Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Gabriel Jesus diz que não se considera ídolo do Brasil

Copa do Mundo

Terça, 12/6/2018 10:30.
Pedro Martins / MoWA Press
Gabriel Jesus

Publicidade

(UOL/FOLHAPRESS)

Centroavante da seleção brasileira, Gabriel Jesus ainda não se considera ídolo da torcida local. De acordo com o jogador do Manchester City, ainda há um longo caminho para percorrer antes que ele possa ostentar o rótulo.

"É muito cedo para falar em ser ídolo. Ainda preciso fazer muita coisa para atingir esse status", disse Jesus, em entrevista à revista GQ.

Ex-centroavante e comentarista da Rede Globo, Walter Casagrande acredita que o atual camisa 9 da seleção tem potencial para se tornar ídolo.

"Apesar da pouca idade, o Gabriel não se assusta com o desafio. Está jogando bem e se sente solto no campo. Tem todo o potencial necessário para ser ídolo", exaltou.

Técnico do brasileiro no City, Pep Guardiola elogiou a energia e a solidariedade do comandado. Além disso, afirmou que ele ainda pode evoluir caso melhore seu entendimento do jogo.

"Acho que o Gabriel nunca vai perder esta energia e a solidariedade e qualidade incríveis que tem. Com o tempo, vai ser um jogador mais sábio, vai entender quando fazer um movimento ou outro", opinou.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Pedro Martins / MoWA Press
Gabriel Jesus
Gabriel Jesus

Gabriel Jesus diz que não se considera ídolo do Brasil

Copa do Mundo

Publicidade

Terça, 12/6/2018 10:30.

(UOL/FOLHAPRESS)

Centroavante da seleção brasileira, Gabriel Jesus ainda não se considera ídolo da torcida local. De acordo com o jogador do Manchester City, ainda há um longo caminho para percorrer antes que ele possa ostentar o rótulo.

"É muito cedo para falar em ser ídolo. Ainda preciso fazer muita coisa para atingir esse status", disse Jesus, em entrevista à revista GQ.

Ex-centroavante e comentarista da Rede Globo, Walter Casagrande acredita que o atual camisa 9 da seleção tem potencial para se tornar ídolo.

"Apesar da pouca idade, o Gabriel não se assusta com o desafio. Está jogando bem e se sente solto no campo. Tem todo o potencial necessário para ser ídolo", exaltou.

Técnico do brasileiro no City, Pep Guardiola elogiou a energia e a solidariedade do comandado. Além disso, afirmou que ele ainda pode evoluir caso melhore seu entendimento do jogo.

"Acho que o Gabriel nunca vai perder esta energia e a solidariedade e qualidade incríveis que tem. Com o tempo, vai ser um jogador mais sábio, vai entender quando fazer um movimento ou outro", opinou.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade