Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Candidatos de Balneário divulgam prestação parcial de contas

Terça, 20/9/2016 9:25.

Na última semana o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou a primeira prestação de contas parcial dos candidatos. O teto de gasto para cada um dos candidatos a prefeito da cidade é de R$ 1,4 milhão.

Fabrício Oliveira (PSB) é o candidato que mais declarou receita (R$ 515 mil) e despesas pagas (R$ 401mil) até o momento. O maior doador da campanha é o próprio vice, Carlos Humberto Metzner, que investiu R$ 320 mil, seguido de outros empresários da cidade.

Leonel Pavan (PSDB) aparece em segundo na receita, com R$ 225 mil declarados até agora, quase tudo creditado ao próprio candidato. Segundo a prestação parcial, o candidato já pagou pouco mais de R$ 154 mil em despesas.

Jade Martins (PMDB) é a terceira na ordem de investimentos e gastos. Ela declarou que recebeu até o momento pouco mais de R$ 82 mil. O que chama atenção em sua prestação, é que dos 18 principais doadores, 17 são de cargos de confiança da prefeitura (inclusive dela mesma). Jade declarou ainda pagamentos de cerca de R$ 55 mil, mas diferente dos candidatos anteriores, ainda não incluiu despesas com pessoal.

Luiz Fernando Ozawa (PSOL) é o candidato que declarou a menor arrecadação: R$ 8,4 mil, mas também foi o único que já pagou todas as despesas contratadas, no valor de R$ 7,7 mil.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Candidatos de Balneário divulgam prestação parcial de contas

Terça, 20/9/2016 9:25.

Na última semana o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou a primeira prestação de contas parcial dos candidatos. O teto de gasto para cada um dos candidatos a prefeito da cidade é de R$ 1,4 milhão.

Fabrício Oliveira (PSB) é o candidato que mais declarou receita (R$ 515 mil) e despesas pagas (R$ 401mil) até o momento. O maior doador da campanha é o próprio vice, Carlos Humberto Metzner, que investiu R$ 320 mil, seguido de outros empresários da cidade.

Leonel Pavan (PSDB) aparece em segundo na receita, com R$ 225 mil declarados até agora, quase tudo creditado ao próprio candidato. Segundo a prestação parcial, o candidato já pagou pouco mais de R$ 154 mil em despesas.

Jade Martins (PMDB) é a terceira na ordem de investimentos e gastos. Ela declarou que recebeu até o momento pouco mais de R$ 82 mil. O que chama atenção em sua prestação, é que dos 18 principais doadores, 17 são de cargos de confiança da prefeitura (inclusive dela mesma). Jade declarou ainda pagamentos de cerca de R$ 55 mil, mas diferente dos candidatos anteriores, ainda não incluiu despesas com pessoal.

Luiz Fernando Ozawa (PSOL) é o candidato que declarou a menor arrecadação: R$ 8,4 mil, mas também foi o único que já pagou todas as despesas contratadas, no valor de R$ 7,7 mil.

Publicidade

Publicidade