Jornal Página 3

Futsal feminino de Balneário é o melhor do Estado

Quinta, 7/12/2017 8:23.

A equipe de futsal feminino do Balcam/FME conquistou um título inédito nesta semana para Balneário Camboriú: campeã da Liga Catarinense de Futsal Sub-20 e nesta sexta-feira (8) vai em busca de mais um, a Liga Catarinense Sub-17. A final será disputada em Chapecó. No primeiro jogo o Balcam/FME venceu por 3x1, portanto entrará em quadra com vantagem de dois gols.

O time Sub-20 comemorou o título e o troféu jogando em casa, no ginásio Multieventos da Barra (4). O segundo jogo da final foi difícil. A equipe da casa venceu Criciúma por 4x2, mesmo placar da primeira partida da fase final. Para chegar ao título o time de Balneário fez cinco vitórias, dois empates e uma derrota.

O técnico campeão Leandro Aguiar está comemorando o título, reconheceu o empenho, mas disse que foi um ano difícil.

“Enfrentamos muitas situações burocráticas que atrapalharam o processo, mas com muito empenho de todos chegamos a esse título inédito”, disse.

As atletas e o técnico, de azul

Além do título ele destacou mais duas conquistas do time: Ana Luiza Almeida do Nascimento, artilheira do campeonato com 14 gols e Talita Cavalheiro, goleira menos vazada, sofreu 18 gols em oito jogos.

O técnico também enfatizou o trabalho dos professores que trabalham no projeto da FMEBC, nas várias categorias (Sub-13/Sub-15/Olesc/Sub-17/Sub-20 e Joguinhos): Denilson Aguiar, Cassio Cunha, Rafael Martins, Reraldi Brumatti Higuchi Aline Cristina Grinwald.

Títulos

“Este ano fomos vice-campeões dos Jogos Escolares, 15 a 17 anos; bronze nos Joguinhos Abertos; campeões estaduais Sub-20 e campeões ou vice estaduais Sub-17 (decisão é nesta sexta)”, disse Aguiar.

Planos

Em 2018 os planos são de fortalecer a categoria adulto e focar no campeonato estadual de futebol de campo.

“Para isso precisamos fortalecer a estrutura, buscar parceiros para isso, ainda não sabemos como será o Bolsa-Atleta nem o Fundesporte, nada foi comentado ainda, são coisas que atrasaram esse ano e atrapalharam o processo, mas quando vieram foram e são muito importantes para o nosso esporte”, colocou o treinador.

Titulares lesionadas não puderam jogar

Elas esperam por cirurgia que não podem pagar

Duda e Petucha com os joelhos lesionados curtindo o troféu.

Duas titulares do Balcam/FMEBC não puderam jogar a fase decisiva da Liga Catarinense, porque estão lesionadas e aguardam há meio ano por uma cirurgia que não podem pagar.

Na segunda-feira (4) quando a equipe conquistou o título, elas estavam no ginásio e posaram para uma foto segurando o troféu.

“Foi uma mistura de sentimentos, ficamos felizes porque o título veio e tristes porque não pudemos jogar. Jogamos apenas a primeira fase da Liga”, disse a ala Valdineia Gomes Pereira, a Petucha, 18 anos, que rompeu o ligamento cruzado no joelho direito durante os Joguinhos Abertos em Caçador e desde então não pôde mais jogar.

Petucha é do interior paulista, joga há cinco anos pelo Balcam e há três está morando em Balneário.

“Jogo futsal desde criança e o meu técnico em São Paulo indicou para o técnico da Fundação. Nos dois primeiros anos eu vinha para competir e voltava, mas depois decidi morar aqui”, contou.

A goleira titular Eduarda Benitez, a Duda, 18 anos, está com uma lesão no menisco (joelho direito), que contraiu pouco antes dos Joguinhos em Caçador. Ela é de Belém do Pará e defende o Balcam há três anos.

Só cirurgia

Os dois casos são cirúrgicos. Os professores da Fundação pagaram exames (ressonância etc) e o diagnóstico indicou cirurgia, que tem custo alto e as atletas não podem pagar. Recorreram à FMEBC, mas ainda esperam por uma solução, o que está deixando as famílias preocupadas.

Segundo Petucha o diretor da Fundação Roberto Ferreira está ‘correndo atrás’, acompanha às atletas em consultas e exames, mas não consegue resolver.

“O médico disse que a minha recuperação pós cirurgia é de seis meses e da Duda 30 dias, isso quer dizer que se tivéssemos feito isso logo, já estaríamos de volta e poderíamos ter jogado o Catarinense”, disse Petucha.

O que diz a Fundação?

O superintendente da FMEBC Alessandro Kuehne disse ao Página3 que a cirurgia da jogadora Petucha está liberada, só falta marcar a data. Mas a cirurgia da goleira Duda ficará para o início do ano.


Publicidade


Colunistas
por Fernando Baumann
por Sonia Tetto
por Saint Clair Nickelle
por Augusto Cesar Diegoli
por Marcos Vinicios Pagelkopf
por Enéas Athanázio
Geral


Política


Cidade

PIB cresceu forte sob Pavan e Spernau e desacelerou entre 2010 e 2015


Guia Legal BC

Festival reunirá sertanejo e música eletrônica no dia 29/12


Guia Legal BC

Banda se apresenta no dia 5 de janeiro


Geral

Consórcio pode ser o fato mais relevante desde que as duas cidades se separaram 53 anos atrás 


Publicidade