Jornal Página 3
Enquete Camború 134 anos: como melhorar?
Reprodução

Os cidadãos de Camboriú vivenciam o dia a dia de desafios de uma cidade que cresce, ainda com muitos problemas básicos como infraestrutura e saneamento a serem resolvidos.
Eles opinaram sobre o que pode melhorar, confira.

 

Merece uma atenção especial o bairro Várzea do Ranchinho, há meses está assim. Nem a prefeitura nem autopista resolvem! Sem falar na falta de luz constante, ruas sem nenhum calçamento, todas esburacadas, poeira, nem sequer um saneamento básico”, reclama Alini Maiara Sommavilla

 

 “Juntar BC e Camboriú de novo. Essa separação foi uma total besteira, deixou Camboriú à míngua. Unidos, poderiam fazer muito mais, com menos burocracia e mais capacidade de gestão.”, Fábio Moser

 

 “A diminuição no número de igrejas e o aumento do número de escolas
e acesso à educação e cultura já fariam toda a diferença.” Ivan Alf

 “Camboriú merece evoluir, ainda não apareceu um administrador com garra e determinação para levar essa cidade adiante a evoluir, uma cidade que cresce na sombra das praias de BC mas que ainda não encontrou um caminho para expansão. Uma cidade linda por natureza.…” Gledson Silva

 

 “A nossa luz é uma vergonha, além do valor alto que pagamos, vive caindo e queimando nossos eletros, falta creche, segurança. Camboriú é e sempre foi mal administrada, o erro começou quando separaram Camboriú de Balneário, essa separação foi o maior erro... Mais ainda dá tempo de corrigir e juntar as duas novamente (...) Queremos mais que isso, queremos empresas para o povo trabalhar, todas ruas pavimentadas, saúde e educação de qualidade, luz mais barata, água de melhor qualidade... Governantes realmente querem a evolução da nossa querida e velha Camboriú, que já está cansada dos maus tratos. Essa é a Camboriú dos meus sonhos e dos sonhos desse povo que aqui vive na labuta do dia a dia. Mas a realidade é outra”. Ieda Salete

 

 “Colocar água e esgoto na Várzea do Ranchinho que há 20 anos não tem e pavimentar”, Paulo Seghessi 

 

 

“Tudo, precisa melhorar em tudo, ruas abandonadas, uma criança para conseguir vaga em creche leva mais de um ano, qualquer chuva já cai a energia, no verão falta água, etc etc etc. No meu bairro não tem linha para telefone nem internet, só por antena, Camboriú parou no tempo”. Emerson Camponi

 

 

“Fazer urgentemente uma ciclovia nos bairros Tabuleiro e Monte Alegre, melhorar a saúde, que cada dia que passa fica pior. Por exemplo médico neurologista que atende 3 vezes na semana agora vai atender uma vez por mês. Se atendendo 3 vezes por semana não dá conta da demanda imagina apenas uma vez por mês. Que diminua a burocracia de conseguir medicamento de alto custo.”, Dayanne de Souza

 

 

“Inadmissível ainda existir ruas com esgoto aberto, sem infraestrutura e rua de chão batido, sem falar nos buracos, uma total falta de profissionalismo esse pessoal da secretaria de obras destruir as ruas e deixar de qualquer jeito....vixi olha não tem como pontuar, são várias melhorias que a cidade necessita.” Fabiane Fernandes

 

“Precisa de políticos comprometidos com a cidade e não com o que está aí hoje. Em 25 anos que vivo na região, a cidade virou um amontoado de problemas que devido ao adensamento das construções movido pela especulação imobiliária, tornou os problemas tão graves que não tem mais jeito. Praia suja, turismo de baixo nível, comércio ficando cada vez mais desorganizado e perdendo a força, trânsito insuportável. Pergunto, qual o turista de bom nível que quer vir para um lugar desses?”, Jairo Wegner 

 “Eu sei que toda cidade tem problemas, gosto muito de Camboriú, mas só para começar precisamos de mais horários de ônibus nos bairros; calçadas por favor! Os pedestres são obrigados a andar nas ruas porque os donos de terrenos baldios estão pouco ligando para o povo. Querem mais é especular financeiramente. Que a energia elétrica não caia tanto (Camboriú cresceu, esqueceram?) Mais segurança nos horários de pico, o trânsito é terrível; principalmente na Santa Catarina”. Zàira Luzia Ferreira   

 

 

 “Planejamento urbano, de forma sustentável e ecologicamente equilibrada, visando a proteção dos espaços que ainda estão verdes, e priorizar os investimentos na educação básica” João Luiz  

 

 

 

“Temos muito a comemorar no aniversário de Camboriú: ocrescimento da cidade, a expansão da economia e mudanças com a modernização na prestação de serviços. No entanto, a cidade ainda precisa acelerar a infraestrutura para acompanhar o desenvolvimento do município, incluindo o saneamento básico.” Thais Forest Gallina, diretora executiva da Águas de Camboriú  

 

 “O crescimento econômico da cidade, em especial do comércio e da construção civil, é um dos maiores motivos para comemorarmos o aniversário de Camboriú. No entanto, o município ainda precisa encontrar soluções para melhorar a mobilidade urbana, principalmente nas principais vias de acessos à Camboriú.” Nelson Pereira, comerciante  e secretário do Sindilojas 

 

 “Novas redes de esgoto despoluição do rio Camboriú, criar novas rotas de entrada e saída da cidade, liberar projetos de edificação para acelerar o crescimento e desenvolvimento local”. Leandro Bruning Vieira

“Gosto muito de morar em Camboriú. Minha maior dificuldade são as ruas Rio Pardo e conexão bairro Nova Esperança/bairro São Francisco sem asfalto”, Ju Schuh  

 


Vereador John Lenon (PSDB)

“O melhor que o nosso município de Camboriú tem hoje a oferecer, além de suas belezas naturais, é a força e a garra da nossa população trabalhadora e hospitaleira.

Completamos 134 anos de uma linda história construída com muita fé, luta e dedicação das famílias camboriuenses. Mas precisamos continuar evoluindo.

Como vereador, tenho cobrado do atual governo uma gestão mais eficiente. Para isso, é necessário a valorização dos servidores públicos, a continuação das obras paradas em nossa cidade. Infelizmente ainda faltam medicamentos e profissionais na saúde, falta manutenção nos postos de saúde e escolas, e nossas ruas e avenidas estão em péssimas condições.

O atual gestor perdeu a oportunidade em seu primeiro ano de mandato de realizar a reforma administrativa, fundamental para baixar o índice de gastos da folha de pagamento e o custeio da máquina pública e aumentar a margem de investimento.

Camboriú hoje é a 15a cidade em população no Estado, sendo assim, penso que é necessário ter uma gestão inovadora, humanizada e incentivadora, especialmente na promoção do empreendedorismo, para alavancar o desenvolvimento econômico, gerando novos investimentos e mais oportunidades de empregos. Com respeito pelo passado e compromisso com o futuro!” 


Vereadora Jane Stefenn (REDE)  

“A primeira coisa que Camboriú tem e sempre teve a comemorar é o nosso povo que é muito guerreiro. Um povo que ama a sua cidade e que muitas vezes foi esquecido e mal tratado pelos que governaram nossa cidade. São mulheres e homens trabalhadores que precisam enfrentar alagamentos, falta d´água, ruas esburacadas, falta de vagas em creches, problemas na área da saúde, corrupção, mas é uma gente que não desiste de Camboriú, que ama a nossa cidade, que sempre quer o melhor para ela.

O que também temos muito a comemorar neste aniversário especificamente, é a área do meio ambiente que está sendo cuidada exemplarmente por essa gestão da Fucam encabeçada pela presidente Liara Padilha e sua equipe. Em pouco mais de um ano, vimos uma evolução gigantesca na proteção e na recuperação dos danos ao meio ambiente que foram causados nos últimos 30 anos por desmandos de administrações anteriores e empresários que lotearam a nossa Camboriú sem qualquer responsabilidade com o nosso futuro.

E são exatamente os danos - e agora eu não falo só do meio ambiente - causados por esses desmandos de três décadas que é o grande desafio a ser enfrentado. Hoje, temos um gasto com a folha de pessoal que não é um resultado de agora, mas de uma falta de responsabilidade de prefeitos anteriores, que inflaram a máquina sem se preocupar com a saúde financeira do município. Os alagamentos são resultado de uma falta de planejamento para estruturar nossa cidade para o crescimento ordenado, por exemplo. Temos um grande desafio pelafrente, mas acredito em nossa cidade e no poder do nosso povo.”


 


Página 3

Enquete Camború 134 anos: como melhorar?

Reprodução

Os cidadãos de Camboriú vivenciam o dia a dia de desafios de uma cidade que cresce, ainda com muitos problemas básicos como infraestrutura e saneamento a serem resolvidos.
Eles opinaram sobre o que pode melhorar, confira.

 

Merece uma atenção especial o bairro Várzea do Ranchinho, há meses está assim. Nem a prefeitura nem autopista resolvem! Sem falar na falta de luz constante, ruas sem nenhum calçamento, todas esburacadas, poeira, nem sequer um saneamento básico”, reclama Alini Maiara Sommavilla

 

 “Juntar BC e Camboriú de novo. Essa separação foi uma total besteira, deixou Camboriú à míngua. Unidos, poderiam fazer muito mais, com menos burocracia e mais capacidade de gestão.”, Fábio Moser

 

 “A diminuição no número de igrejas e o aumento do número de escolas
e acesso à educação e cultura já fariam toda a diferença.” Ivan Alf

 “Camboriú merece evoluir, ainda não apareceu um administrador com garra e determinação para levar essa cidade adiante a evoluir, uma cidade que cresce na sombra das praias de BC mas que ainda não encontrou um caminho para expansão. Uma cidade linda por natureza.…” Gledson Silva

 

 “A nossa luz é uma vergonha, além do valor alto que pagamos, vive caindo e queimando nossos eletros, falta creche, segurança. Camboriú é e sempre foi mal administrada, o erro começou quando separaram Camboriú de Balneário, essa separação foi o maior erro... Mais ainda dá tempo de corrigir e juntar as duas novamente (...) Queremos mais que isso, queremos empresas para o povo trabalhar, todas ruas pavimentadas, saúde e educação de qualidade, luz mais barata, água de melhor qualidade... Governantes realmente querem a evolução da nossa querida e velha Camboriú, que já está cansada dos maus tratos. Essa é a Camboriú dos meus sonhos e dos sonhos desse povo que aqui vive na labuta do dia a dia. Mas a realidade é outra”. Ieda Salete

 

 “Colocar água e esgoto na Várzea do Ranchinho que há 20 anos não tem e pavimentar”, Paulo Seghessi 

 

 

“Tudo, precisa melhorar em tudo, ruas abandonadas, uma criança para conseguir vaga em creche leva mais de um ano, qualquer chuva já cai a energia, no verão falta água, etc etc etc. No meu bairro não tem linha para telefone nem internet, só por antena, Camboriú parou no tempo”. Emerson Camponi

 

 

“Fazer urgentemente uma ciclovia nos bairros Tabuleiro e Monte Alegre, melhorar a saúde, que cada dia que passa fica pior. Por exemplo médico neurologista que atende 3 vezes na semana agora vai atender uma vez por mês. Se atendendo 3 vezes por semana não dá conta da demanda imagina apenas uma vez por mês. Que diminua a burocracia de conseguir medicamento de alto custo.”, Dayanne de Souza

 

 

“Inadmissível ainda existir ruas com esgoto aberto, sem infraestrutura e rua de chão batido, sem falar nos buracos, uma total falta de profissionalismo esse pessoal da secretaria de obras destruir as ruas e deixar de qualquer jeito....vixi olha não tem como pontuar, são várias melhorias que a cidade necessita.” Fabiane Fernandes

 

“Precisa de políticos comprometidos com a cidade e não com o que está aí hoje. Em 25 anos que vivo na região, a cidade virou um amontoado de problemas que devido ao adensamento das construções movido pela especulação imobiliária, tornou os problemas tão graves que não tem mais jeito. Praia suja, turismo de baixo nível, comércio ficando cada vez mais desorganizado e perdendo a força, trânsito insuportável. Pergunto, qual o turista de bom nível que quer vir para um lugar desses?”, Jairo Wegner 

 “Eu sei que toda cidade tem problemas, gosto muito de Camboriú, mas só para começar precisamos de mais horários de ônibus nos bairros; calçadas por favor! Os pedestres são obrigados a andar nas ruas porque os donos de terrenos baldios estão pouco ligando para o povo. Querem mais é especular financeiramente. Que a energia elétrica não caia tanto (Camboriú cresceu, esqueceram?) Mais segurança nos horários de pico, o trânsito é terrível; principalmente na Santa Catarina”. Zàira Luzia Ferreira   

 

 

 “Planejamento urbano, de forma sustentável e ecologicamente equilibrada, visando a proteção dos espaços que ainda estão verdes, e priorizar os investimentos na educação básica” João Luiz  

 

 

 

“Temos muito a comemorar no aniversário de Camboriú: ocrescimento da cidade, a expansão da economia e mudanças com a modernização na prestação de serviços. No entanto, a cidade ainda precisa acelerar a infraestrutura para acompanhar o desenvolvimento do município, incluindo o saneamento básico.” Thais Forest Gallina, diretora executiva da Águas de Camboriú  

 

 “O crescimento econômico da cidade, em especial do comércio e da construção civil, é um dos maiores motivos para comemorarmos o aniversário de Camboriú. No entanto, o município ainda precisa encontrar soluções para melhorar a mobilidade urbana, principalmente nas principais vias de acessos à Camboriú.” Nelson Pereira, comerciante  e secretário do Sindilojas 

 

 “Novas redes de esgoto despoluição do rio Camboriú, criar novas rotas de entrada e saída da cidade, liberar projetos de edificação para acelerar o crescimento e desenvolvimento local”. Leandro Bruning Vieira

“Gosto muito de morar em Camboriú. Minha maior dificuldade são as ruas Rio Pardo e conexão bairro Nova Esperança/bairro São Francisco sem asfalto”, Ju Schuh  

 


Vereador John Lenon (PSDB)

“O melhor que o nosso município de Camboriú tem hoje a oferecer, além de suas belezas naturais, é a força e a garra da nossa população trabalhadora e hospitaleira.

Completamos 134 anos de uma linda história construída com muita fé, luta e dedicação das famílias camboriuenses. Mas precisamos continuar evoluindo.

Como vereador, tenho cobrado do atual governo uma gestão mais eficiente. Para isso, é necessário a valorização dos servidores públicos, a continuação das obras paradas em nossa cidade. Infelizmente ainda faltam medicamentos e profissionais na saúde, falta manutenção nos postos de saúde e escolas, e nossas ruas e avenidas estão em péssimas condições.

O atual gestor perdeu a oportunidade em seu primeiro ano de mandato de realizar a reforma administrativa, fundamental para baixar o índice de gastos da folha de pagamento e o custeio da máquina pública e aumentar a margem de investimento.

Camboriú hoje é a 15a cidade em população no Estado, sendo assim, penso que é necessário ter uma gestão inovadora, humanizada e incentivadora, especialmente na promoção do empreendedorismo, para alavancar o desenvolvimento econômico, gerando novos investimentos e mais oportunidades de empregos. Com respeito pelo passado e compromisso com o futuro!” 


Vereadora Jane Stefenn (REDE)  

“A primeira coisa que Camboriú tem e sempre teve a comemorar é o nosso povo que é muito guerreiro. Um povo que ama a sua cidade e que muitas vezes foi esquecido e mal tratado pelos que governaram nossa cidade. São mulheres e homens trabalhadores que precisam enfrentar alagamentos, falta d´água, ruas esburacadas, falta de vagas em creches, problemas na área da saúde, corrupção, mas é uma gente que não desiste de Camboriú, que ama a nossa cidade, que sempre quer o melhor para ela.

O que também temos muito a comemorar neste aniversário especificamente, é a área do meio ambiente que está sendo cuidada exemplarmente por essa gestão da Fucam encabeçada pela presidente Liara Padilha e sua equipe. Em pouco mais de um ano, vimos uma evolução gigantesca na proteção e na recuperação dos danos ao meio ambiente que foram causados nos últimos 30 anos por desmandos de administrações anteriores e empresários que lotearam a nossa Camboriú sem qualquer responsabilidade com o nosso futuro.

E são exatamente os danos - e agora eu não falo só do meio ambiente - causados por esses desmandos de três décadas que é o grande desafio a ser enfrentado. Hoje, temos um gasto com a folha de pessoal que não é um resultado de agora, mas de uma falta de responsabilidade de prefeitos anteriores, que inflaram a máquina sem se preocupar com a saúde financeira do município. Os alagamentos são resultado de uma falta de planejamento para estruturar nossa cidade para o crescimento ordenado, por exemplo. Temos um grande desafio pelafrente, mas acredito em nossa cidade e no poder do nosso povo.”