIO ALEIXO /MOSCOU, RÚSSIA (FOLHAPRESS)

Falta apenas uma semana para o início da Copa do Mundo, em 14 de junho. Mas na televisão russa nesta quinta-feira (7) o principal assunto foi uma espécie de talk show com o presidente Vladimir Putin.

Por mais de quatro horas, Putin participou de um programa no qual respondeu a dezenas de perguntas enviada por cidadãos de todo o pais. A atração é chamada de "Linha Direta com Vladimir Putin" e é realizada de forma anual desde 2014.

O programa é exibido pelo Pervi Canal (Canal 1, em português), que vai transmitir a Copa, e o Rossiya 1 (Russia 1), dois dos maiores do país.

Neste ano, foram mais de 2 milhões de perguntas recebidas por meio de mensagens de celular, e-mails, videos. Há espectadores que também entram ao vivo em links pela Rússia ou por telefone. Até crianças perguntam.

Alguns deputados e governadores de regiões russas também fazem questionamentos.

No centro de mídia de Moscou, um espaço aberto para quem não está credenciado para a Copa do Mundo, todas as televisões estavam sintonizadas na transmissão. O futebol estava mesmo em segundo plano.

Mas a Copa do Mundo foi tema de algumas perguntas durante o programa e também a seleção nacional que está há sete partidas sem uma vitória, desde outubro do ano passado.

"Apesar de nosso time não estar demonstrando grandes resultados nos últimos tempos, esperamos que consiga ir bem na Copa do Mundo e obter um grande resultado. A quantidade de fãs de futebol deste esporte no nosso país é enorme", disse.

Putin também afirmou que espera que toda a infraestrutura esportiva construída para o Mundial como centros de treinamentos e estádios seja utilizada e não haja "elefantes brancos" após o evento.

"Gastamos muito dinheiro. Precisamos usar esta infraestrutura para trabalhar com o desenvolvimento do esporte de massa, esporte infantil. Tudo que foi construído precisa ser usado para algum fim", afirmou.

"Os estádios de futebol não são apenas um campo para jogo. Você pode colocar vários negócios ali como shopping centers, cafés, restaurantes, áreas para atividade física", afirmou.

Putin estará na cerimonia de abertura e final do torneio, como é praxe para chefes de Estado que recebem a Copa.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade