Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Santos empata com o Botafogo no Rio e sai provisoriamente da zona de rebaixamento

Domingo, 5/8/2018 8:41.

Publicidade

(FOLHAPRESS) - O Santos empatou com o Botafogo por 0 a 0 na tarde deste neste sábado (4), no Rio de Janeiro, e saiu provisoriamente da zona de rebaixamento.

A equipe paulista pode voltar para a zona da degola caso Chapecoense e Bahia ao menos empatem suas partidas.

O jogo marcou a estreia do uruguaio Carlos Sanchez e do paraguaio Derlis Gonzalez, este vindo do banco de reservas, na equipe da baixada santista.

O Botafogo chegou a marcar um gol aos 40 minutos do segundo tempo, com Renatinho, mas a arbitragem o anulou.

Os botafoguenses reclamaram muito e a partida ficou parada por três minutos. O juiz Paulo Roberto Alves Junior conversou com seu auxiliar que marcara a irregularidade e chegou a sinalizar que validaria o gol, mas voltou atrás.

O Botafogo foi melhor no primeiro tempo, especialmente a partir dos 35 minutos, quando a equipe começou a criar uma chance atrás da outra para abrir o placar.

Numa, Victor Ferraz bloqueou o chute de Leo Valencia dentro da área. Em outra, Luiz Fernando, sozinho e também dentro da área, chutou para fora. O Santos até ficou mais com a bola, mas pouco produziu na primeira etapa.

A primeira grande chance do segundo tempo, com um minuto de jogo, também foi dos cariocas. Leo Valencia cobrou falta da direita e Igor Rabello desviou. A bola passou muito perto do gol santista.

Aos 16 o Santos teve a melhor chance da partida. O estreante Carlos Sanchez puxou contra-ataque e, após desvio da zaga carioca, a bola sobrou para Victor Ferraz. Ele finalizou, o goleiro Saulo defendeu de uma forma estranha, a bola voltou no travessão e voltou para Yuri Alberto, que acabara de entrar na vaga de Gabigol, com o goleiro caído. Ele cabeceou, mas Saulo conseguiu defender com o pé.

Apesar disso, o Botafogo manteve a superioridade na segunda etapa.

O Santos volta a campo na próxima quarta (8), às 19h30, contra o Ceará, em Fortaleza. O Botafogo enfrenta o Paraná no domingo (12), às 11h. Ambas as partidas são pelo Campeonato Brasileiro.

BOTAFOGO
Saulo; Marcinho, Carli, Rabello e Yuri; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes, Leo Valencia (Renatinho) e Luiz Fernando (Ezequiel); Pimpão (Aguirre) e Kieza
T.: Bruno Lazaroni (interino)

SANTOS
Vanderlei, Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Renato, Alison (Diego Pituca); Carlos Sánchez; Rodrygo, Bruno Henrique (Derlis González); Gabigol (Yuri Alberto)
T.: Cuca

Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)
Auxliares: Pedro Martinelli e Luciano Roggenbaum (PR)
Público/Renda: 6261 (pagantes) e 6940 (presentes)/R$ 122.665.
Cartões amarelos: Alison, Luiz Felipe, Dodô, Gustavo Henrique, Derlis (SAN); Matheus Fernandes (BOT).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Santos empata com o Botafogo no Rio e sai provisoriamente da zona de rebaixamento

Publicidade

Domingo, 5/8/2018 8:41.

(FOLHAPRESS) - O Santos empatou com o Botafogo por 0 a 0 na tarde deste neste sábado (4), no Rio de Janeiro, e saiu provisoriamente da zona de rebaixamento.

A equipe paulista pode voltar para a zona da degola caso Chapecoense e Bahia ao menos empatem suas partidas.

O jogo marcou a estreia do uruguaio Carlos Sanchez e do paraguaio Derlis Gonzalez, este vindo do banco de reservas, na equipe da baixada santista.

O Botafogo chegou a marcar um gol aos 40 minutos do segundo tempo, com Renatinho, mas a arbitragem o anulou.

Os botafoguenses reclamaram muito e a partida ficou parada por três minutos. O juiz Paulo Roberto Alves Junior conversou com seu auxiliar que marcara a irregularidade e chegou a sinalizar que validaria o gol, mas voltou atrás.

O Botafogo foi melhor no primeiro tempo, especialmente a partir dos 35 minutos, quando a equipe começou a criar uma chance atrás da outra para abrir o placar.

Numa, Victor Ferraz bloqueou o chute de Leo Valencia dentro da área. Em outra, Luiz Fernando, sozinho e também dentro da área, chutou para fora. O Santos até ficou mais com a bola, mas pouco produziu na primeira etapa.

A primeira grande chance do segundo tempo, com um minuto de jogo, também foi dos cariocas. Leo Valencia cobrou falta da direita e Igor Rabello desviou. A bola passou muito perto do gol santista.

Aos 16 o Santos teve a melhor chance da partida. O estreante Carlos Sanchez puxou contra-ataque e, após desvio da zaga carioca, a bola sobrou para Victor Ferraz. Ele finalizou, o goleiro Saulo defendeu de uma forma estranha, a bola voltou no travessão e voltou para Yuri Alberto, que acabara de entrar na vaga de Gabigol, com o goleiro caído. Ele cabeceou, mas Saulo conseguiu defender com o pé.

Apesar disso, o Botafogo manteve a superioridade na segunda etapa.

O Santos volta a campo na próxima quarta (8), às 19h30, contra o Ceará, em Fortaleza. O Botafogo enfrenta o Paraná no domingo (12), às 11h. Ambas as partidas são pelo Campeonato Brasileiro.

BOTAFOGO
Saulo; Marcinho, Carli, Rabello e Yuri; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes, Leo Valencia (Renatinho) e Luiz Fernando (Ezequiel); Pimpão (Aguirre) e Kieza
T.: Bruno Lazaroni (interino)

SANTOS
Vanderlei, Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Renato, Alison (Diego Pituca); Carlos Sánchez; Rodrygo, Bruno Henrique (Derlis González); Gabigol (Yuri Alberto)
T.: Cuca

Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)
Auxliares: Pedro Martinelli e Luciano Roggenbaum (PR)
Público/Renda: 6261 (pagantes) e 6940 (presentes)/R$ 122.665.
Cartões amarelos: Alison, Luiz Felipe, Dodô, Gustavo Henrique, Derlis (SAN); Matheus Fernandes (BOT).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade