Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Promessa brilha na Copinha e está nos planos do Flamengo

Sexta, 13/1/2017 9:00.

(UOL/FOLHAPRESS) - Aos 16 anos, Vinicius Júnior é a sensação do Flamengo na Copinha. Mas se o cuidado com a empolgação está presente nos bastidores do time rubro-negro, ao mesmo tempo já se pensa em utilizar a promessa entre os profissionais.

O atacante é a joia das categorias de base do clube carioca. O status fez a diretoria colocar no contrato uma multa rescisória de 30 milhões de euros -pouco mais de R$ 100 milhões- para não correr o risco de perdê-lo precocemente. O valor para tirá-lo da Gávea é o mesmo do lateral esquerdo Jorge, já realidade e titular absoluto do time principal.

Vinicius vem encantando na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Mas o bom desempenho não surpreendeu o Flamengo, já acostumado a ceder o jovem às seleções brasileiras de base -o atacante veste a amarelinha desde os 13 anos.

O jovem atua pelo sub-17 do rubro-negro. Recentemente, comemorou com os companheiros o título do Campeonato Carioca em um placar agregado de 10 a 1 sobre o rival Vasco. Fez dois gols e foi novamente destaque. Subiu de categoria para a Copinha e apareceu logo no primeiro jogo ao sair do banco de reservas. Foi questão de tempo até assumir a titularidade.

E, ao que tudo indica, o caminho natural será a integração aos profissionais. Após a disputa do Sul-Americano sub-17, o jogador treinará aos poucos com o elenco principal. O objetivo é integrá-lo sem queimar etapas, mas o Flamengo está convencido do tesouro que possui em mãos.

"Ele é uma joia que precisa ser lapidada. Não podemos nos esquecer de que ainda é sub-17. Está sendo treinado, com todo esmero, por um técnico [Gilmar Popoca] que viveu experiência semelhante e era apontado como o sucessor do Zico. Tanto que o Vinicius começou a Copinha na reserva, justamente para não queimar etapas", explicou o vice-presidente de futebol, Flávio Godinho.

"Ele estará com a seleção brasileira a partir de 23 de fevereiro por cerca de um mês. No retorno, o Vinicius pode ser incluído na leva de juniores que passará a treinar com os profissionais. Tudo de acordo com a estratégia traçada pelo departamento de futebol do Flamengo", completou.

Vinicius Júnior é realidade na base. O Flamengo reconhece, porém, que formar um jogador recheado de expectativas não é tarefa simples. É fundamental não errar agora. Mas o clube também sabe que não dá para abrir mão de um talento considerado cada vez mais raro. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Policia


Divulgação

Excelente opção para os micro empreendedores, pequenas empresas e freelancers.


Geral

Conselho Comunitário de Segurança Náutica e Cidadania de Balneário Camboriú


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Promessa brilha na Copinha e está nos planos do Flamengo

Sexta, 13/1/2017 9:00.

(UOL/FOLHAPRESS) - Aos 16 anos, Vinicius Júnior é a sensação do Flamengo na Copinha. Mas se o cuidado com a empolgação está presente nos bastidores do time rubro-negro, ao mesmo tempo já se pensa em utilizar a promessa entre os profissionais.

O atacante é a joia das categorias de base do clube carioca. O status fez a diretoria colocar no contrato uma multa rescisória de 30 milhões de euros -pouco mais de R$ 100 milhões- para não correr o risco de perdê-lo precocemente. O valor para tirá-lo da Gávea é o mesmo do lateral esquerdo Jorge, já realidade e titular absoluto do time principal.

Vinicius vem encantando na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Mas o bom desempenho não surpreendeu o Flamengo, já acostumado a ceder o jovem às seleções brasileiras de base -o atacante veste a amarelinha desde os 13 anos.

O jovem atua pelo sub-17 do rubro-negro. Recentemente, comemorou com os companheiros o título do Campeonato Carioca em um placar agregado de 10 a 1 sobre o rival Vasco. Fez dois gols e foi novamente destaque. Subiu de categoria para a Copinha e apareceu logo no primeiro jogo ao sair do banco de reservas. Foi questão de tempo até assumir a titularidade.

E, ao que tudo indica, o caminho natural será a integração aos profissionais. Após a disputa do Sul-Americano sub-17, o jogador treinará aos poucos com o elenco principal. O objetivo é integrá-lo sem queimar etapas, mas o Flamengo está convencido do tesouro que possui em mãos.

"Ele é uma joia que precisa ser lapidada. Não podemos nos esquecer de que ainda é sub-17. Está sendo treinado, com todo esmero, por um técnico [Gilmar Popoca] que viveu experiência semelhante e era apontado como o sucessor do Zico. Tanto que o Vinicius começou a Copinha na reserva, justamente para não queimar etapas", explicou o vice-presidente de futebol, Flávio Godinho.

"Ele estará com a seleção brasileira a partir de 23 de fevereiro por cerca de um mês. No retorno, o Vinicius pode ser incluído na leva de juniores que passará a treinar com os profissionais. Tudo de acordo com a estratégia traçada pelo departamento de futebol do Flamengo", completou.

Vinicius Júnior é realidade na base. O Flamengo reconhece, porém, que formar um jogador recheado de expectativas não é tarefa simples. É fundamental não errar agora. Mas o clube também sabe que não dá para abrir mão de um talento considerado cada vez mais raro. 

Publicidade

Publicidade