Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Eleições
Políticos de diferentes siglas declaram apoio a Bolsonaro em SC

Quinta, 27/9/2018 17:05.
Reprodução/Facebook
Rogério Peninha que integra a "Bancada da Bala", faz campanha para Bolsonaro desde o início

Publicidade

Capitaneados pelo candidato a deputado federal Rogério Peninha Mendonça (MDB), prefeitos e vice-prefeitos se reuniram nesta quinta-feira (27), no Alto Vale, para declarar apoio ao candidato à Presidência, Jair Bolsonaro (PSL).

Estiveram presentes mais de 30 políticos, além do candidato ao senado Jorginho Mello (PR), que declarou apoio. O candidato ao governo do Estado, Mauro Mariani, esteve na reunião, mas não declarou publicamente o apoio a Bolsonaro.

O posicionamento dos prefeitos ignora o fato que o partido tem um representante na campanha eleitoral: Henrique Meirelles.

Nos últimos dias os postulantes ao governo do Estado têm saído em defesa do militar reformado, com olhos no eleitorado de Jair.

Gelson Merísio (PSD) declarou em vídeo nesta quinta-feira o voto em Bolsonaro. “Por uma questão de coerência com o que deseja Santa Catarina”, justificou.

Veja abaixo:

A manifestação não agradou o candidato ao governo do Estado pelo PSL, Comandante Moisés. Ele publicou uma nota lembrando que o partido de Merísio declarou apoio a Geraldo Alckmin em convenção nacional e que ainesperada manifestação lhe causou surpresa.

Leia a nota:

“Considero que esta atitude reprovável não deve fazer parte do jogo democrático. Além do que, os compromissos assumidos, sejam eles na política ou na vida pessoal, devem ser cumpridos. Devemos, como homens públicos, dar o exemplo e pautar nossas atitudes na honestidade, responsabilidade e retidão do nosso caráter. Portanto, em um momento em que tantos buscam surfar na onda Bolsonaro em Santa Catarina, é preciso que o povo tenha a plena consciência de que só há um candidato de Bolsonaro no Estado, que sou eu, Comandante Moisés 17, o mesmo número de Jair Bolsonaro.

Nosso projeto representa a verdadeira mudança e a negação de velhas práticas. O eleitor do Bolsonaro é fiel e tem que votar no candidato que ele apoia aqui em Santa Catarina. Alinhados à Presidência, com Jair Bolsonaro, estão Lucas Esmeraldino, candidato ao Senado, eu, candidato ao Governo, e toda a nominata de deputados do PSL-SC.

Só será possível acelerar o processo de mudança e colocar Santa Catarina no hall do crescimento e desenvolvimento que as famílias catarinenses buscam, votando em candidatos que tenham o compromisso com uma nova maneira de fazer política. Necessitamos de ordem e progresso, com muito trabalho.

Será difícil parar a força de um Brasil e de um Estado que quer mudar.

Um forte abraço!
COMANDANTE MOISÉS
Único candidato de Bolsonaro ao Governo de Santa Catarina”.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Reprodução/Facebook
Rogério Peninha que integra a
Rogério Peninha que integra a "Bancada da Bala", faz campanha para Bolsonaro desde o início

Políticos de diferentes siglas declaram apoio a Bolsonaro em SC

Publicidade

Quinta, 27/9/2018 17:05.

Capitaneados pelo candidato a deputado federal Rogério Peninha Mendonça (MDB), prefeitos e vice-prefeitos se reuniram nesta quinta-feira (27), no Alto Vale, para declarar apoio ao candidato à Presidência, Jair Bolsonaro (PSL).

Estiveram presentes mais de 30 políticos, além do candidato ao senado Jorginho Mello (PR), que declarou apoio. O candidato ao governo do Estado, Mauro Mariani, esteve na reunião, mas não declarou publicamente o apoio a Bolsonaro.

O posicionamento dos prefeitos ignora o fato que o partido tem um representante na campanha eleitoral: Henrique Meirelles.

Nos últimos dias os postulantes ao governo do Estado têm saído em defesa do militar reformado, com olhos no eleitorado de Jair.

Gelson Merísio (PSD) declarou em vídeo nesta quinta-feira o voto em Bolsonaro. “Por uma questão de coerência com o que deseja Santa Catarina”, justificou.

Veja abaixo:

A manifestação não agradou o candidato ao governo do Estado pelo PSL, Comandante Moisés. Ele publicou uma nota lembrando que o partido de Merísio declarou apoio a Geraldo Alckmin em convenção nacional e que ainesperada manifestação lhe causou surpresa.

Leia a nota:

“Considero que esta atitude reprovável não deve fazer parte do jogo democrático. Além do que, os compromissos assumidos, sejam eles na política ou na vida pessoal, devem ser cumpridos. Devemos, como homens públicos, dar o exemplo e pautar nossas atitudes na honestidade, responsabilidade e retidão do nosso caráter. Portanto, em um momento em que tantos buscam surfar na onda Bolsonaro em Santa Catarina, é preciso que o povo tenha a plena consciência de que só há um candidato de Bolsonaro no Estado, que sou eu, Comandante Moisés 17, o mesmo número de Jair Bolsonaro.

Nosso projeto representa a verdadeira mudança e a negação de velhas práticas. O eleitor do Bolsonaro é fiel e tem que votar no candidato que ele apoia aqui em Santa Catarina. Alinhados à Presidência, com Jair Bolsonaro, estão Lucas Esmeraldino, candidato ao Senado, eu, candidato ao Governo, e toda a nominata de deputados do PSL-SC.

Só será possível acelerar o processo de mudança e colocar Santa Catarina no hall do crescimento e desenvolvimento que as famílias catarinenses buscam, votando em candidatos que tenham o compromisso com uma nova maneira de fazer política. Necessitamos de ordem e progresso, com muito trabalho.

Será difícil parar a força de um Brasil e de um Estado que quer mudar.

Um forte abraço!
COMANDANTE MOISÉS
Único candidato de Bolsonaro ao Governo de Santa Catarina”.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade