Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Eleições
'Ninguém deve ser preso pelo consumo de drogas', diz Henrique Meirelles

Quarta, 5/9/2018 15:53.
Charles Sholl/Raw Image/Folhapress
O candidato à Presidência pelo MDB, Henrique Meirelles, participa de sabatina promovida pelo jornal O Estado de S. Paulo e pela Faap, em São Paulo, nesta quarta (5).

Publicidade

JOANA CUNHA (FOLHAPRESS)

O candidato à Presidência pelo MDB, Henrique Meirelles, fez a plateia rir na sabatina Estadão-Faap nesta quarta-feira (5) ao afirmar que nunca fumou maconha.

"Em primeiro lugar, eu nunca fumei maconha nem cheirei cocaína", disse o ex-presidente do Banco Central e ex-Ministro da Fazenda ao ser questionado sobre suas posições em relação ao assunto.

Após ressalvar que considera adequado desincentivar o uso, Meirelles disse que, por outro lado, "ninguém deve ser preso pelo consumo".

Ele contou o relato que ouviu de um motorista de aplicativo cujo filho havia sido preso por consumo e, segundo o pai, a polícia teria "fabricado" um flagrante para enquadrar o caso como tráfico.

"Todos têm que ser alertados sobre os efeitos. No caso de drogas mais pesadas, o efeito sobre o cérebro é negativo. A maconha tem controvérsias, mas existe um questionamento científico. Eu acho que ninguém deve ser preso pelo consumo e o tráfico deve ser combatido", disse Meirelles à plateia de alunos da Faap.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Charles Sholl/Raw Image/Folhapress
O candidato à Presidência pelo MDB, Henrique Meirelles, participa de sabatina promovida pelo jornal O Estado de S. Paulo e pela Faap, em São Paulo, nesta quarta (5).
O candidato à Presidência pelo MDB, Henrique Meirelles, participa de sabatina promovida pelo jornal O Estado de S. Paulo e pela Faap, em São Paulo, nesta quarta (5).

'Ninguém deve ser preso pelo consumo de drogas', diz Henrique Meirelles

Publicidade

Quarta, 5/9/2018 15:53.

JOANA CUNHA (FOLHAPRESS)

O candidato à Presidência pelo MDB, Henrique Meirelles, fez a plateia rir na sabatina Estadão-Faap nesta quarta-feira (5) ao afirmar que nunca fumou maconha.

"Em primeiro lugar, eu nunca fumei maconha nem cheirei cocaína", disse o ex-presidente do Banco Central e ex-Ministro da Fazenda ao ser questionado sobre suas posições em relação ao assunto.

Após ressalvar que considera adequado desincentivar o uso, Meirelles disse que, por outro lado, "ninguém deve ser preso pelo consumo".

Ele contou o relato que ouviu de um motorista de aplicativo cujo filho havia sido preso por consumo e, segundo o pai, a polícia teria "fabricado" um flagrante para enquadrar o caso como tráfico.

"Todos têm que ser alertados sobre os efeitos. No caso de drogas mais pesadas, o efeito sobre o cérebro é negativo. A maconha tem controvérsias, mas existe um questionamento científico. Eu acho que ninguém deve ser preso pelo consumo e o tráfico deve ser combatido", disse Meirelles à plateia de alunos da Faap.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade