Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Nossa preparação não depende de um jogador, diz capitão uruguaio sobre Salah
Divulgação / @diegogodin
Diego Godín em dia de treino na Rússia

Quinta, 14/6/2018 13:22.

(UOL/FOLHAPRESS)

Zagueiro e capitão da seleção uruguaia, Diego Godín elogiou Mohamed Salah, mas disse que a preparação de seu país para a Copa do Mundo não depende de apenas um jogador.

O atacante egípcio do Liverpool se recupera de uma lesão no ombro, mas foi praticamente confirmado pelo técnico Héctor Cúper para a partida entre as duas seleções, nesta sexta-feira (15), às 9h (de Brasília).

"Estamos nos preparando há muito tempo para a Copa do Mundo, e a nossa preparação não depende de um jogador. [Salah] É um grandíssimo jogador, mas nos preparamos da mesma maneira estando ele ou não. Estamos com a máxima consideração nos preparando há tempo", disse, quando questionado sobre o atacante que se destacou na temporada europeia liderando a campanha do Liverpool até a final da Liga dos Campeões.

Assim, Godín evitou concentrar a preocupação do Uruguai para a estreia em apenas um jogador, e sim em uma seleção que tem recebido elogios por seu conjunto. Tanto que o técnico Oscar Tábarez, também presente na entrevista, respondeu de maneira parecida.

"Ultimamente temos visto que o Egito é a melhor equipe da África, que tem um jogador como Salah que está dentro da elite do futebol mundial. Nós modestamente vamos tratar a controlar todas as virtudes do Egito e impor algumas nossas", explicou.

Uruguai e Egito estão no Grupo A da Copa do Mundo. A chave ainda tem Arábia Saudita e Rússia.

PERGUNTA INOPORTUNA

Godin ainda se irritou com uma outra pergunta da entrevista relacionada a Salah. Questionado sobre a entrada de Sergio Ramos que provocou a lesão do atacante egípcio durante a final da Liga dos Campeões entre Liverpool e Real Madrid, o uruguaio rebateu com veemência.

"É uma pergunta inoportuna porque não creio na má intenção de ninguém. Vi a jogada e me pareceu com muitas que podem acontecer no futebol. Não me tiraram três dentes? São coisas que acontecem no futebol", disse.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Negócios

"Foram quatro anos de tanta recessão que existe uma demanda represada gigantesca".


Geral

Rede municipal tem 1.700 professores que ensinam 15 mil alunos em 44 escolas


Esportes


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Nossa preparação não depende de um jogador, diz capitão uruguaio sobre Salah

Divulgação / @diegogodin
Diego Godín em dia de treino na Rússia
Diego Godín em dia de treino na Rússia
Quinta, 14/6/2018 13:22.

(UOL/FOLHAPRESS)

Zagueiro e capitão da seleção uruguaia, Diego Godín elogiou Mohamed Salah, mas disse que a preparação de seu país para a Copa do Mundo não depende de apenas um jogador.

O atacante egípcio do Liverpool se recupera de uma lesão no ombro, mas foi praticamente confirmado pelo técnico Héctor Cúper para a partida entre as duas seleções, nesta sexta-feira (15), às 9h (de Brasília).

"Estamos nos preparando há muito tempo para a Copa do Mundo, e a nossa preparação não depende de um jogador. [Salah] É um grandíssimo jogador, mas nos preparamos da mesma maneira estando ele ou não. Estamos com a máxima consideração nos preparando há tempo", disse, quando questionado sobre o atacante que se destacou na temporada europeia liderando a campanha do Liverpool até a final da Liga dos Campeões.

Assim, Godín evitou concentrar a preocupação do Uruguai para a estreia em apenas um jogador, e sim em uma seleção que tem recebido elogios por seu conjunto. Tanto que o técnico Oscar Tábarez, também presente na entrevista, respondeu de maneira parecida.

"Ultimamente temos visto que o Egito é a melhor equipe da África, que tem um jogador como Salah que está dentro da elite do futebol mundial. Nós modestamente vamos tratar a controlar todas as virtudes do Egito e impor algumas nossas", explicou.

Uruguai e Egito estão no Grupo A da Copa do Mundo. A chave ainda tem Arábia Saudita e Rússia.

PERGUNTA INOPORTUNA

Godin ainda se irritou com uma outra pergunta da entrevista relacionada a Salah. Questionado sobre a entrada de Sergio Ramos que provocou a lesão do atacante egípcio durante a final da Liga dos Campeões entre Liverpool e Real Madrid, o uruguaio rebateu com veemência.

"É uma pergunta inoportuna porque não creio na má intenção de ninguém. Vi a jogada e me pareceu com muitas que podem acontecer no futebol. Não me tiraram três dentes? São coisas que acontecem no futebol", disse.

Publicidade

Publicidade