Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Senegal salva africanos com gol contra de brasileiro e erro da Polônia

Copa do Mundo

Terça, 19/6/2018 15:54.
Divulgação / Fifa

Publicidade

FÁBIO ALEIXO E IGOR GIELOW / MOSCOU, RÚSSIA (FOLHAPRESS)

Último dos cinco africanos a entrar em campo na Copa do Mundo da Rússia, Senegal foi o único a conseguir pontuar.

E de melhor maneira seria impossível para os senegaleses, que se valeram de erros de uma Polônia que é cabeça de chave e era considerada favorita.

Na tarde desta terça-feira (19), na Arena Spartak em Moscou, bateram a Polônia por 2 a 1 em jogo válido pelo Grupo H.

O primeiro gol da partida foi contra, do brasileiro naturalizado polonês Thiago Cionek, aos 37min do primeiro tempo. Ao tentar cortar um chute de Gueye, acabou traindo o goleiro Szcesny.

O segundo saiu de um erro coletivo do time polonês. Krychowiak recuou a bola, Bednarek errou a proteção e Szcesny saiu na intermediária, mas não conseguiu desarmar Niang, que quase entrou com a bola no gol.

Aos 41min, Krychowiak, de cabeça, descontou.

A vitória senegalesa evitou que os africanos atingissem uma marca negativa histórica.

A última vez que o continente não somou pontos na primeira rodada da Copa foi em 1974. Na ocasião, era representado apenas pelo Zaire, que perdeu de 2 a 0 para a Escócia.

Desde que o Mundial passou a ser disputado por 32 seleções, em 1998, e a África conta com cinco representantes, o pior desempenho foi registrado em 2006, com quatro derrotas e um empate.

No primeiro tempo, Senegal dominou a Polônia, ainda que a equipe europeia tenha tido mais posse de bola (55% a 45%).

O time africano tinha melhor saída de bola e marcava sob pressão, dificultando a vida do goleiro. Ao mesmo tempo, era pouco efetivo nas finalizações.

A estrela da Polônia, o atacante Robert Lewandowski, pouco fez.

No segundo tempo, Senegal passou a optar por contra-ataques e contou com erro polonês para ampliar o placar logo aos 15min.

Depois disso, a Polônia foi para uma pressão desordenada, irritando a própria torcida, que vaiou o time diversas vezes. O gol no segundo tempo fez a equipe europeia ainda pressionar mais no final, mas sem sucesso.

Na próxima rodada, Senegal e Japão fazem o duelo dos líderes da chave, enquanto Polônia e Colômbia dos derrotados na estreia. Ambos serão no domingo (24).

POLÔNIA
Szczesny; Piszczek (Bereszynski), Cionek, Pazdan e Rybus; Blaszczykowski (Bednarek), Krychowiak, Zielinski e Grosicki; Milik (Kownacki) e Lewandowski. T.: Adam Nawalka

SENEGAL
Khadim N'Diaye; Wagué, Sané, Koulibaly e Sabaly; Sarr, Gueye, Alfred N'Diaye (Kouyaté) e Mané; Biram Diouf (N'Doye) e Niang (Konaté). T.: Aliou Cissé

Local: Spartak Stadium, em Moscou (RUS)
Juiz: Nawaf Shukralla (BRN)
Cartões amarelos: Krychowiak (POL); Sané e Gueye (SEN)
Gols: Cionek (SEN, contra), aos 37min do 1º tempo; Niang (SEN), aos 15min, e Krychowiak (POL), aos 41min do 2º tempo


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Divulgação / Fifa

Senegal salva africanos com gol contra de brasileiro e erro da Polônia

Copa do Mundo

Publicidade

Terça, 19/6/2018 15:54.

FÁBIO ALEIXO E IGOR GIELOW / MOSCOU, RÚSSIA (FOLHAPRESS)

Último dos cinco africanos a entrar em campo na Copa do Mundo da Rússia, Senegal foi o único a conseguir pontuar.

E de melhor maneira seria impossível para os senegaleses, que se valeram de erros de uma Polônia que é cabeça de chave e era considerada favorita.

Na tarde desta terça-feira (19), na Arena Spartak em Moscou, bateram a Polônia por 2 a 1 em jogo válido pelo Grupo H.

O primeiro gol da partida foi contra, do brasileiro naturalizado polonês Thiago Cionek, aos 37min do primeiro tempo. Ao tentar cortar um chute de Gueye, acabou traindo o goleiro Szcesny.

O segundo saiu de um erro coletivo do time polonês. Krychowiak recuou a bola, Bednarek errou a proteção e Szcesny saiu na intermediária, mas não conseguiu desarmar Niang, que quase entrou com a bola no gol.

Aos 41min, Krychowiak, de cabeça, descontou.

A vitória senegalesa evitou que os africanos atingissem uma marca negativa histórica.

A última vez que o continente não somou pontos na primeira rodada da Copa foi em 1974. Na ocasião, era representado apenas pelo Zaire, que perdeu de 2 a 0 para a Escócia.

Desde que o Mundial passou a ser disputado por 32 seleções, em 1998, e a África conta com cinco representantes, o pior desempenho foi registrado em 2006, com quatro derrotas e um empate.

No primeiro tempo, Senegal dominou a Polônia, ainda que a equipe europeia tenha tido mais posse de bola (55% a 45%).

O time africano tinha melhor saída de bola e marcava sob pressão, dificultando a vida do goleiro. Ao mesmo tempo, era pouco efetivo nas finalizações.

A estrela da Polônia, o atacante Robert Lewandowski, pouco fez.

No segundo tempo, Senegal passou a optar por contra-ataques e contou com erro polonês para ampliar o placar logo aos 15min.

Depois disso, a Polônia foi para uma pressão desordenada, irritando a própria torcida, que vaiou o time diversas vezes. O gol no segundo tempo fez a equipe europeia ainda pressionar mais no final, mas sem sucesso.

Na próxima rodada, Senegal e Japão fazem o duelo dos líderes da chave, enquanto Polônia e Colômbia dos derrotados na estreia. Ambos serão no domingo (24).

POLÔNIA
Szczesny; Piszczek (Bereszynski), Cionek, Pazdan e Rybus; Blaszczykowski (Bednarek), Krychowiak, Zielinski e Grosicki; Milik (Kownacki) e Lewandowski. T.: Adam Nawalka

SENEGAL
Khadim N'Diaye; Wagué, Sané, Koulibaly e Sabaly; Sarr, Gueye, Alfred N'Diaye (Kouyaté) e Mané; Biram Diouf (N'Doye) e Niang (Konaté). T.: Aliou Cissé

Local: Spartak Stadium, em Moscou (RUS)
Juiz: Nawaf Shukralla (BRN)
Cartões amarelos: Krychowiak (POL); Sané e Gueye (SEN)
Gols: Cionek (SEN, contra), aos 37min do 1º tempo; Niang (SEN), aos 15min, e Krychowiak (POL), aos 41min do 2º tempo


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade