Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Candidatos respondem: quais os projetos para a região da Interpraias?

Quinta, 15/9/2016 8:51.

A APA da região da Interpraias ficou vários anos e continua numa espécie de limbo, é "governada" pela vontade do Ministério Público e não por seus legítimos governantes, a população de Balneário Camboriú. A alegação é que falta Conselho Gestor, mas na opinião deste jornal faltou interesse do poder público em criar projetos para aquela região.

Se for eleita (o) qual seu principal objetivo para aquela região, quais atividades pretende incentivar?

Em ordem alfabética:

Fabrício Oliveira

Balneário Camboriú é privilegiada, são quase 23 km de áreas verdes, quase 50% de todo território. Com relação à APA- Costa Brava os aspectos naturais também são impressionantes, são 966 hectares de matas preservadas e isso representa 21% de nosso território. Nosso Plano de Cidade trás como propostas serviços públicos de excelência para as praias agrestes, podemos citar: projeto da Guarda Municipal Comunitária e Policiamento Ambiental, com equipes fixas para segurança 24horas da comunidade; instrumentalizar um modelo eficiente de proteção ambiental para a fiscalização e proteção do meio ambiente; criação de Parques Ambientais ou Unidades de Conservação, que garantam a preservação e fomentem o turismo.Também temos como meta a despoluição de nossos rios devolvendo a balneabilidade das praias, incluindo a rede coletora de esgoto de maneira completa e qualificada para esta região. Podemos buscar parcerias e o governo federal é uma delas, como o Projeto Orla, modernizando a Rodovia Interpraias, trazendo uma nova perspectiva para região e tornando-a em um local de classe mundial. Quanto ao Conselho Gestor da APA - Costa Brava, o poder público deve ser parceiro, estimular e fomentar ações que tragam benefícios para a região. Nesse contexto, vamos nos orientar na Lei 1985/00 e concretizar o Plano de Manejo para a região.

Fabrício Oliveira é pré-candidato a prefeito pelo PSB coligado com Carlos Humberto Metzner Silva do PR.

Jade Martins

A APA Costa Brava trata-se de uma Área de Proteção Ambiental, criada por lei municipal, não sendo lícito ao Poder Público interferir a seu próprio critério no estabelecimento de políticas urbanísticas e comerciais. Atualmente o Conselho Gestor já está atuando no desenvolvimento do Plano de Manejo, que irá definir toda a política urbana para aquela região, cabendo a mim como Gestora, respeitar e cumprir com o estabelecido por quem de direito. O Poder Público será parceiro, cumprindo as deliberações previstas no Plano de Manejo, bem como as estabelecidas pelo Conselho Gestor, respeitando as características próprias daquela região, e implementando políticas de preservação ambiental como preservação das nascentes, cursos d'água e das áreas costeiras, fomentando o turismo ecológico não destrutivo, apoiando projetos sociais de educação ambiental e geração de investimentos e atividades econômicas renováveis e limpas.

Jade Martins Ribeiro é pré-candidata a prefeita pelo PMDB, tendo como vice Jone Antônio Moi, também do PMDB.

Leonel Pavan

Falar de APA Costa Brava para nós é gratificante, pois foi criada em nosso governo, após a conclusão da Rodovia Interpraias, p/ assegurar a ocupação sustentável da região sul e preservar a Mata Atlântica. Nosso compromisso será o de finalizar seu plano de manejo, com ampla participação social e do MP, incluindo diagnósticos do meio físico, biológico e social. Vamos juntos, enfim, estabelecer as normas, restrições para o uso e o manejo dos recursos naturais da APA e seu entorno. Entendemos ser importante também o zoneamento da APA Costa Brava, que a organizará em zonas diferentes, com graus de proteção e regras de uso. Reforçarmos que vamos tirar do papel o projeto “Costa das Orquídeas”, com ações que fomentarão a sustentabilidade da ocupação nas praias agrestes. Este compromisso está expresso em nosso plano de governo, que também incorporou todos os pleitos recebidos do Comitê da Bacia do Rio Camboriú no debate da ACIBALC. Isto sim é ouvir de verdade!

Leonel Arcângelo Pavan é pré-candidato a prefeito pelo PSDB, coligado com Fábio Flôr do PP.

Professor Ozawa 

O Conselho Gestor da APA Costa Brava precisa ser empoderado. Não só com dinheiro, mas com ouvidos. O Poder Público municipal necessita com urgência dar ouvidos a esse grupo que é testemunha das transformações sociais que estão influenciando diuturnamente o meio ambiente na Região Sul da cidade, nosso reduto sobrevivente da biodiversidade da cidade. A Guarda Municipal precisa ter um destacamento ambiental com urgência (já há previsão por Lei Federal), e o Conselho é quem vai em conjunto com o Comando definir estratégias de atuação. Já há funcionários concursados especialistas ambientais no quadro. Viaturas e materiais (ferramentas próprias) precisam ser compradas. O desinteresse do município na Área de Preservação Ambiental é consequência de opções feitas em nome da indústria da construção civil, que para lá avança com o esgotamento da área central. Por isso, nossa proposta é devolver Balneário Camboriú às pessoas, ou seja, menos concreto e mais humanidade.

Luiz Fernando Ozawa é pré-candidato a prefeito pelo PSOL, coligado com Ana Carolina Christoff, do PT.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Saúde

Evento é especial para mulheres e inscrições estão abertas


Esportes


Publicidade

Revestimento que já foi sucesso é tendência novamente


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Candidatos respondem: quais os projetos para a região da Interpraias?

Quinta, 15/9/2016 8:51.

A APA da região da Interpraias ficou vários anos e continua numa espécie de limbo, é "governada" pela vontade do Ministério Público e não por seus legítimos governantes, a população de Balneário Camboriú. A alegação é que falta Conselho Gestor, mas na opinião deste jornal faltou interesse do poder público em criar projetos para aquela região.

Se for eleita (o) qual seu principal objetivo para aquela região, quais atividades pretende incentivar?

Em ordem alfabética:

Fabrício Oliveira

Balneário Camboriú é privilegiada, são quase 23 km de áreas verdes, quase 50% de todo território. Com relação à APA- Costa Brava os aspectos naturais também são impressionantes, são 966 hectares de matas preservadas e isso representa 21% de nosso território. Nosso Plano de Cidade trás como propostas serviços públicos de excelência para as praias agrestes, podemos citar: projeto da Guarda Municipal Comunitária e Policiamento Ambiental, com equipes fixas para segurança 24horas da comunidade; instrumentalizar um modelo eficiente de proteção ambiental para a fiscalização e proteção do meio ambiente; criação de Parques Ambientais ou Unidades de Conservação, que garantam a preservação e fomentem o turismo.Também temos como meta a despoluição de nossos rios devolvendo a balneabilidade das praias, incluindo a rede coletora de esgoto de maneira completa e qualificada para esta região. Podemos buscar parcerias e o governo federal é uma delas, como o Projeto Orla, modernizando a Rodovia Interpraias, trazendo uma nova perspectiva para região e tornando-a em um local de classe mundial. Quanto ao Conselho Gestor da APA - Costa Brava, o poder público deve ser parceiro, estimular e fomentar ações que tragam benefícios para a região. Nesse contexto, vamos nos orientar na Lei 1985/00 e concretizar o Plano de Manejo para a região.

Fabrício Oliveira é pré-candidato a prefeito pelo PSB coligado com Carlos Humberto Metzner Silva do PR.

Jade Martins

A APA Costa Brava trata-se de uma Área de Proteção Ambiental, criada por lei municipal, não sendo lícito ao Poder Público interferir a seu próprio critério no estabelecimento de políticas urbanísticas e comerciais. Atualmente o Conselho Gestor já está atuando no desenvolvimento do Plano de Manejo, que irá definir toda a política urbana para aquela região, cabendo a mim como Gestora, respeitar e cumprir com o estabelecido por quem de direito. O Poder Público será parceiro, cumprindo as deliberações previstas no Plano de Manejo, bem como as estabelecidas pelo Conselho Gestor, respeitando as características próprias daquela região, e implementando políticas de preservação ambiental como preservação das nascentes, cursos d'água e das áreas costeiras, fomentando o turismo ecológico não destrutivo, apoiando projetos sociais de educação ambiental e geração de investimentos e atividades econômicas renováveis e limpas.

Jade Martins Ribeiro é pré-candidata a prefeita pelo PMDB, tendo como vice Jone Antônio Moi, também do PMDB.

Leonel Pavan

Falar de APA Costa Brava para nós é gratificante, pois foi criada em nosso governo, após a conclusão da Rodovia Interpraias, p/ assegurar a ocupação sustentável da região sul e preservar a Mata Atlântica. Nosso compromisso será o de finalizar seu plano de manejo, com ampla participação social e do MP, incluindo diagnósticos do meio físico, biológico e social. Vamos juntos, enfim, estabelecer as normas, restrições para o uso e o manejo dos recursos naturais da APA e seu entorno. Entendemos ser importante também o zoneamento da APA Costa Brava, que a organizará em zonas diferentes, com graus de proteção e regras de uso. Reforçarmos que vamos tirar do papel o projeto “Costa das Orquídeas”, com ações que fomentarão a sustentabilidade da ocupação nas praias agrestes. Este compromisso está expresso em nosso plano de governo, que também incorporou todos os pleitos recebidos do Comitê da Bacia do Rio Camboriú no debate da ACIBALC. Isto sim é ouvir de verdade!

Leonel Arcângelo Pavan é pré-candidato a prefeito pelo PSDB, coligado com Fábio Flôr do PP.

Professor Ozawa 

O Conselho Gestor da APA Costa Brava precisa ser empoderado. Não só com dinheiro, mas com ouvidos. O Poder Público municipal necessita com urgência dar ouvidos a esse grupo que é testemunha das transformações sociais que estão influenciando diuturnamente o meio ambiente na Região Sul da cidade, nosso reduto sobrevivente da biodiversidade da cidade. A Guarda Municipal precisa ter um destacamento ambiental com urgência (já há previsão por Lei Federal), e o Conselho é quem vai em conjunto com o Comando definir estratégias de atuação. Já há funcionários concursados especialistas ambientais no quadro. Viaturas e materiais (ferramentas próprias) precisam ser compradas. O desinteresse do município na Área de Preservação Ambiental é consequência de opções feitas em nome da indústria da construção civil, que para lá avança com o esgotamento da área central. Por isso, nossa proposta é devolver Balneário Camboriú às pessoas, ou seja, menos concreto e mais humanidade.

Luiz Fernando Ozawa é pré-candidato a prefeito pelo PSOL, coligado com Ana Carolina Christoff, do PT.

Publicidade

Publicidade