Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Paratletas participaram do Jebequinho nesta sexta-feira
Mariana Dalvesco

Sexta, 13/7/2018 14:51.

Os ParajeBC/2018 que fazem parte dos Jogos Escolares de Balneário Camboriú (Jebequinho) foram realizados na manhã desta sexta-feira (13), com a participação de 18 paratletas, entre 8 a 17 anos, estudantes de escolas públicas (municipais e estaduais). As escolas participantes foram Presidente Médici, Antonio Lucio, Ciep, Ghislandi e João Goulart.

Eles participaram de três provas de atletismo (60m rasos, arremesso de peso e salto em distância).

A diretora de esportes comunitários da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC) Mariana Dalvesco disse que as crianças participantes possuem deficiência visual, física, intelectual ou auditiva.

“A equipe de técnicos e paratletas do município foram os responsáveis pela realização das provas e aproveitaram para convidar todas as crianças a participarem das escolinhas paradesportivas da FMEBC”, completou Mariana.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Política

Vereador diz que projeto regularizando a situação não tramitará rápido


Política

Uma das comissões legislativas é controlada pela oposição


Cidade

Governo terá que agir rápido para não ficar desarticulado


Economia

Aumento médio total é de 11,64% e passa a valer em outubro    


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Paratletas participaram do Jebequinho nesta sexta-feira

Mariana Dalvesco

Os ParajeBC/2018 que fazem parte dos Jogos Escolares de Balneário Camboriú (Jebequinho) foram realizados na manhã desta sexta-feira (13), com a participação de 18 paratletas, entre 8 a 17 anos, estudantes de escolas públicas (municipais e estaduais). As escolas participantes foram Presidente Médici, Antonio Lucio, Ciep, Ghislandi e João Goulart.

Eles participaram de três provas de atletismo (60m rasos, arremesso de peso e salto em distância).

A diretora de esportes comunitários da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC) Mariana Dalvesco disse que as crianças participantes possuem deficiência visual, física, intelectual ou auditiva.

“A equipe de técnicos e paratletas do município foram os responsáveis pela realização das provas e aproveitaram para convidar todas as crianças a participarem das escolinhas paradesportivas da FMEBC”, completou Mariana.

 

Publicidade

Publicidade