Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Rússia 2018: hora de vestir a camisa, preparativo para a Copa e expectativa da torcida

Copa do Mundo

Quarta, 6/6/2018 16:37.
Arquivo/TV Brasil
Torcedores brasileiros durante jogo da Copa de 2014

Publicidade

(Agênca Brasil)

A poucos dias do início da Copa do Mundo na Rússia, o Caminhos da Reportagemmostraa preparação do brasileiro para omundial. Nossa equipe foi às ruas e encontrou torcedores menos otimistas do que nas outras edições. Mas ainda apaixonados.

Desde 1930, quando aconteceu a primeira Copa do Mundo, o Brasil é um dos protagonistas do evento. O país esteve presente em todos os torneios e fez história. Torcedor dedicado, o publicitário carioca Francisco Moraes começou a acompanhar a seleção em 1970. Ele se orgulha de ter ido a todas as Copas desde então. E já se prepara para partir para a Rússia. “Gastei mais de US$ 1 milhão vendo futebol. O patrimônio inteiro foi embora com prazer”, garante.

Muitos são os exemplos de uma paixão desmedida pela seleção. Um grupo de biólogos nomeou doze espécies de insetos recém-descobertos na Amazônia com o nome dos jogadores da seleção campeã de 1958. E o que dizer do senhor Josias e outros quase 40 mil brasileirosque batizaram seus filhos de Romário na década de 1990, maravilhados com as jogadas do craque da Copa de 1994?

Esse amor sem tamanho, no entanto, parece abalado em 2018. Em janeiro deste ano, uma pesquisa mostrou que apenas 47% dos brasileiros acreditam numa vitória do Brasil. De acordo com analistas esportivos e ex-jogadores, é inquestionável o peso da derrota para a Alemanha. Além disso, o torcedor está mais distante da seleção. A internacionalização do futebol tornou os jogadores desconhecidos do grande público. E as consequências dessas mudanças vamos descobrir em breve, quando a bola rolar.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Arquivo/TV Brasil
Torcedores brasileiros durante jogo da Copa de 2014
Torcedores brasileiros durante jogo da Copa de 2014

Rússia 2018: hora de vestir a camisa, preparativo para a Copa e expectativa da torcida

Copa do Mundo

Publicidade

Quarta, 6/6/2018 16:37.

(Agênca Brasil)

A poucos dias do início da Copa do Mundo na Rússia, o Caminhos da Reportagemmostraa preparação do brasileiro para omundial. Nossa equipe foi às ruas e encontrou torcedores menos otimistas do que nas outras edições. Mas ainda apaixonados.

Desde 1930, quando aconteceu a primeira Copa do Mundo, o Brasil é um dos protagonistas do evento. O país esteve presente em todos os torneios e fez história. Torcedor dedicado, o publicitário carioca Francisco Moraes começou a acompanhar a seleção em 1970. Ele se orgulha de ter ido a todas as Copas desde então. E já se prepara para partir para a Rússia. “Gastei mais de US$ 1 milhão vendo futebol. O patrimônio inteiro foi embora com prazer”, garante.

Muitos são os exemplos de uma paixão desmedida pela seleção. Um grupo de biólogos nomeou doze espécies de insetos recém-descobertos na Amazônia com o nome dos jogadores da seleção campeã de 1958. E o que dizer do senhor Josias e outros quase 40 mil brasileirosque batizaram seus filhos de Romário na década de 1990, maravilhados com as jogadas do craque da Copa de 1994?

Esse amor sem tamanho, no entanto, parece abalado em 2018. Em janeiro deste ano, uma pesquisa mostrou que apenas 47% dos brasileiros acreditam numa vitória do Brasil. De acordo com analistas esportivos e ex-jogadores, é inquestionável o peso da derrota para a Alemanha. Além disso, o torcedor está mais distante da seleção. A internacionalização do futebol tornou os jogadores desconhecidos do grande público. E as consequências dessas mudanças vamos descobrir em breve, quando a bola rolar.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade