Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Eleições
Prefeito de Chapecó é expulso do PSB por declarar apoio a Bolsonaro

Quarta, 19/9/2018 10:43.
EBC

Publicidade

O prefeito de Chapecó, Luciano Boligon, foi expulso do partido, o PSB, por declarar apoio a Jair Bolsonaro (PSL).

O presidente nacional do Partido, Carlos Siqueira, disse em nota que o PSB havia decidido em congresso nacional eleitoral, no começo de agosto, que não apoiaria de forma alguma candidaturas de direita, com destaque para aquela liderada por Bolsonaro “pelo que ele representa de ameaça à democracia e aos direitos humanos”.

Siqueira reforçou afirmando que o partido “não admite nem mesmo a mais remota proximidade com a extrema-direita”, e que por isso o PSB decidiu pela expulsão sumária.

Boligon disse em nota que as razões para declarar apoio ao candidato do PSL foram norteadas pelo apelo das lideranças comunitárias, cooperativas e entidades empresariais de Chapecó.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
EBC

Prefeito de Chapecó é expulso do PSB por declarar apoio a Bolsonaro

Publicidade

Quarta, 19/9/2018 10:43.

O prefeito de Chapecó, Luciano Boligon, foi expulso do partido, o PSB, por declarar apoio a Jair Bolsonaro (PSL).

O presidente nacional do Partido, Carlos Siqueira, disse em nota que o PSB havia decidido em congresso nacional eleitoral, no começo de agosto, que não apoiaria de forma alguma candidaturas de direita, com destaque para aquela liderada por Bolsonaro “pelo que ele representa de ameaça à democracia e aos direitos humanos”.

Siqueira reforçou afirmando que o partido “não admite nem mesmo a mais remota proximidade com a extrema-direita”, e que por isso o PSB decidiu pela expulsão sumária.

Boligon disse em nota que as razões para declarar apoio ao candidato do PSL foram norteadas pelo apelo das lideranças comunitárias, cooperativas e entidades empresariais de Chapecó.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade