Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Equilíbrio
Empresa privada pratica crime ambiental na BR-101, no trecho que corta Balneário Camboriú

Terça, 3/4/2018 18:00.
Divulgação

Publicidade

Por Alexandra Gonzalez/PMBC

Contrariando todas as leis e normas que determinam e autorizam podas de árvores, uma empresa privada cortou grosseiramente, com facão e machado, na tarde de ontem (2) algumas árvores que ficam às margens da BR-101, Marginal Oeste, trecho que corta o perímetro urbano de Balneário Camboriú. As marginais são mantidas pela Prefeitura da cidade que, mediante autorização da Auto Pista Litoral, concessionária que administra a Rodovia, mantém um programa que cuida das pistas e vegetação local, o Jardim Linear BR-101.

Para o secretário de Planejamento e Obras, engenheiro Edson Kratz, o que aconteceu foi uma atrocidade. "Temos grande respeito pela área das marginais que cortam o perímetro urbano de nossa cidade. O que para a Litoral Sul é uma rodovia, para nós é a continuidade do jardim de nossa casa, já que divide a nossa cidade. Assim que assumimos o governo acordamos com a Concessionária que nós cuidaríamos desse trecho. Para isso montamos um programa que atua diariamente no cuidado e limpeza não só das vias, mas também dos taludes, com seus gramados e vegetação, que é o Programa Jardim Linear BR-101. E sempre que nós intervimos de forma diferente, nós pedimos autorização à Litoral. E ontem, final da tarde de segunda-feira (2) fomos pegos de surpresa, quando num ato de total falta de respeito às leis vigentes, uma empresa resolveu decepar as árvores que possivelmente estariam atrapalhando o visual de seus paineis", pontua Kratz.

Após ser descoberto o ato ilegal, empresa Concessionária e Prefeitura, através do Secretário, fizeram contato para averiguar sobre a intervenção de forma errada, no trecho entre o túnel da 3.100 e 3.700 do lado Oeste.

"É inaceitável que alguém de fora venha dentro de nossa cidade, faça uma verdadeira devassa; um crime ambiental que jamais havia sido visto em Balneário Camboriú. Com um único objetivo de melhorar o ângulo de visão de suas placas de publicidade essa empresa, possivelmente da área de publicidade, resolveu decepar as árvores plantadas lá há décadas. Nós temos a placa do caminhão e todos os dados. Tanto a Prefeitura como a Litoral Sul farão hoje o Boletim de Ocorrência registrando o crime ambiental", informa o Secretário.

Balneário Camboriú aprovou recentemente na Câmara de Vereadores o Plano Diretor de Arborização da Cidade que avalia e autoriza a possibilidade de fazer poda em árvores, de forma correta. O Plano dita às normas de arborização que vão ao encontro das ações que o Município desenvolve para melhorar a mobilidade urbana.

Procedimento para poda de árvores em Balneário Camboriú

As árvores localizadas em áreas públicas, como vias ou calçadas, são de responsabilidade do município e as podas devem ser realizas pelo Departamento de Paisagismo, mediante solicitação via protocolo no Paço Municipal. A solicitação de poda, já protocolada, é encaminhada à Secretaria do Meio Ambiente que analisa, autoriza (se for o caso) e encaminha para o Paisagismo para executar a poda.

Mais fotos:


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Divulgação

Empresa privada pratica crime ambiental na BR-101, no trecho que corta Balneário Camboriú

Publicidade

Terça, 3/4/2018 18:00.

Por Alexandra Gonzalez/PMBC

Contrariando todas as leis e normas que determinam e autorizam podas de árvores, uma empresa privada cortou grosseiramente, com facão e machado, na tarde de ontem (2) algumas árvores que ficam às margens da BR-101, Marginal Oeste, trecho que corta o perímetro urbano de Balneário Camboriú. As marginais são mantidas pela Prefeitura da cidade que, mediante autorização da Auto Pista Litoral, concessionária que administra a Rodovia, mantém um programa que cuida das pistas e vegetação local, o Jardim Linear BR-101.

Para o secretário de Planejamento e Obras, engenheiro Edson Kratz, o que aconteceu foi uma atrocidade. "Temos grande respeito pela área das marginais que cortam o perímetro urbano de nossa cidade. O que para a Litoral Sul é uma rodovia, para nós é a continuidade do jardim de nossa casa, já que divide a nossa cidade. Assim que assumimos o governo acordamos com a Concessionária que nós cuidaríamos desse trecho. Para isso montamos um programa que atua diariamente no cuidado e limpeza não só das vias, mas também dos taludes, com seus gramados e vegetação, que é o Programa Jardim Linear BR-101. E sempre que nós intervimos de forma diferente, nós pedimos autorização à Litoral. E ontem, final da tarde de segunda-feira (2) fomos pegos de surpresa, quando num ato de total falta de respeito às leis vigentes, uma empresa resolveu decepar as árvores que possivelmente estariam atrapalhando o visual de seus paineis", pontua Kratz.

Após ser descoberto o ato ilegal, empresa Concessionária e Prefeitura, através do Secretário, fizeram contato para averiguar sobre a intervenção de forma errada, no trecho entre o túnel da 3.100 e 3.700 do lado Oeste.

"É inaceitável que alguém de fora venha dentro de nossa cidade, faça uma verdadeira devassa; um crime ambiental que jamais havia sido visto em Balneário Camboriú. Com um único objetivo de melhorar o ângulo de visão de suas placas de publicidade essa empresa, possivelmente da área de publicidade, resolveu decepar as árvores plantadas lá há décadas. Nós temos a placa do caminhão e todos os dados. Tanto a Prefeitura como a Litoral Sul farão hoje o Boletim de Ocorrência registrando o crime ambiental", informa o Secretário.

Balneário Camboriú aprovou recentemente na Câmara de Vereadores o Plano Diretor de Arborização da Cidade que avalia e autoriza a possibilidade de fazer poda em árvores, de forma correta. O Plano dita às normas de arborização que vão ao encontro das ações que o Município desenvolve para melhorar a mobilidade urbana.

Procedimento para poda de árvores em Balneário Camboriú

As árvores localizadas em áreas públicas, como vias ou calçadas, são de responsabilidade do município e as podas devem ser realizas pelo Departamento de Paisagismo, mediante solicitação via protocolo no Paço Municipal. A solicitação de poda, já protocolada, é encaminhada à Secretaria do Meio Ambiente que analisa, autoriza (se for o caso) e encaminha para o Paisagismo para executar a poda.

Mais fotos:


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade