Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Justiça proibe veiculação de pesquisa supostamente fraudulenta
Facebook pessoal
Normélio Weber se apresenta como diretor da empresa

Sexta, 2/9/2016 7:54.

A juíza Andreia Regis Vaz, da 91ª Zona Eleitoral sediada em Itapema suspendeu a divulgação de pesquisa eleitoral sobre a disputa sucessória naquela cidade produzida pela Tendência Pesquisa e Consultoria devido a fortes indícios de fraude.

Segundo apurado no processo, os resultados da pesquisa já estariam circulando num grupo de WhatsApp antes mesmo de iniciar a coleta de opiniões em campo junto aos eleitores. Se isso se confirmar, a fraude é evidente.

A decisão da juíza, no entanto, foi inócua em certo sentido porque o jornal Diário do Litoral publicou os resultados no mesmo dia em que ocorreu a sentença. Responderá, em conjunto com a Tendência, a processo na justiça eleitoral.

O caso se reveste de especial interesse para Balneário Camboriú porque a mesma empresa registrou pesquisa relativa ao processo sucessório local cujos resultados poderão ser divulgados nas próximas horas e são antecipadamente suspeitos devido ao que ocorreu em Itapema.

O que diz o diretor

Normélio Weber, diretor da Tendência Pesquisa e Consultoria, disse ao Página 3 na manhã dessa sexta-feira que faz rotineiramente pesquisas privadas para clientes em Itapema e que o resultado que circulou num grupo de WhatsApp era referente a um desses trabalhos,  inclusive com resultados diferentes da que foi embargada pela justiça.

Ele disse que não houve fraude e ingressará com defesa hoje à tarde. 
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

Abastecimento continua ameaçado economize água


Justiça

Ele considera ilegal a lei municipal que permitiu o empreendimento 


Variedades

Escolha por voto popular contou com participação de sete mil pessoas


Rapidinhas


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Justiça proibe veiculação de pesquisa supostamente fraudulenta

Facebook pessoal
Normélio Weber se apresenta como diretor da empresa
Normélio Weber se apresenta como diretor da empresa
Sexta, 2/9/2016 7:54.

A juíza Andreia Regis Vaz, da 91ª Zona Eleitoral sediada em Itapema suspendeu a divulgação de pesquisa eleitoral sobre a disputa sucessória naquela cidade produzida pela Tendência Pesquisa e Consultoria devido a fortes indícios de fraude.

Segundo apurado no processo, os resultados da pesquisa já estariam circulando num grupo de WhatsApp antes mesmo de iniciar a coleta de opiniões em campo junto aos eleitores. Se isso se confirmar, a fraude é evidente.

A decisão da juíza, no entanto, foi inócua em certo sentido porque o jornal Diário do Litoral publicou os resultados no mesmo dia em que ocorreu a sentença. Responderá, em conjunto com a Tendência, a processo na justiça eleitoral.

O caso se reveste de especial interesse para Balneário Camboriú porque a mesma empresa registrou pesquisa relativa ao processo sucessório local cujos resultados poderão ser divulgados nas próximas horas e são antecipadamente suspeitos devido ao que ocorreu em Itapema.

O que diz o diretor

Normélio Weber, diretor da Tendência Pesquisa e Consultoria, disse ao Página 3 na manhã dessa sexta-feira que faz rotineiramente pesquisas privadas para clientes em Itapema e que o resultado que circulou num grupo de WhatsApp era referente a um desses trabalhos,  inclusive com resultados diferentes da que foi embargada pela justiça.

Ele disse que não houve fraude e ingressará com defesa hoje à tarde. 
 

Publicidade

Publicidade