Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Futebol para menores carentes no Municípios não pára de crescer

Terça, 14/8/2018 17:09.
Divulgação
Professor Neka (D), futebol para crianças carentes

Publicidade

O projeto ‘Tá na Bola tá na Escola’ que começou em novembro do ano passado com 20 crianças e adolescentes entre 7 a 19 anos, no Bairro dos Municípios, já ultrapassou uma centena de participantes. Criado pelo ex-jogador Onivaldo do Carmo (professor Neka), com apoio da Associação de Moradores do Bairro dos Municipios, o projeto nasceu para dar uma oportunidade e oferecer uma alternativa, tirando estas crianças/adolescentes das ruas. Ele se mantém com doações e ajuda de alunos clientes.

Todos os sábados das 9h às 12h eles se reúnem no campo dos Municípios. A cada três meses é realizado um cachorro quente, no primeiro foram consumidos 600 pães.

“Neste sábado (18) vamos receber uma a escolinha de Navegantes, categorias Sub-9, Sub-11, Sub-13 e Sub-17, e será distribuído cachorro quente para muitos adolescentes”, disse Neka.

Segundo ele, quem conseguiu o acesso ao campo foi o vice-presidente da Associação de Moradores do Bairro dos Municípios João Colsani.

“Toda a ajuda com coletes, bolas e até chuteiras conseguimos através do bom relacionamento que temos. Como aconteceu sábado (11), quando o presidente do Marcílio Dias, Lucas Brunet fez a doação de dois jogos de camisa completos e de seis bolas novas”, acrescentou o treinador.

A comissão técnica é formada pelo diretor João Colsani, o técnico do Sub 11 Alex, o treinador de goleiros Xamxe, a secretária Cristiane Carmo e o colaborador Paulo Luciano.

Neka disse que o emblema do grupo foi criação de Riva Alves.

“Eu quero um bairro dos Municipios melhor. Por isso faço esse trabalho com crianças carentes, para formar cidadãos. Como ex-criança pobre, quase de rua, tive esse passado bem simples, quero que essas crianças entendam que precisam estudar, tem que ter cultura para ser alguém na vida, seja branco, negro ou japones. Este projeto é um plantio de sementes para o futuro”. disse Neka.

O professor

O professor Neka, 52, é professor de eudcação física,formado em 1990 pela Unopar, em Arapongas/PR. Pós graduado em Obesidade e Emagrecimento. Foi preparador físico no futebol profissional. Trabalhou no Marcpílio Diaas,foi campeão estadual em 93 em Rondonia, em 94, CRAC de Catalão (Goiás), em 99 contratado pelo Horod Club, da Arábia Saudita, foi o primeiro profesor da academia Wave em 2000 e hoje tem seu próprio estúdio(Neka Studio).

“Passei fome,fui pobre e tiver o prazer de fazer parte de um projeto que me tirou do possível submundo do crime. Hoje quero retribuir tudo isso”, resumiu Neka.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação
Professor Neka (D), futebol para crianças carentes
Professor Neka (D), futebol para crianças carentes

Futebol para menores carentes no Municípios não pára de crescer

Publicidade

Terça, 14/8/2018 17:09.

O projeto ‘Tá na Bola tá na Escola’ que começou em novembro do ano passado com 20 crianças e adolescentes entre 7 a 19 anos, no Bairro dos Municípios, já ultrapassou uma centena de participantes. Criado pelo ex-jogador Onivaldo do Carmo (professor Neka), com apoio da Associação de Moradores do Bairro dos Municipios, o projeto nasceu para dar uma oportunidade e oferecer uma alternativa, tirando estas crianças/adolescentes das ruas. Ele se mantém com doações e ajuda de alunos clientes.

Todos os sábados das 9h às 12h eles se reúnem no campo dos Municípios. A cada três meses é realizado um cachorro quente, no primeiro foram consumidos 600 pães.

“Neste sábado (18) vamos receber uma a escolinha de Navegantes, categorias Sub-9, Sub-11, Sub-13 e Sub-17, e será distribuído cachorro quente para muitos adolescentes”, disse Neka.

Segundo ele, quem conseguiu o acesso ao campo foi o vice-presidente da Associação de Moradores do Bairro dos Municípios João Colsani.

“Toda a ajuda com coletes, bolas e até chuteiras conseguimos através do bom relacionamento que temos. Como aconteceu sábado (11), quando o presidente do Marcílio Dias, Lucas Brunet fez a doação de dois jogos de camisa completos e de seis bolas novas”, acrescentou o treinador.

A comissão técnica é formada pelo diretor João Colsani, o técnico do Sub 11 Alex, o treinador de goleiros Xamxe, a secretária Cristiane Carmo e o colaborador Paulo Luciano.

Neka disse que o emblema do grupo foi criação de Riva Alves.

“Eu quero um bairro dos Municipios melhor. Por isso faço esse trabalho com crianças carentes, para formar cidadãos. Como ex-criança pobre, quase de rua, tive esse passado bem simples, quero que essas crianças entendam que precisam estudar, tem que ter cultura para ser alguém na vida, seja branco, negro ou japones. Este projeto é um plantio de sementes para o futuro”. disse Neka.

O professor

O professor Neka, 52, é professor de eudcação física,formado em 1990 pela Unopar, em Arapongas/PR. Pós graduado em Obesidade e Emagrecimento. Foi preparador físico no futebol profissional. Trabalhou no Marcpílio Diaas,foi campeão estadual em 93 em Rondonia, em 94, CRAC de Catalão (Goiás), em 99 contratado pelo Horod Club, da Arábia Saudita, foi o primeiro profesor da academia Wave em 2000 e hoje tem seu próprio estúdio(Neka Studio).

“Passei fome,fui pobre e tiver o prazer de fazer parte de um projeto que me tirou do possível submundo do crime. Hoje quero retribuir tudo isso”, resumiu Neka.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade