Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Eleições
Compare as propostas dos candidatos a prefeito de Balneário Camboriú para o turismo

Elas foram extraídas dos planos de governo registrados na justiça eleitoral

Segunda, 28/9/2020 11:54.

Publicidade

O Página 3 inicia hoje a publicação de uma série de reportagens com as propostas dos seis candidatos a prefeito para Balneário Camboriú, extraídas dos seus planos de governo registrados na Justiça Eleitoral.

Acompanhe, em ordem alfabética:

Auri Pavoni (PSDB) e Leonardo Piruka (PP)

Balneário Camboriú já é “especialista” em verão, por isso todo o esforço tem que ser para o fortalecimento do turismo de inverno, aquele gerado pelo Centro de Convenções e outras iniciativas.

Dessa forma, vamos repassar mais recursos para o Conselho Municipal de Turismo atuar com vigor na captação de eventos em parceria com o Convention Bureau e o Sindicato dos Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares.

No passado, nossos empresários iam à Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile para buscar grupos de turistas, agora precisamos percorrer o Brasil para captar eventos.

Se conseguirmos dois por mês, mudaremos a história de Balneário Camboriú em antes e depois do Centro de Convenções.

Além disso, vamos reforçar o apoio às atrações existentes ou que venham a ser implantadas pela iniciativa privada como Parque Unipraias, Teleférico, Roda Gigante, Cristo Luz, Aquário e Barco Pirata que já constituem um circuito turístico qualificado em nossa cidade, porém ainda carece de integração e comercialização em bloco.

Esse tipo de equipamento, assim como os parques temáticos que precisamos incentivar até mesmo com subsídios se necessário, trazem turistas fora do verão, famílias inteiras, um perfil desejado por qualquer cidade.

Os tempos são outros, precisamos rediscutir as dificuldades impostas hoje a quem deseja construir um hotel ou pousada. O lote mínimo exigido atualmente é de 2.000 m2, inviável, temos que melhorar a legislação, criar incentivos à reforma e qualificação dos hotéis e pousadas já existentes e evoluir para atender um turista que agora planeja suas férias pelo aplicativo do celular.

Edson Piriquito (MDB) e Ademar Schneider (PSB)


Missões do trade para novos mercados e intensificar negócios nos já tradicionais mercados indutores de turismo à Balneário Camboriú.

Programa Bimestral de realizações de Presstrips (visitas técnicas da imprensa) e FAMTOURS (visitas técnicas de operadoras de turismo e organização de eventos).

Criar e/ou incentivar festivais e eventos culturais com extensão ao Mercosul, principalmente em meses de baixa no turismo, promovendo BC o ano todo e movimentando a economia.

Ações em aeroportos nacionais e internacionais, divulgando nossa cidade.

Criar programa (selo) de qualidade profissional nos setores de atendimento/prestação de serviço ao turista.

Manter e ampliar as praias com a qualificação bandeira azul.

Execução e recuperação dos eventos Brilhos de Natal, Réveillon Show, Carnaval de Balneário Camboriú com shows nacionais e blocos de rua da nossa comunidade, Coelhinho na Praia, BC Criança.

Finalização do Complexo Turístico da Barra:

Revitalização da Praça do Centro da Barra;

Fabrício Oliveira (Podemos) e Carlos Humberto Silva (PL)

Fortalecimento e reposicionamento da marca Balneário Camboriú, objetivando a valorização da cadeia produtiva, com forte ação pós-pandemia, com a retomada da economia.

Giovan Nardelli (Solidariedade) e Gustavo Horst

Turismo náutico - Uma das matrizes culturais de Balneário Camboriú poderá ser o desenvolvimento do turismo náutico. A ideia passa pela construção de uma Marina Pública, responsável pela preservação do ecossistema e da hidrografia a partir do molhe da Barra Sul. Os fiscais serão responsáveis pela identificação da degradação ambiental, em razão das navegações realizadas no mar da Praia Central e das Praias Agrestes.

A iniciativa privada tem fomentado, a partir da Marina Tedesco, a navegação através de iates e jet skis, a diversificação dos passeios náuticos originados de marinas privadas construídas dentro das edificações urbanas localizadas na Avenida Normando Tedesco e da presença de restaurante flutuante; por outro lado, o poder público permitiu a chegada dos transatlânticos, urbanizou o Canal Marambaia, o Molhe da Barra Sul e agora deverá promover o incentivo ao turismo sem degradação ao meio ambiente, fazendo com que seja ampliada a infraestrutura, com programas como passeios para reconhecimento da costa litorânea por moradores e turistas.

Priorizar a intervenção do poder público municipal em favor da expansão das atividades de turismo, lazer e entretenimento que estejam relacionadas à vocação econômica e natural do município.

Ney Clivati (Novo) e Marcelo Ricardo Kozar de Castro

Detalhou através de gráficos que o Fundo Turismo teve R$ 5,8 milhões, sendo R$ 1,9 milhão em fogos de artifício, 1 milhão em decoração e saldos discricionários praticamente nulos.

Detalhou ainda, em gráficos:

Região Metropolitana - Turismo através de Parceiros

Autarquia Turismo - Liberdade e Gestão Profissional

Indicadores & Metas

Integração Turismo & Cultura

Liberdade para que os interessados e com expertise invistam os recursos

Oportunidades integrando cultura, economia e turismo

Pedro Luiz Navarro Gianquito (PRTB) e Bruno Alves Allemand.

AÇÕES IMEDIATAS PARA A RETOMADA DO TURISMO (não detalhou).

INTERVENÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, TURISMO E LAZER (não detalhou).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Compare as propostas dos candidatos a prefeito de Balneário Camboriú para o turismo

Elas foram extraídas dos planos de governo registrados na justiça eleitoral

Publicidade

Segunda, 28/9/2020 11:54.

O Página 3 inicia hoje a publicação de uma série de reportagens com as propostas dos seis candidatos a prefeito para Balneário Camboriú, extraídas dos seus planos de governo registrados na Justiça Eleitoral.

Acompanhe, em ordem alfabética:

Auri Pavoni (PSDB) e Leonardo Piruka (PP)

Balneário Camboriú já é “especialista” em verão, por isso todo o esforço tem que ser para o fortalecimento do turismo de inverno, aquele gerado pelo Centro de Convenções e outras iniciativas.

Dessa forma, vamos repassar mais recursos para o Conselho Municipal de Turismo atuar com vigor na captação de eventos em parceria com o Convention Bureau e o Sindicato dos Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares.

No passado, nossos empresários iam à Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile para buscar grupos de turistas, agora precisamos percorrer o Brasil para captar eventos.

Se conseguirmos dois por mês, mudaremos a história de Balneário Camboriú em antes e depois do Centro de Convenções.

Além disso, vamos reforçar o apoio às atrações existentes ou que venham a ser implantadas pela iniciativa privada como Parque Unipraias, Teleférico, Roda Gigante, Cristo Luz, Aquário e Barco Pirata que já constituem um circuito turístico qualificado em nossa cidade, porém ainda carece de integração e comercialização em bloco.

Esse tipo de equipamento, assim como os parques temáticos que precisamos incentivar até mesmo com subsídios se necessário, trazem turistas fora do verão, famílias inteiras, um perfil desejado por qualquer cidade.

Os tempos são outros, precisamos rediscutir as dificuldades impostas hoje a quem deseja construir um hotel ou pousada. O lote mínimo exigido atualmente é de 2.000 m2, inviável, temos que melhorar a legislação, criar incentivos à reforma e qualificação dos hotéis e pousadas já existentes e evoluir para atender um turista que agora planeja suas férias pelo aplicativo do celular.

Edson Piriquito (MDB) e Ademar Schneider (PSB)


Missões do trade para novos mercados e intensificar negócios nos já tradicionais mercados indutores de turismo à Balneário Camboriú.

Programa Bimestral de realizações de Presstrips (visitas técnicas da imprensa) e FAMTOURS (visitas técnicas de operadoras de turismo e organização de eventos).

Criar e/ou incentivar festivais e eventos culturais com extensão ao Mercosul, principalmente em meses de baixa no turismo, promovendo BC o ano todo e movimentando a economia.

Ações em aeroportos nacionais e internacionais, divulgando nossa cidade.

Criar programa (selo) de qualidade profissional nos setores de atendimento/prestação de serviço ao turista.

Manter e ampliar as praias com a qualificação bandeira azul.

Execução e recuperação dos eventos Brilhos de Natal, Réveillon Show, Carnaval de Balneário Camboriú com shows nacionais e blocos de rua da nossa comunidade, Coelhinho na Praia, BC Criança.

Finalização do Complexo Turístico da Barra:

Revitalização da Praça do Centro da Barra;

Fabrício Oliveira (Podemos) e Carlos Humberto Silva (PL)

Fortalecimento e reposicionamento da marca Balneário Camboriú, objetivando a valorização da cadeia produtiva, com forte ação pós-pandemia, com a retomada da economia.

Giovan Nardelli (Solidariedade) e Gustavo Horst

Turismo náutico - Uma das matrizes culturais de Balneário Camboriú poderá ser o desenvolvimento do turismo náutico. A ideia passa pela construção de uma Marina Pública, responsável pela preservação do ecossistema e da hidrografia a partir do molhe da Barra Sul. Os fiscais serão responsáveis pela identificação da degradação ambiental, em razão das navegações realizadas no mar da Praia Central e das Praias Agrestes.

A iniciativa privada tem fomentado, a partir da Marina Tedesco, a navegação através de iates e jet skis, a diversificação dos passeios náuticos originados de marinas privadas construídas dentro das edificações urbanas localizadas na Avenida Normando Tedesco e da presença de restaurante flutuante; por outro lado, o poder público permitiu a chegada dos transatlânticos, urbanizou o Canal Marambaia, o Molhe da Barra Sul e agora deverá promover o incentivo ao turismo sem degradação ao meio ambiente, fazendo com que seja ampliada a infraestrutura, com programas como passeios para reconhecimento da costa litorânea por moradores e turistas.

Priorizar a intervenção do poder público municipal em favor da expansão das atividades de turismo, lazer e entretenimento que estejam relacionadas à vocação econômica e natural do município.

Ney Clivati (Novo) e Marcelo Ricardo Kozar de Castro

Detalhou através de gráficos que o Fundo Turismo teve R$ 5,8 milhões, sendo R$ 1,9 milhão em fogos de artifício, 1 milhão em decoração e saldos discricionários praticamente nulos.

Detalhou ainda, em gráficos:

Região Metropolitana - Turismo através de Parceiros

Autarquia Turismo - Liberdade e Gestão Profissional

Indicadores & Metas

Integração Turismo & Cultura

Liberdade para que os interessados e com expertise invistam os recursos

Oportunidades integrando cultura, economia e turismo

Pedro Luiz Navarro Gianquito (PRTB) e Bruno Alves Allemand.

AÇÕES IMEDIATAS PARA A RETOMADA DO TURISMO (não detalhou).

INTERVENÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, TURISMO E LAZER (não detalhou).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade