Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Feijão perde, e Brasil fica sem tenistas nas simples em torneio no país

Sexta, 3/3/2017 6:39.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O tênis brasileiro ficou sem representantes na chave de simples do Aberto do Brasil, disputado nas quadras do Esporte Clube Pinheiros. Nesta quinta-feira (2), o tenista João Souza, o Feijão, perdeu para o espanhol Pablo Carreño, cabeça de chave número 1, por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2.

Antes de Feijão, Thiago Monteiro, Thomaz Bellucci, Rogerinho, Guilherme Clezar e Orlando Luz já haviam sido eliminados da competição.

Nas duplas, o Brasil continua ainda na briga pelo título. A parceria André Sá e Rogerinho avançou para a semifinal após vencerem o neozelandês Artem Sitak e o norte-americano Nicholas Monroe em três sets, com parciais de 7/6 (7-4), 2/6 e 10-2.

Eles pegam agora o vencedor do confronto entre os italianos Fabio Fognini e Simone Bolelli, campeões do Aberto da Austrália de 2015, e do outro o espanhol Pablo Carreño e o uruguaio Pablo Cuevas, principais favoritos e campeões do Aberto do Rio na semana passada. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Divulgação

Excelente opção para os micro empreendedores, pequenas empresas e freelancers.


Editais

Renovação de Licença Ambiental de Operação


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Feijão perde, e Brasil fica sem tenistas nas simples em torneio no país

Sexta, 3/3/2017 6:39.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O tênis brasileiro ficou sem representantes na chave de simples do Aberto do Brasil, disputado nas quadras do Esporte Clube Pinheiros. Nesta quinta-feira (2), o tenista João Souza, o Feijão, perdeu para o espanhol Pablo Carreño, cabeça de chave número 1, por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2.

Antes de Feijão, Thiago Monteiro, Thomaz Bellucci, Rogerinho, Guilherme Clezar e Orlando Luz já haviam sido eliminados da competição.

Nas duplas, o Brasil continua ainda na briga pelo título. A parceria André Sá e Rogerinho avançou para a semifinal após vencerem o neozelandês Artem Sitak e o norte-americano Nicholas Monroe em três sets, com parciais de 7/6 (7-4), 2/6 e 10-2.

Eles pegam agora o vencedor do confronto entre os italianos Fabio Fognini e Simone Bolelli, campeões do Aberto da Austrália de 2015, e do outro o espanhol Pablo Carreño e o uruguaio Pablo Cuevas, principais favoritos e campeões do Aberto do Rio na semana passada. 

Publicidade

Publicidade