Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Seleção aumenta equipe técnica com fisioterapeuta e fisiologista de Neymar

Veja o cronograma da Seleção até a estreia em 17 de junho

Sexta, 27/4/2018 6:47.

Publicidade

DIEGO GARCIA E SÉRGIO RANGEL
SÃO PAULO, SP, E RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A CBF definiu a comissão técnica que viajará à Rússia para acompanhar a seleção na Copa. Entre auxiliares, seguranças e outros profissionais de apoio, serão 41 subordinados a Tite, sem contar os 23 jogadores, que serão convocados no dia 14 de maio.

Na time de auxiliares, estão dois membros que fazem parte da equipe pessoal de Neymar, 26, na França.

O preparador físico Ricardo Rosa, que se juntou à seleção em outubro do ano passado, e também o fisioterapeuta Rafael Martini, que já fez duas viagens com o time de Tite, moram em Paris e trabalham para o atacante .

Neymar levou a dupla para o auxiliar assim que se transferiu para o PSG, em julho de 2017. Os dois acompanham no Brasil o processo de recuperação de uma cirurgia no pé direito do atleta.

Na Rússia, Rafael Martini vai atuar ao lado de outros três fisioterapeutas: Ricardo Sasaki, Bruno Mazziotti e Caio Mello. Na Copa de 2014, eram dois fisioterapeutas.

Já Ricardo Rosa terá a companhia de Fábio Mahseredjian na preparação física dos atletas, assim como Taffarel, responsável pelos goleiros.

Outras novidades da lista de Tite são os observadores técnicos Dudu e Bruno Baquete, que vão fazer sua primeira viagem com a seleção. O primeiro vem das seleções de base, enquanto o segundo é do Atlético-PR e já trabalhou com Tite no Corinthians.

Eles acompanham Fernando Lázaro, Thomas Araújo e Mauricio Dulac, analistas de desempenho que vão ajudar Tite a estudar os adversários. Em 2014, Dunga tinha um profissional nessa área.

A lista da Rússia também conta com seis membros na equipe de segurança.

A comissão técnica terá ainda um chef de cozinha, Jodeval Ferreira, o John, contratado para auxiliar Jaime, há mais de 20 anos junto à seleção brasileira.

Os auxiliares mais próximos de Tite na Rússia serão Cléber Xavier, Sylvinho e o filho do treinador, Matheus Bachi. Edu Gaspar é o coordenador, e Luis Vagner o supervisor de futebol.

A comissão técnica optou por não incluir um psicólogo.

"Na seleção, vejo dificuldade pelo curto espaço de tempo", afirmou o técnico à Folha, em outubro de 2017.

A equipe de Tite é maior do que a de seus antecessores. Em maio de 2013, a CBF divulgou uma lista com 18 nomes integrantes da comissão técnica na Copa das Confederações. Luiz Felipe Scolari era o treinador.

Em 2010, Dunga tinha na sua comissão 21 profissionais. Nas eliminatórias para a Copa de 2006, Carlos Alberto Parreira tinha 15 auxiliares.

CHAMADA

Os 23 atletas que vão representar o Brasil no Mundial da Rússia serão convocados no dia 14 de maio. Tite ainda tem dúvida em pelo menos cinco nomes para completar a relação final de jogadores inscritos na competição

CHEGADA

A comissão técnica que vai acompanhar a seleção brasileira começa a concentração a partir do dia 20 de maio, em Teresópolis. Os atletas são aguardados para se apresentarem já no dia 21, quando começam os treinamentos para a Copa

ESTREIA

O Brasil faz seu primeiro jogo a Copa do Mundo em 17 de junho, contra a Suíça, em Rostov. Cinco dias depois, viaja a São Petesburgo para enfrentar a Costa Rica. O último jogo da primeira fase acontece dia 27 de junho, em Moscou, diante da Sérvia


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Seleção aumenta equipe técnica com fisioterapeuta e fisiologista de Neymar

Veja o cronograma da Seleção até a estreia em 17 de junho

Publicidade

Sexta, 27/4/2018 6:47.

DIEGO GARCIA E SÉRGIO RANGEL
SÃO PAULO, SP, E RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A CBF definiu a comissão técnica que viajará à Rússia para acompanhar a seleção na Copa. Entre auxiliares, seguranças e outros profissionais de apoio, serão 41 subordinados a Tite, sem contar os 23 jogadores, que serão convocados no dia 14 de maio.

Na time de auxiliares, estão dois membros que fazem parte da equipe pessoal de Neymar, 26, na França.

O preparador físico Ricardo Rosa, que se juntou à seleção em outubro do ano passado, e também o fisioterapeuta Rafael Martini, que já fez duas viagens com o time de Tite, moram em Paris e trabalham para o atacante .

Neymar levou a dupla para o auxiliar assim que se transferiu para o PSG, em julho de 2017. Os dois acompanham no Brasil o processo de recuperação de uma cirurgia no pé direito do atleta.

Na Rússia, Rafael Martini vai atuar ao lado de outros três fisioterapeutas: Ricardo Sasaki, Bruno Mazziotti e Caio Mello. Na Copa de 2014, eram dois fisioterapeutas.

Já Ricardo Rosa terá a companhia de Fábio Mahseredjian na preparação física dos atletas, assim como Taffarel, responsável pelos goleiros.

Outras novidades da lista de Tite são os observadores técnicos Dudu e Bruno Baquete, que vão fazer sua primeira viagem com a seleção. O primeiro vem das seleções de base, enquanto o segundo é do Atlético-PR e já trabalhou com Tite no Corinthians.

Eles acompanham Fernando Lázaro, Thomas Araújo e Mauricio Dulac, analistas de desempenho que vão ajudar Tite a estudar os adversários. Em 2014, Dunga tinha um profissional nessa área.

A lista da Rússia também conta com seis membros na equipe de segurança.

A comissão técnica terá ainda um chef de cozinha, Jodeval Ferreira, o John, contratado para auxiliar Jaime, há mais de 20 anos junto à seleção brasileira.

Os auxiliares mais próximos de Tite na Rússia serão Cléber Xavier, Sylvinho e o filho do treinador, Matheus Bachi. Edu Gaspar é o coordenador, e Luis Vagner o supervisor de futebol.

A comissão técnica optou por não incluir um psicólogo.

"Na seleção, vejo dificuldade pelo curto espaço de tempo", afirmou o técnico à Folha, em outubro de 2017.

A equipe de Tite é maior do que a de seus antecessores. Em maio de 2013, a CBF divulgou uma lista com 18 nomes integrantes da comissão técnica na Copa das Confederações. Luiz Felipe Scolari era o treinador.

Em 2010, Dunga tinha na sua comissão 21 profissionais. Nas eliminatórias para a Copa de 2006, Carlos Alberto Parreira tinha 15 auxiliares.

CHAMADA

Os 23 atletas que vão representar o Brasil no Mundial da Rússia serão convocados no dia 14 de maio. Tite ainda tem dúvida em pelo menos cinco nomes para completar a relação final de jogadores inscritos na competição

CHEGADA

A comissão técnica que vai acompanhar a seleção brasileira começa a concentração a partir do dia 20 de maio, em Teresópolis. Os atletas são aguardados para se apresentarem já no dia 21, quando começam os treinamentos para a Copa

ESTREIA

O Brasil faz seu primeiro jogo a Copa do Mundo em 17 de junho, contra a Suíça, em Rostov. Cinco dias depois, viaja a São Petesburgo para enfrentar a Costa Rica. O último jogo da primeira fase acontece dia 27 de junho, em Moscou, diante da Sérvia


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade