Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Eleições
Edson Piriquito foi o mais votado dos candidatos locais em Balneário Camboriú

Eles não tiveram bom desempenho, cidade parece querer novas lideranças

Segunda, 8/10/2018 6:17.
Facebook pessoal.

Publicidade

Mesmo sem conseguir a eleição à Assembleia Legislativa o ex-prefeito Edson Piriquito foi o mais votado em Balneário Camboriú entre os candidatos locais. Ele fez 10.781 votos e bateu o vice-prefeito Carlos Humberto por 566 votos de diferença.

Nenhum outro candidato local à Assembleia chegou aos 2.500 votos e candidatos a deputado federal não chegaram aos 6.500 votos.

O que as urnas parecem ter mostrado é que o espaço está aberto em Balneário Camboriú para novas lideranças.

Piriquito foi prefeito duas vezes e seu patrimônio eleitoral encolheu.

Junior Pavan, herdeiro político do pai que governou a cidade em três ocasiões, conseguiu meros 5.807 votos na cidade e Carlos Humberto que tinha o apoio do atual prefeito e consequentemente da máquina pública nem assim conseguiu bom resultado.

Em verdade Carlos Humberto fez mais votos fora da cidade o que deve servir de alerta também ao prefeito Fabrício Oliveira que seu governo parece não estar agradando o eleitorado.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Facebook pessoal.

Edson Piriquito foi o mais votado dos candidatos locais em Balneário Camboriú

Eles não tiveram bom desempenho, cidade parece querer novas lideranças

Publicidade

Segunda, 8/10/2018 6:17.

Mesmo sem conseguir a eleição à Assembleia Legislativa o ex-prefeito Edson Piriquito foi o mais votado em Balneário Camboriú entre os candidatos locais. Ele fez 10.781 votos e bateu o vice-prefeito Carlos Humberto por 566 votos de diferença.

Nenhum outro candidato local à Assembleia chegou aos 2.500 votos e candidatos a deputado federal não chegaram aos 6.500 votos.

O que as urnas parecem ter mostrado é que o espaço está aberto em Balneário Camboriú para novas lideranças.

Piriquito foi prefeito duas vezes e seu patrimônio eleitoral encolheu.

Junior Pavan, herdeiro político do pai que governou a cidade em três ocasiões, conseguiu meros 5.807 votos na cidade e Carlos Humberto que tinha o apoio do atual prefeito e consequentemente da máquina pública nem assim conseguiu bom resultado.

Em verdade Carlos Humberto fez mais votos fora da cidade o que deve servir de alerta também ao prefeito Fabrício Oliveira que seu governo parece não estar agradando o eleitorado.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade