Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Eleições
Com avanço de Bolsonaro, PT revê agenda e Haddad vai ao NE no último dia de campanha

Sexta, 5/10/2018 17:19.
Ricardo Stuckert

Publicidade

MARINA DIAS(FOLHAPRESS)

A campanha de Fernando Haddad (PT) reviu a estratégia do último dia antes do primeiro turno e decidiu focar, mais uma vez, no eleitorado nordestino.

No lugar de participar de um evento no ABC paulista, berço político do ex-presidente Lula, como era o plano inicial, Haddad fará neste sábado (6) uma caminhada em Feira de Santana, na Bahia, ao lado de Jaques Wagner, candidato ao Senado, e do governador Rui Costa, que disputa a reeleição com altos índices de popularidade.

A mudança de planos ocorreu após a divulgação do mais recente Datafolha, na noite desta quinta-feira (4), que mostrou Jair Bolsonaro (PSL) agora com com 39% dos votos válidos, ou seja, a 11 pontos percentuais do patamar necessário para a vitória no primeiro turno. Haddad tem 25% dos votos válidos, estável na segunda posição isolada na pesquisa.

Caso haja segundo turno, Haddad e Bolsonaro aparecem tecnicamente empatados, de acordo com o levantamento.

Como mostrou a Folha de S.Paulo, petistas reconheceram falha na tática política da campanha, que poupou Bolsonaro no primeiro turno, e deram ordem para que Haddad vá ao ataque. Além disso, o objetivo era viajar pelo Sudeste do país nos últimos dois dias antes da votação, região onde o capitão reformado tem bom desempenho, inclusive entre o eleitorado mais pobre, que tradicionalmente votava no PT.

Pesquisas internas do partido, porém, mostraram que o avanço de Bolsonaro se manteve, inclusive, sobre o eleitorado lulista no Nordeste, e integrantes da campanha resolveram, mais uma vez, pela mudança de rota.

Auxiliares de Haddad estão assustados, desde o começo da semana, com o crescimento do candidato do PSL e temem que a disputa acabe ainda no primeiro turno caso a onda a seu favor não seja contida antes de domingo (7).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Ricardo Stuckert

Com avanço de Bolsonaro, PT revê agenda e Haddad vai ao NE no último dia de campanha

Publicidade

Sexta, 5/10/2018 17:19.

MARINA DIAS(FOLHAPRESS)

A campanha de Fernando Haddad (PT) reviu a estratégia do último dia antes do primeiro turno e decidiu focar, mais uma vez, no eleitorado nordestino.

No lugar de participar de um evento no ABC paulista, berço político do ex-presidente Lula, como era o plano inicial, Haddad fará neste sábado (6) uma caminhada em Feira de Santana, na Bahia, ao lado de Jaques Wagner, candidato ao Senado, e do governador Rui Costa, que disputa a reeleição com altos índices de popularidade.

A mudança de planos ocorreu após a divulgação do mais recente Datafolha, na noite desta quinta-feira (4), que mostrou Jair Bolsonaro (PSL) agora com com 39% dos votos válidos, ou seja, a 11 pontos percentuais do patamar necessário para a vitória no primeiro turno. Haddad tem 25% dos votos válidos, estável na segunda posição isolada na pesquisa.

Caso haja segundo turno, Haddad e Bolsonaro aparecem tecnicamente empatados, de acordo com o levantamento.

Como mostrou a Folha de S.Paulo, petistas reconheceram falha na tática política da campanha, que poupou Bolsonaro no primeiro turno, e deram ordem para que Haddad vá ao ataque. Além disso, o objetivo era viajar pelo Sudeste do país nos últimos dois dias antes da votação, região onde o capitão reformado tem bom desempenho, inclusive entre o eleitorado mais pobre, que tradicionalmente votava no PT.

Pesquisas internas do partido, porém, mostraram que o avanço de Bolsonaro se manteve, inclusive, sobre o eleitorado lulista no Nordeste, e integrantes da campanha resolveram, mais uma vez, pela mudança de rota.

Auxiliares de Haddad estão assustados, desde o começo da semana, com o crescimento do candidato do PSL e temem que a disputa acabe ainda no primeiro turno caso a onda a seu favor não seja contida antes de domingo (7).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade