Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Eleições
PP deverá lançar amanhã Esperidião Amin a governador

Aos 70 anos ele tentará o cargo pela quinta vez.

Sexta, 27/7/2018 15:47.
EBC.
Amin tentará ser governador pela terceira vez.

Publicidade

O Partido Progressista (PP) deve anunciar amanhã, na convenção estadual em Florianópolis, o nome de Esperidião Amin ao governo do Estado de Santa Catarina.

Tudo indica que ele terá como vice João Paulo Karam Kleinübing do Democratas (DEM).

Será a quinta candidatura de Amin a governador, ele venceu duas eleições e perdeu duas.

Com 70 anos, Amin é político profissional, seu primeiro cargo de maior projeção foi o de prefeito “biônico” de Florianópolis, nomeado pela ditadura militar.

Em 2016, quando o Congresso Nacional discutia o pacote anticorrupção proposto pelo Ministério Público Federal, Amin apresentou emenda que causou grande repercussão negativa porque poderia permitir que 31 deputados e senadores escapassem ilesos de supostos crimes apurado na Lava Jato.

A emenda de Amin previa que as investigações teriam que ser concluídas em até um ano, caso contrário seriam arquivadas, salvo decisão colegiada em contrário por parte do judiciário.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
EBC.
Amin tentará ser governador pela terceira vez.
Amin tentará ser governador pela terceira vez.

PP deverá lançar amanhã Esperidião Amin a governador

Aos 70 anos ele tentará o cargo pela quinta vez.

Publicidade

Sexta, 27/7/2018 15:47.

O Partido Progressista (PP) deve anunciar amanhã, na convenção estadual em Florianópolis, o nome de Esperidião Amin ao governo do Estado de Santa Catarina.

Tudo indica que ele terá como vice João Paulo Karam Kleinübing do Democratas (DEM).

Será a quinta candidatura de Amin a governador, ele venceu duas eleições e perdeu duas.

Com 70 anos, Amin é político profissional, seu primeiro cargo de maior projeção foi o de prefeito “biônico” de Florianópolis, nomeado pela ditadura militar.

Em 2016, quando o Congresso Nacional discutia o pacote anticorrupção proposto pelo Ministério Público Federal, Amin apresentou emenda que causou grande repercussão negativa porque poderia permitir que 31 deputados e senadores escapassem ilesos de supostos crimes apurado na Lava Jato.

A emenda de Amin previa que as investigações teriam que ser concluídas em até um ano, caso contrário seriam arquivadas, salvo decisão colegiada em contrário por parte do judiciário.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade