Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Eleições
PT marca lançamento de candidatura de Lula, mas teme ausência de governadores

Ele está na cadeia por corrupção e lavagem de dinheiro

Quarta, 30/5/2018 15:27.
EBC.

Publicidade

CATIA SEABRA
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O PT anunciou nesta quarta-feira (30) data e local de lançamento da pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso desde 7 de abril. O ato acontecerá na sexta-feira (8), na cidade de Contagem, Minas Gerais.

Na sua página oficial, o partido diz ainda que a data foi alterada "em virtude de dificuldade de local". A previsão original era de que o lançamento ocorresse no dia 9. Mas, como os petistas têm enfrentado dificuldades para encontrar hotéis dispostos a acomodá-los depois dos ataques sofridos durante a caravana do ex-presidente pelo Sul do pais, a agenda teve de ser alterada.

"Convidamos todos os Diretórios Estaduais e Municipais do PT, nossa militância, os movimentos sociais que lutam contra o golpe e a prisão injusta do ex-presidente Lula", diz a nota do site do PT.

Além da dificuldade de organização do lançamento, petistas temem ausência de governadores. Essa apreensão foi objeto de debate da cúpula do partido na noite de segunda-feira, em São Paulo.

Durante reunião, dirigentes partidários se queixaram do fato de o governador da Bahia, Rui Costa, não ter participado de recente encontro convocado pela presidente do partido, senadora Gleisi Hoffmann (PR).

Temendo baixas, o comando do partido definiu como prioridade insistir na presença dos governadores petistas, aliados e de ex-ministros no ato de lançamento.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
EBC.

PT marca lançamento de candidatura de Lula, mas teme ausência de governadores

Ele está na cadeia por corrupção e lavagem de dinheiro

Publicidade

Quarta, 30/5/2018 15:27.

CATIA SEABRA
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O PT anunciou nesta quarta-feira (30) data e local de lançamento da pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso desde 7 de abril. O ato acontecerá na sexta-feira (8), na cidade de Contagem, Minas Gerais.

Na sua página oficial, o partido diz ainda que a data foi alterada "em virtude de dificuldade de local". A previsão original era de que o lançamento ocorresse no dia 9. Mas, como os petistas têm enfrentado dificuldades para encontrar hotéis dispostos a acomodá-los depois dos ataques sofridos durante a caravana do ex-presidente pelo Sul do pais, a agenda teve de ser alterada.

"Convidamos todos os Diretórios Estaduais e Municipais do PT, nossa militância, os movimentos sociais que lutam contra o golpe e a prisão injusta do ex-presidente Lula", diz a nota do site do PT.

Além da dificuldade de organização do lançamento, petistas temem ausência de governadores. Essa apreensão foi objeto de debate da cúpula do partido na noite de segunda-feira, em São Paulo.

Durante reunião, dirigentes partidários se queixaram do fato de o governador da Bahia, Rui Costa, não ter participado de recente encontro convocado pela presidente do partido, senadora Gleisi Hoffmann (PR).

Temendo baixas, o comando do partido definiu como prioridade insistir na presença dos governadores petistas, aliados e de ex-ministros no ato de lançamento.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade