Jornal Página 3
Os assuntos mais lidos em 2017 no Página 3 Online

Por Daniele Sisnandes

2017 foi um ano marcado por desafios. Após oito anos do governo Piriquito, Balneário Camboriú passou a ser comandada por uma equipe com a promessa de novas ideias. Na prática, demorou para colocar ordem na casa e faltou comunicação com a população sobre a situação real em que se encontrava o município. Com a máquina ainda mais inchada que na gestão anterior, o governo Fabrício sofreu baixas por falta de decisão política em setores importantes como Saúde e Educação. Faltou também articulação entre os poderes, o que culminou com tensões na política e na segurança. O ano terminou com uma série de reajustes de tributos e nada de uma prometida reforma administrativa que reveria a questão dos cargos comissionados. O Página 3 também enfrentou seus próprios desafios com um impresso renovado, menos edições e força total na internet. O resultado dessa cobertura você lê a seguir. Reveja os fatos que mais atraíram a atenção no Online em 2017.

-Trágico

O ano começou com a morte violenta do oceanógrafo Wiliam Gerdelin, 29 anos. Formado pela Univali em 2000, ele trabalhava nos Estados Unidos e na madrugada do primeiro dia do ano estacionava o carro na Rua 2650, quando foi assaltado e morto por um bandido. O caso repercutiu, familiares e moradores lamentaram o avanço do criminalidade.

-Águas

A Revista Exame escancarou para o Brasil a má qualidade da água das praias locais. As amostras analisadas na época indicavam nove pontos impróprios. A Folha publicou no mês seguinte matéria semelhante. Depois disso o município deu início a ações do projeto Balneário de Águas Limpas e conseguiu fechar o ano de 2017 com apenas dois pontos impróprios na cidade.

-Tráfico

A Praia Central também virou notícia durante a abordagem policial de um grupo que traficava maconha na areia. Houve confusão. Muitos conseguiram fugir, mas voltaram, causando tumulto, vandalismo e desacato. Quatro pessoas foram detidas.

-Novo governo

A composição dos primeiros escalões do Governo Fabrício Oliveira foi motivo de expectativa. O novo prefeito foi atormentado por pedidos de emprego, mas os indicados políticos dominaram os postos. O secretariado chamou a atenção por ser praticamente só composto por homens, quadro que foi sendo modificado aos poucos com novas indicações.

-Na Câmara

Roberto Souza Jr (PMDB) é eleito presidente da Câmara.

-Adeus

O vendedor de milho Zaqueo da Silva, figura conhecida na cidade, se foi no dia 15/01, vítima de um AVC. 

-Herança Ingrata

O Página 3 apurou que o governo Piriquito foi marcado pela irresponsabilidade fiscal, empreguismo e indicadores ruins de saúde e educação. Segundo dados apurados por um consultor, o governo comprometeu a gestão que estava iniciando e as próximas.

-Política

Logo no primeiro mês do ano, o Partido Republicano da Ordem Social (PROS) rompeu com o governo Fabrício. Segundo o presidente da sigla Eduardo Gomes Charão, a decisão foi pelo prefeito descumprir promessa de campanha que não lotearia o secretariado com indicados políticos.

-Cidade perfumada

Foi dado início às operações de limpeza com direito a perfume pelas ruas da cidade. O calçadão, espaço que estava abandonado pelo poder público, foi o escolhido para começar o novo padrão de cuidado com os espaços públicos.   

 -Invasões

A prefeitura apertou o cerco contra ocupações irregulares e realizou algumas operações em encostas e áreas de proteção, iniciando pelo loteamento Fortaleza, no São Judas. Em poucos dias de governo 34 pontos foram identificados na cidade

 

 -Pré-Carnaval

O pré-Carnaval da Green Valley e Skol, na Barra Sul, terminou em quebra-quebra, acidentes e roubos. Faltou planejamento para a questão da segurança, que permitiu tráfego de carros até perto da área da multidão. Depois de investigação, a polícia indiciou culpados, mas a prefeitura não admitiu suas falhas.

-Sergio Renato

O engenheiro Sergio Renato Silva, 64, que durante muitos anos respondeu pela análise de projetos de construção na prefeitura, foi executado na frente de casa, na Praia Brava. Antes de morrer ele investigava a falsificação de sua assinatura em documentos. Quatro envolvidos chegaram a ser presos, mas ainda não se sabe a identidade do mandante.

-Cinema

A Morte de Marga Maier, filme realizado em Balneário, estreou nas telas de Miami.

-Reviravolta

Uma mulher de 20 anos foi indiciada por homicídio do namorado, de 29, morto com um corte no pescoço. Inicialmente ela alegou que ele teria tentado estuprá-la, mas as investigações apontaram a autoria do crime para a própria comunicante, que aguarda júri. 

-Hacker

Um homem apontado como o hacker mais procurado do Brasil foi preso em Balneário pela Polícia Federal. Ele estava escondido em um imóvel na Rua 601, no Centro e usava documentos falsos no nome de Rodines Barcelos da Cruz.

-Primeira Dama

Repercutiu o perfil da primeira-dama Mozara Paris. Ela contou sua trajetória na política, primeiro como candidata a vereadora, depois como apoiadora do marido Fabrício Oliveira, seus projetos para educação empreendedora e trabalho voluntário no município. Mozara já estava grávida de Sofia, a primeira filha do casal, nascida em setembro.

-Naja

Disparada a notícia mais lida do ano foi o aparecimento de uma cobra Naja, na subestação da Emasa, na Rua 3700. A captura foi feita pelos bombeiros e não foi nada fácil. Acredita-se que a Naja veio contrabandeada da África. Foi necessária uma operação para fazer seu transporte até o Butantan, em São Paulo, após nenhum zoo da região querer ficar com ela.

-Cruzeiros

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários liberou o receptivo de navios de cruzeiro em BC pela Bontur S.A. (Parque Unipraias). A fase experimental foi marcada para 6 de abril. 

-Tortura

O MP abriu investigações sobre um vídeo onde pelo menos três guardas municipais torturam um garoto até ele desmaiar. A sessão de tortura teve origem por algo que o rapaz teria dito ou escrito e “ofendido a guarda”. 

 
-Piruka

Um ex-funcionário da Câmara alegou que o vereador Leonardo Piruka (PP) se apropriou de parte dos seus salários. O vereador diz que não é verdade e estaria sendo vítima de extorsão. O Conselho de Ética chegou a investigar, mas dias depois o denunciante voltou atrás e as denúncias foram arquivadas.

-Frei Ladí

Deu o que falar a entrevista do frei Ladí Antoniazzi. Ele relatou sua trajetória na Igreja Católica, falou sobre o assalto violento que sofreu, celibato, solidão e até assédio que sofreu. 

-Uber chegou

A Uber chegou a Balneário Camboriú em festa, mas como em quase todo lugar, enfrentou resistência de taxistas e da prefeitura. Houve audiência pública e uma lei foi aprovada criando regras para o serviço.  


-Menos turistas

A Sectur revelou que houve redução na quantidade de turistas nos primeiros meses do ano, em comparação ao anterior. Cresceu o número de turistas vindos de ônibus, mas diminuiu o número de visitantes que chegam à cidade de automóvel e avião.

-Vendaval

Um vendaval atingiu SC no final de abril e houve prejuízos em muitas cidades. Três irmãos perderam a vida eletrocutados em Itajaí. Por aqui foram registrados apenas danos materiais.

 

-Preziosa

O MSC Preziosa foi o primeiro navio de cruzeiro a fundear em Balneário Camboriú, criando um novo cartão postal e trazendo expectativas para a economia. O Página 3 foi um dos poucos veículos de imprensa a fazer a cobertura desse momento histórico de dentro do navio. 

-Suicídio

O suicídio esteve novamente entre os assuntos mais comentados do mês. Em caso de necessidade de apoio emocional, disque 188.

-Yachthouse

O Ministério Público Federal entrou com ação contra a Pasqualotto & GT sobre a construção do edifício Yachthouse, alegando irregularidades ambientais. Se espalhou pela imprensa regional a possibilidade de a construção vir a ser demolida, mas semanas depois o MPF firmou acordo com a construtora e a obra segue, com previsão de conclusão em 2019.

-Dog parks

Moradores comemoraram o anúncio da instalação de parques para cachorros, mas até agora esperam a obra sair do papel. A reportagem apurou que o problema é a burocracia.

-Inchado

Aos 100 dias, o governo Fabrício “inchou” tanto quanto o de Piriquito. Justificou-se na época necessidade de contratação para compensar afastados por problemas de saúde e houve promessa de revisão do quadro com a reforma administrativa, que ainda não foi apresentada.

-Biometria

Foi iniciado o período de revisão do eleitorado. Os eleitores tiveram o ano todo para procurar a Justiça Eleitoral, mas muitos deixaram para a última hora ou terão que fazer no ano que vem.

-Piriquito na ADR

O ex-prefeito Edson Piriquito
assumiu o comando da ADR.

 

  -Corupá

A GM ocupa a Rua Corupá, com foco no tráfico de drogas. 

-Gaeco

O mês começou agitado com o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) fazendo buscas na Câmara e nas casas de vereadores. Eles foram acusados de aprovar uma lei que beneficiaria em milhões proprietários de terrenos em área de proteção ambiental.

-Carelli

Segundo a PF, a construtora Carelli fez o pagamento de direitos do uso da marca Porsche, que daria nome a projeto de luxo na Praia Brava, de forma irregular. O pagamento foi feito através de doleiros e empresas fantasma. 

-Milícia

O clima esquentou entre as forças de segurança quando policiais militares foram presos por guardas e policiais civis, acusados de integrarem milícia que supostamente agia dentro do quartel. Eles teriam usado de tortura para conseguir a confissão de um crime de homicídio. Dias depois, os PMs foram soltos. A tensão continuou.

-Vez da GM

Um morador registrou Boletim de Ocorrência na delegacia de polícia e formalizou queixa na corregedoria da Guarda Municipal, contra um guarda que o agrediu. A violência foi filmada por uma câmera de segurança. Uma sindicância foi aberta.

-Brutal

Um crime brutal aconteceu em Itajaí. Márcio Pinto, 49 anos assassinou a mulher com um taco de beisebal, a professora Giane Fiorenzano, 44 e depois tirou a própria vida. Ele não aceitava o fim do relacionamento. A filha do casal, de 20 anos, foi quem encontrou os corpos.

-Transferido

O promotor ambiental de Balneário Camboriú, André Otávio Vieira de Mello, foi removido por merecimento para São José. Atualmente quem responde pela promotoria é Isaac Newton Belota Sabbá Guimarães.

Em junho foi a vez do GAECO bater na porta da ex-prefeita de Camboriú, Luzia Coppi Mathias, vereadores e empresários. A operação Terra Prometida levantou que a empresa G.Laffitte comprava terrenos em área rural e depois negociava com agentes públicos a alteração da classificação da zona, para poder lotear e vender. O enriquecimento espantoso de Luzia foi alvo do GAECO. Até hoje não houve julgamento.

-Presos

Quatro envolvidos no assassinato de Sérgio Renato foram presos. Eles não revelaram o nome do mandante.

-Contas apertadas

Itajaí decretou situação de emergência financeira. Estabeleceu uma série de medidas de contenção de despesas, como redução de horas-extras, bolsas e aumentando o controle nas secretarias.

-Alargamento

O governador Raimundo Colombo foi apresentado ao projeto de alargamento da praia central e prometeu ajudar.

-Novo lugar

A feira da Praça da Cultura se estabelece como um novo ponto turístico graças ao incentivo da Fundação, que ampliou o espaço e garantiu vez para as manifestações artísticas.

-Mudanças

Edson Bertelli trocou de cadeiras com Karine Almeida Gomes Cruz. Ela foi para o comando da Administração e ele para o Funservir. Fernando Marchiori havia deixado a Secretaria de Compras para atuar no TPC, mas voltou à pasta após saída de Edson Linhares para a iniciativa privada.

-Criminalidade

O Atlas da Violência mostra Balneário sob criminalidade endêmica.

-Tragédia

Um acidente na BR-101, em Itapema, antes do túnel do Morro do Boi, terminou em tragédia após uma colisão. Duas pessoas morreram carbonizadas.    

 

Balneário Camboriú completa 53 anos com eventos gratuitos. O Página3 presenteou a comunidade apresentando o Parque Temático, que nasceu de uma equipe comandada pelo secretário de Planejamento Edson Kratz. É um projeto a longo prazo, planejando a Balneário Camboriú 2030.

-Novo conceito

Página 3 apresentou em primeira mão o Cidade Caminhável, projeto que privilegia o pedestre e a área verde. O piloto será implantado na região da Igreja Santa Inês, onde tem situações bizarras como essa.

 

 

 

 -Fraudes

Os técnicos da prefeitura detectaram uma série de Habite-se supostamente fraudulentos. A suspeita é que alguém que trabalha ou trabalhava na Secretaria do Planejamento participou das falsificações.

-Quebra-quebra

Terminou em pancadaria o Encontro dos Amigos. No Calçadão  houve uma briga com diversos envolvidos. Um deles caiu desacordado e continuou apanhando. Na areia da praia houve outra confusão e foi necessário apoio da Guarda para intervir.

-Novidade

Primeira peixaria gourmet de Santa Catarina é inaugurada em Balneário.

-Creches

Prefeitura lança chamada para vagas em creches particulares e abre caminho para uma nova forma de cobrir a demanda reprimida. 

-Canchas

Apesar de uma ação popular contra o uso restrito de canchas de bocha na praia, a Justiça Federal decidiu que elas devem permanecer na orla.

-Imprudência

Em seu primeiro mês de funcionamento semanal, a Atlântica Ativa registrou cenas lamentáveis. Em um dos domingos, motoristas impacientes furaram o bloqueio dos cones e transitaram pela faixa reservada à prática esportiva, o que poderia ter terminado em atropelamento em massa. O município fez mudanças e melhorou a sinalização.

-Piscina

Uma menina de 7 anos, de São Paulo morreu afogada na piscina do Hotel Sanfelice, quando o cabelo dela ficou preso no ralo. A fiscalização foi intensificada em toda a cidade.

-Cocaaada!

A história de Tereza, a Tia da Cocada, virou documentário dirigido por Emílio Padisil e Marcio Roberto Gonçalves. O curta foi exibido no Teatro em noite de homenagens à ambulante.

 

 

-Ruth

Resolução do Conselho de Saúde restringiu os atendimentos no Hospital Ruth Cardoso para moradores da cidade. O Ministério Público reagiu e recomendou suspensão das decisões do COMUS, por ilegalidade na composição de sua diretoria. O presidente, Fernando Michels Brito, foi afastado.

-Suelen

Com o tempo de 14´44, a paratleta Suelen Marcheski de Oliveira, 18, conquistou medalha de ouro nos 100m rasos do Campeonato Mundial de Jovens de Atletismo em Nottwill, na Suíça. A melhor marca de Suelen é também recorde brasileiro da prova. 

 

 

-Violência

Pai e filho foram baleados dentro de casa na Rua Uruguai, no Bairro das Nações, ao reagirem a um assalto. Os dois foram socorridos. No mesmo mês quatro assaltantes invadiram uma casa no Centro e renderam casal e uma mulher foi assaltada e teve o carro roubado enquanto colocava o cinto nos filhos. Um mês depois a Civil prendeu dois dos integrantes da quadrilha que aterrorizava a região.

-Faleceu

O empresário Joel Pires morreu aos 78 anos. Ele começou com uma pequena farmácia e fez história e fortuna na cidade no ramo imobiliário e da hotelaria.

-Navios

20 escalas de cruzeiro foram confirmadas para a temporada através das empresas MSC, Pullmantur e Costa.

-Nova tensão

A relação entre Polícia Militar e Guarda Municipal voltou a estremecer quando um GM foi preso por PMs por porte ilegal de arma de fogo. Ele fazia serviço de segurança no supermercado Angeloni. Meses depois a Polícia Civil indiciou dois PMs por falsidade ideológica. Eles deram nomes falsos ao 190 para denunciar o guarda fazendo bico. Em seguida o delegado responsável Osnei Valdir de Oliveira, foi transferido da cidade.

-Mudanças

Denize Leite deixou o comando da Secretaria de Educação e no lugar assumiu Rosângela Percegona Borba.

-Encomendou

A Civil divulgou o retrato falado do homem que encomendou o assassinato de Sérgio Renato. Até agora ninguém foi preso. Informações (47) 3398-6276 ou 181.

-Feminicídio

Uma garota de 15 anos foi morta estrangulada pelo próprio namorado na casa em que morava com ele, no Bairro São Judas. 

-Esperança

Foi inaugurado o 1º abrigo para mulheres vítimas de violência doméstica, a Casa das Anas. A iniciativa foi da ONG Vidas Recicladas.

“Salve” de organização criminosa
disseminou o caos em SC.
Em Itajaí, um ônibus
foi incendiado e Camboriú,
o PM da reserva
Edson Abílio Alves foi morto a tiros.

 

 

 

-Coral

Repercutiu na cidade a notícia de uma mulher de 56 anos, picada no calcanhar por uma cobra coral. O incidente aconteceu na Rua México, Nações, mas por sorte, a cobra não conseguiu inocular o veneno.

-Tragédia

Os amigos Valmir da Silva e Everton Hercílio da Luz tiveram a vida abreviada após acidente enquanto pescavam no mar. Eles estavam em um barco pequeno, que apareceu na costa logo após o acidente, bem deteriorado, como se tivesse se chocado em algo. Ambos trabalhavam na Marina Tedesco e eram experientes no mar.

-Marco

Balneário deu o 1º passo para a busca da certificação das praias de Taquaras, Estaleiro e Estaleirinho no programa Bandeira Azul.

-Farpas

O vereador Nilson Probst ofendeu o secretário de Segurança Gabriel Castanheira em uma sessão legislativa. Por pouco o bate-boca não chega às vias de fato.

-Adeus

O mês de setembro foi marcado pelos falecimentos de pessoas icônicas da cidade: o ex-prefeito Harold Schultz, aos 81 anos, o empresário Carlinhos Rosa, aos 96 e Carlos Alberto Silva (ou o Homem do Chifre, como era conhecido), aos 73.

-Polêmica

Após acordo entre o MP e o município, os donos dos pontos de milho e churros foram orientados a fazer reformas, mas o novo padrão não agradou a todos. Houve muitas críticas da população.

-Injustiça virtual

Um garoto levou um chute na cabeça e ficou desacordado, na saída de um colégio. O vídeo da agressão se espalhou pelas redes e o fato ganhou o Brasil.

-Empacado

Foi criticada a demora para deliberação no Legislativo sobre proposta que institui a nova forma de tramitação na prefeitura de projetos da construção civil. Com isso, quem quisesse construir, tinha que esperar. Parte do problema era a falta de um interlocutor com o governo, sem secretário de Articulação desde agosto. Um mês depois da reportagem a situação avançou e a lei aprovada.

-Sem asfalto

A empresa Vogelsanger, de Camboriú, desistiu do contrato para requalificação viária em Balneário, um contrato de mais de R$ 5 milhões. Desde o começo dos trabalhos a fiscalização foi dura, com testes nunca antes feitos na cidade. Houve atrasos por falta de materiais e maquinário pesado e a empresa resolveu desistir para não atrasar ainda mais. A 2ª colocada na licitação foi chamada.

-Rota da droga

PF realiza prisões em Balneário e região em decorrência de operação contra o tráfico de drogas através de portos. O dono de uma imobiliária foi preso. O grupo é acusado de traficar milhões em cocaína para o exterior.

-Jesus

Um morador causou um rebuliço na cidade, ao apagar um grafite na Praça da Cultura. Em protesto contra a obra, ele escreveu “Jesus” antes de cobrir tudo com tinta branca, porque via o diabo no desenho. 

-De novo

Ônibus tranca em ponte sobre a Rua 3700 e um guia de turismo é projetado pelo vidro. Acidentes naquele local são frequentes por falta de sinalização adequada.

 

-Recatado

O Governo Fabricio Oliveira distribuiu uma normativa sobre vestimentas do funcionalismo e baniu decotes, roupas curtas e transparências das moças; e bonés, chinelos e camisas de times dos homens. Deu o que falar!

-Inaugurou

Movimentou a cidade a inauguração do Bistek, supermercado que ocupou o antigo Speciale/Xande. 

-Menos um

Jorge Teixeira deixa a Secretaria de Saúde. A justificativa dele foi excesso de trabalho. Ele estava acumulando responsabilidades desde a saída - também por vontade própria - da então gestora Ionice Maria do Amaral.

-Pegou fogo

Incêndio destruiu a Churrascaria Castelo
de Ouro, na Brasil.
Os bombeiros agiram rapidamente
e conseguiram conter as chamas.

 

-Big Wheel

Município recebe bem a proposta de instalação de uma roda gigante pela iniciativa privada em um terreno particular no Pontal Norte. O projeto prevê investir R$ 40 milhões em um novo equipamento turístico para a cidade. Agora vai depender de aprovação de projeto e de conseguir as licenças ambientais.

-Fraudes

O Página 3 apurou que dezenas de pontos de milho, churros, aluguel de cadeiras e guarda-sóis na praia central trocaram de dono, o que é proibido por lei. A prefeitura alegou que a associação apresentou desistências formais dos beneficiários. A situação deve ser regularizada só em 2019, data limite para ocorrer a licitação dos espaços.

-Sem dinheiro

Com as contas apertadas e a máquina inchada, a prefeitura focou no bolso dos contribuintes. O reajuste do IPTU foi o que mais revoltou a população, também houve reajustes da iluminação pública e do ITBI.

-Promessa

O prefeito Fabrício Oliveira se comprometeu em reunião com o empresariado em cortar 700 vagas de ACTs no ano que vem para aliviar as contas e uma das saídas seria terceirizar o Ruth Cardoso. 

-Totens

A contratação sem licitação do aluguel de 10 totens de segurança por R$ 1,6 milhão por um ano foi bastante criticada. Os equipamentos, com câmeras e sistemas de comunicação com a GM, já foram instalados.

-Medalhistas

Nos JASC Balneário ficou em 11º lugar no quadro geral com 19 medalhas, entre elas, cinco de ouro. Na Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) ocupou o 16º lugar na classificação geral e trouxe 15 medalhas.

-Outlet

O anúncio do Porto Belo Outlet Premium atraiu a atenção da audiência. Houve atraso na obra e o empreendimento foi inaugurado em meados de dezembro.

-Segue o day

O autor da BC Mil Grau, Magnums Santos, aceitou mostrar o rosto pela primeira vez a um jornal e falou da história da página, com 140 mil seguidores.

-BC Port

O projeto do BC Port dividiu opiniões em audiência pública de apresentação. Técnicos manifestaram que ele é ambiental, social e economicamente nocivo ao interesse da cidade.

 

-Parceria


Emasa dará início a um estudo técnico para apresentar às autoridades de Camboriú a possibilidade de instalação da rede de esgoto naquela cidade. A ideia é a Emasa implantar o esgoto e cobrar por isso. Camboriú negociava com a Águas de Camboriú, concessionária da água, mas as reclamações dos usuários são grandes por diversos motivos, como instabilidade no serviço e cobranças supostamente indevidas.

 -Alerta

Condomínios distribuíram a fotos de um invasor que havia cometido tentativas de furto na região central. Câmeras flagraram o larápio entrando em prédios.

 

-A ponte

Depois de anos de espera, parece que a ponte sobre Rio Camboriú, do lado oeste, vai sair. O deputado Rogério ‘Peninha’ Mendonça (PMDB) informou ao prefeito a liberação pela ANTT. A obra será realizada pela Autopista Litoral Sul.

-Surf

O surfista Willian Cardoso conquistou lugar na elite mundial do surf e foi recepcionado com uma carreata pelas principais ruas de Balneário, onde ele morava quando começou a carreira.

-Lixeiras

Depois de renovado o contrato com a Ambiental por mais 20 anos, a empresa iniciou a instalação de lixeiras subterrâneas nas proximidades com o Calçadão. A iniciativa foi bastante elogiada pelos internautas.

-Feminicídio 2

Chocou o feminicídio de Karla S. de Sá Lopes, 28 anos morta pelo marido, PM da reserva, com um tiro na cabeça, na casa deles em Itapema. O corpo foi encontrado enterrado na Praia de Taquaras. O crime foi motivado por ciúmes. 

-Abraço

O Programa Abraço, iniciativa de proteção ao idoso criada em abril pelo município, fez mais de mil atendimentos em seu breve período de funcionamento revelando uma realidade alarmante: a situação de vulnerabilidade das pessoas da terceira idade em BC. 

-Comunidade alerta

Moradores relataram à polícia e à imprensa supostos abusos sexuais cometidos por um comerciante do Iate Clube. Ele teria molestado pelo menos oito crianças em diversas épocas. A Polícia Civil garantiu que vai investigar os casos novos e os antigos.


 

 

 


Sexta, 12/1/2018 17:33.


Fale Conosco - Anuncie neste site - Normas de Uso
© Desenvolvido por Pagina 3

Endereco: Rua 2448, 360 - Balneario Camboriu - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br