Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Nova Constituição não tem sentido e é perda de tempo, diz Alckmin
GovSP

Sexta, 14/9/2018 15:28.

NATAL, RN (FOLHAPRESS) - Candidato à Presidência da República pelo PSDB, Geraldo Alckmin disse nesta sexta-feira (14) não ver sentido para que se faça uma nova Constituição, como sugere o candidato a vice de Jair Bolsonaro (PSL), o general Hamilton Mourão (PRTB).

"Isso não tem sentido do ponto de vista jurídico e, de outro lado, é perda de tempo, vamos perder um, dois anos", afirmou Alckmin ao cumprir agenda de campanha no Rio Grande do Norte.

O tucano disse que são poucas as mudanças constitucionais necessárias e que elas precisam ser feitas já no início do próximo ano.

Mourão não propôs apenas que o Brasil faça uma nova Constituição. A proposta dele é que isso aconteça sem ser necessariamente por meio de uma Assembleia Constituinte.

Para ele, o processo ideal envolveria uma comissão de notáveis, que depois submeteria o texto a um plebiscito, para aprovação popular -algo que, atualmente, não se enquadra nas hipóteses previstas em lei.

Hoje, a única forma de se alterar a Constituição é por meio de uma emenda constitucional, que precisa ser aprovada por três quintos do Congresso. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Cidade

Balneário Camboriú adotará entrega voluntária em ponto da prefeitura  


Divulgação

Excelente opção para os micro empreendedores, pequenas empresas e freelancers.


Especial

Festival de música eletrônica reuniu milhares de pessoas na virada do ano, em Rio Negrinho


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Nova Constituição não tem sentido e é perda de tempo, diz Alckmin

GovSP
Sexta, 14/9/2018 15:28.

NATAL, RN (FOLHAPRESS) - Candidato à Presidência da República pelo PSDB, Geraldo Alckmin disse nesta sexta-feira (14) não ver sentido para que se faça uma nova Constituição, como sugere o candidato a vice de Jair Bolsonaro (PSL), o general Hamilton Mourão (PRTB).

"Isso não tem sentido do ponto de vista jurídico e, de outro lado, é perda de tempo, vamos perder um, dois anos", afirmou Alckmin ao cumprir agenda de campanha no Rio Grande do Norte.

O tucano disse que são poucas as mudanças constitucionais necessárias e que elas precisam ser feitas já no início do próximo ano.

Mourão não propôs apenas que o Brasil faça uma nova Constituição. A proposta dele é que isso aconteça sem ser necessariamente por meio de uma Assembleia Constituinte.

Para ele, o processo ideal envolveria uma comissão de notáveis, que depois submeteria o texto a um plebiscito, para aprovação popular -algo que, atualmente, não se enquadra nas hipóteses previstas em lei.

Hoje, a única forma de se alterar a Constituição é por meio de uma emenda constitucional, que precisa ser aprovada por três quintos do Congresso. 

Publicidade

Publicidade