Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Mancuello brilha contra o Nova Iguaçu e Fla mantém os 100% no Carioca

Domingo, 5/2/2017 5:45.

(UOL/FOLHAPRESS) - Com uma atuação de gala de Mancuello, o Flamengo venceu o Nova Iguaçu com facilidade por 4 a 0 e manteve os 100% de aproveitamento no Campeonato Carioca. O argentino foi responsável por dois gols, sendo o segundo uma pintura. Guerrero marcou os outros.
O Rubro-Negro é o líder isolado do Grupo A da Taça Guanabara com 9 pontos.

CLASSIFICAÇÃO

Caso o Botafogo não vença o Macaé às 19h30, o Flamengo estará matematicamente classificado para as semifinais da Taça Guanabara.

O MELHOR

Além dos dois gols, o Mancuello se destacou com os passes e a organização no meio de campo, fazendo com que o time não sentisse a ausência de Diego.

O JOGO

O Flamengo não sofreu sustos em Moça Bonita. Manteve a autoridade nos dois tempos conduzidos por um Mancuello inspirado, um Guerrero com faro de gol e um jovem Adryan querendo mostrar que pode ser uma opção mais usada pelo técnico Zé Ricardo.

POUPADOS

Os meias Diego e Romulo foram poupados da partida deste sábado. Após monitoramento da fisiologia do clube, constatou-se um desgaste muscular da dupla e a comissão técnica achou por bem preservá-los.

PRESENÇA ILUSTRE

O ex-volante Douglas Silva, que atuou pelo Flamengo, esteve presente em Moça Bonita assistindo ao jogo da arquibancada, sem camisa e com seu filho no colo.

NOVA IGUAÇU
Jefferson; Yan (Marlos), Raphael Azevedo, Murilo Henrique e Lucas; Iuri, Paulo Henrique, Caio Cezar e Wescley; Renan Silva (Vinícius Matheus) e Adriano
Técnico: Edson Souza

FLAMENGO
Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Márcio Araújo, Willian Arão (Cuellar), Mancuello, Adryan (Marcelo Cirino) e Gabriel (Leandro Damião); Guerrero
Técnico: Zé Ricardo

Estádio: Moça Bonita, em Bangu
Árbitro: Luiz Antônio Silva dos Santos
Auxiliares: Diogo Carvalho Silva e Carlos Henrique Alves de Lima Filho
Cartões amarelos: Raphael Azevedo, Murilo Henrique (Nova Iguaçu)
Gols: Mancuello, aos 19 min, e Guerrero, aos 45 min do primeiro tempo; Mancuello, aos 11 min, e Guerrero, aos 29 minutos do segundo tempo. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Saúde

Evento é especial para mulheres e inscrições estão abertas


Esportes


Publicidade

Revestimento que já foi sucesso é tendência novamente


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Mancuello brilha contra o Nova Iguaçu e Fla mantém os 100% no Carioca

Domingo, 5/2/2017 5:45.

(UOL/FOLHAPRESS) - Com uma atuação de gala de Mancuello, o Flamengo venceu o Nova Iguaçu com facilidade por 4 a 0 e manteve os 100% de aproveitamento no Campeonato Carioca. O argentino foi responsável por dois gols, sendo o segundo uma pintura. Guerrero marcou os outros.
O Rubro-Negro é o líder isolado do Grupo A da Taça Guanabara com 9 pontos.

CLASSIFICAÇÃO

Caso o Botafogo não vença o Macaé às 19h30, o Flamengo estará matematicamente classificado para as semifinais da Taça Guanabara.

O MELHOR

Além dos dois gols, o Mancuello se destacou com os passes e a organização no meio de campo, fazendo com que o time não sentisse a ausência de Diego.

O JOGO

O Flamengo não sofreu sustos em Moça Bonita. Manteve a autoridade nos dois tempos conduzidos por um Mancuello inspirado, um Guerrero com faro de gol e um jovem Adryan querendo mostrar que pode ser uma opção mais usada pelo técnico Zé Ricardo.

POUPADOS

Os meias Diego e Romulo foram poupados da partida deste sábado. Após monitoramento da fisiologia do clube, constatou-se um desgaste muscular da dupla e a comissão técnica achou por bem preservá-los.

PRESENÇA ILUSTRE

O ex-volante Douglas Silva, que atuou pelo Flamengo, esteve presente em Moça Bonita assistindo ao jogo da arquibancada, sem camisa e com seu filho no colo.

NOVA IGUAÇU
Jefferson; Yan (Marlos), Raphael Azevedo, Murilo Henrique e Lucas; Iuri, Paulo Henrique, Caio Cezar e Wescley; Renan Silva (Vinícius Matheus) e Adriano
Técnico: Edson Souza

FLAMENGO
Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Márcio Araújo, Willian Arão (Cuellar), Mancuello, Adryan (Marcelo Cirino) e Gabriel (Leandro Damião); Guerrero
Técnico: Zé Ricardo

Estádio: Moça Bonita, em Bangu
Árbitro: Luiz Antônio Silva dos Santos
Auxiliares: Diogo Carvalho Silva e Carlos Henrique Alves de Lima Filho
Cartões amarelos: Raphael Azevedo, Murilo Henrique (Nova Iguaçu)
Gols: Mancuello, aos 19 min, e Guerrero, aos 45 min do primeiro tempo; Mancuello, aos 11 min, e Guerrero, aos 29 minutos do segundo tempo. 

Publicidade

Publicidade