Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Eleições
'O Brasil emburreceu', diz Alvaro Dias ao ver eleitor com camiseta de Bolsonaro

Domingo, 7/10/2018 14:28.
Divulgação /Arquivo Pessoal
Alvaro Dias durante caminhada no sábado (6)

Publicidade

(FOLHAPRESS)

O senador Alvaro Dias (Podemos), candidato à Presidência, votou por volta das 9h30 em um colégio particular da cidade de Londrina (PR), onde mantém o domicílio eleitoral, apesar de morar em Curitiba.

O candidato chegou acompanhado por apoiadores e aguardou em uma fila com oito eleitores, mesmo convidado por uma mesária para passar à frente.

Na entrevista coletiva, respondeu de forma ríspida quando questionado sobre quem apoiaria em um eventual segundo turno entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

"Você está rasgando a lei, sinalizando para eventuais candidatos", disse. Respondendo a outra pergunta sobre um segundo turno sem a presença dele, Dias disse que, dependendo dos candidatos, pretende nem votar. "Não colocarei a minha digital no caos."

Após a coletiva, ele teve tempo para esbravejar com a própria equipe de comunicação, que não transmitiu a entrevista ao vivo por uma rede social. "Na próxima campanha, serei eu o marqueteiro."

Já saindo do colégio, em um breve diálogo com um eleitor que vestia uma camiseta com a imagem de Jair Bolsonaro, o senador afirmou: "O Brasil emburreceu."

Depois de votar, Alvaro Dias foi de voo fretado para Curitiba, onde acompanhará o voto da mulher.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Divulgação /Arquivo Pessoal
Alvaro Dias durante caminhada no sábado (6)
Alvaro Dias durante caminhada no sábado (6)

'O Brasil emburreceu', diz Alvaro Dias ao ver eleitor com camiseta de Bolsonaro

Publicidade

Domingo, 7/10/2018 14:28.

(FOLHAPRESS)

O senador Alvaro Dias (Podemos), candidato à Presidência, votou por volta das 9h30 em um colégio particular da cidade de Londrina (PR), onde mantém o domicílio eleitoral, apesar de morar em Curitiba.

O candidato chegou acompanhado por apoiadores e aguardou em uma fila com oito eleitores, mesmo convidado por uma mesária para passar à frente.

Na entrevista coletiva, respondeu de forma ríspida quando questionado sobre quem apoiaria em um eventual segundo turno entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

"Você está rasgando a lei, sinalizando para eventuais candidatos", disse. Respondendo a outra pergunta sobre um segundo turno sem a presença dele, Dias disse que, dependendo dos candidatos, pretende nem votar. "Não colocarei a minha digital no caos."

Após a coletiva, ele teve tempo para esbravejar com a própria equipe de comunicação, que não transmitiu a entrevista ao vivo por uma rede social. "Na próxima campanha, serei eu o marqueteiro."

Já saindo do colégio, em um breve diálogo com um eleitor que vestia uma camiseta com a imagem de Jair Bolsonaro, o senador afirmou: "O Brasil emburreceu."

Depois de votar, Alvaro Dias foi de voo fretado para Curitiba, onde acompanhará o voto da mulher.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade