Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Operários da Fiat farão greve por causa da contratação de Cristiano Ronaldo

Quarta, 11/7/2018 9:46.

(UOL/FOLHAPRESS) - Operários da montadora Fiat, patrocinadora da Juventus, entrarão em greve no próximo domingo (15) devido à chegada do craque Cristiano Ronaldo, 33, ao clube italiano. Em um comunicado, os trabalhadores mostraram descontentamento com a contratação milionária.

"É inaceitável que os trabalhadores continuem a fazer sacrifícios econômicos, enquanto a companhia gasta milhões de euros num jogador. Eles dizem às famílias para apertarem cada vez mais o cinto e eles decidem investir tanto dinheiro num jogador", disse o o USB (Unione Sindacale di Base) em nota.

"A companhia deveria colocar os interesses dos seus empregados em primeiro lugar. Se isso não acontece, é porque eles preferem o mundo do futebol, entretenimento do que tudo o resto", completou o sindicato, que prevê a greve na fábrica de Melfi das 22h do domingo até as 18h da próxima terça-feira (17).

A Juventus afirmou, por meio de nota, que pagará € 100 milhões (R$ 448 milhões) ao Real Madrid no período de dois anos pelo jogador português. Há ainda o valor destinado ao mecanismo de solidariedade previsto pela Fifa e outros encargos, que somam € 12 milhões (R$ 53,7 milhões).

Cristiano Ronaldo, que terá contrato de quatro temporadas, vai receber € 30 milhões por ano (R$ 134,4 milhões/ano) pelo acordo. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Variedades

A chegada do bom velhinho também dá inicio a uma intensa programação cultural  


Cidade

Toda a comunidade pode participar no próximo domingo


Cidade

Centro de Eventos de Balneário Camboriú será o maior do Sul do país  


Cidade

Obra é cara e mal explicada 


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Operários da Fiat farão greve por causa da contratação de Cristiano Ronaldo

Quarta, 11/7/2018 9:46.

(UOL/FOLHAPRESS) - Operários da montadora Fiat, patrocinadora da Juventus, entrarão em greve no próximo domingo (15) devido à chegada do craque Cristiano Ronaldo, 33, ao clube italiano. Em um comunicado, os trabalhadores mostraram descontentamento com a contratação milionária.

"É inaceitável que os trabalhadores continuem a fazer sacrifícios econômicos, enquanto a companhia gasta milhões de euros num jogador. Eles dizem às famílias para apertarem cada vez mais o cinto e eles decidem investir tanto dinheiro num jogador", disse o o USB (Unione Sindacale di Base) em nota.

"A companhia deveria colocar os interesses dos seus empregados em primeiro lugar. Se isso não acontece, é porque eles preferem o mundo do futebol, entretenimento do que tudo o resto", completou o sindicato, que prevê a greve na fábrica de Melfi das 22h do domingo até as 18h da próxima terça-feira (17).

A Juventus afirmou, por meio de nota, que pagará € 100 milhões (R$ 448 milhões) ao Real Madrid no período de dois anos pelo jogador português. Há ainda o valor destinado ao mecanismo de solidariedade previsto pela Fifa e outros encargos, que somam € 12 milhões (R$ 53,7 milhões).

Cristiano Ronaldo, que terá contrato de quatro temporadas, vai receber € 30 milhões por ano (R$ 134,4 milhões/ano) pelo acordo. 

Publicidade

Publicidade