Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Ígor não conseguiu completar o Mundial de Kona

Segunda, 10/10/2016 10:48.

Um problema mecânico no câmbio traseiro da bicicleta atrapalhou os planos do triatleta Igor Amorelli, da CPH Brasil, de Balneário Camboriú, que não conseguiu finalizar a Campeonato Mundial de Ironman, sábado, em Kona, no Havaí. Ele foi bem na natação, estava entre os primeiros na prova de ciclismo, mas no quilômetro 130 teve que parar para reparos na bike. Retornou e empenhou o máximo esforço para recuperar o tempo perdido, mas não conseguiu comer nem se hidratar e sentiu. Quando chegou na terceira parte da prova, a corrida, estava excessivamente cansado e não conseguiu comer mais nada, obrigando-o a desistir do quarto Mundial que participou.

"Fiz uma natação forte, comecei bem no ciclismo, tudo estava saindo melhor que o esperado, até o quilômetro 130", disse o triatleta que mesmo com todas as dificuldades conseguiu entregar os 180km em 4h34m44s, em 12º lugar, antes de abandonar a prova bem no início da corrida.

Depois da prova, para a qual se preparou o ano todo, Igor disse que ficou um pouco frustrado, porque esta era a prova de sua vida. Mas que não desistirá.

“O lado bom disso tudo é que eu estava bem, e isso me dá confiança. Saber que estava brigando com os melhores do mundo me dá mais motivação para as próximas”, finalizou, informando que vai descansar alguns dias e depois começar tudo de novo com foco no Mundial de 2017.

O Ironman World Championship foi completamente dominado pelos alemães: Jan Frodeno conquistou o bicampeonato da prova ao completar o percurso em 8h06m30s, seguido por Sebastian Kinle e Patrick Lange.

Igor Amorelli conta com os patrocínios da CPH Brasil, Mizuno, Garmin, Woom, Red Bull, B-Leven e Ridley Bikes, e com o apoio da Oakley e Xterra Wetsuits.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Ígor não conseguiu completar o Mundial de Kona

Segunda, 10/10/2016 10:48.

Um problema mecânico no câmbio traseiro da bicicleta atrapalhou os planos do triatleta Igor Amorelli, da CPH Brasil, de Balneário Camboriú, que não conseguiu finalizar a Campeonato Mundial de Ironman, sábado, em Kona, no Havaí. Ele foi bem na natação, estava entre os primeiros na prova de ciclismo, mas no quilômetro 130 teve que parar para reparos na bike. Retornou e empenhou o máximo esforço para recuperar o tempo perdido, mas não conseguiu comer nem se hidratar e sentiu. Quando chegou na terceira parte da prova, a corrida, estava excessivamente cansado e não conseguiu comer mais nada, obrigando-o a desistir do quarto Mundial que participou.

"Fiz uma natação forte, comecei bem no ciclismo, tudo estava saindo melhor que o esperado, até o quilômetro 130", disse o triatleta que mesmo com todas as dificuldades conseguiu entregar os 180km em 4h34m44s, em 12º lugar, antes de abandonar a prova bem no início da corrida.

Depois da prova, para a qual se preparou o ano todo, Igor disse que ficou um pouco frustrado, porque esta era a prova de sua vida. Mas que não desistirá.

“O lado bom disso tudo é que eu estava bem, e isso me dá confiança. Saber que estava brigando com os melhores do mundo me dá mais motivação para as próximas”, finalizou, informando que vai descansar alguns dias e depois começar tudo de novo com foco no Mundial de 2017.

O Ironman World Championship foi completamente dominado pelos alemães: Jan Frodeno conquistou o bicampeonato da prova ao completar o percurso em 8h06m30s, seguido por Sebastian Kinle e Patrick Lange.

Igor Amorelli conta com os patrocínios da CPH Brasil, Mizuno, Garmin, Woom, Red Bull, B-Leven e Ridley Bikes, e com o apoio da Oakley e Xterra Wetsuits.

Publicidade

Publicidade