Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

CDL faz campanha pelo voto consciente

Domingo, 2/10/2016 8:01.

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Balneário Camboriú fez campanha para que os eleitores votem neste domingo. A direção da entidade entende que participar é necessário para melhorar a qualidade dos políticos.

Isso porque o eleitor ausente, o voto nulo ou em branco não contribuiu para modificar um estado de coisas que o próprio eleitor condena.
Também não ajuda o voto de protesto, esse que é dado a candidatos com pequena chance eleitoral ou bizarros como o palhaço Tiririca.

O problema das campanhas, como essa da CDL, é que não existe comprovação da tese que mais gente votando resulte em melhor qualidade da representação política.

O melhor prefeito do Brasil, segundo institutos de pesquisas, ACM Neto, de Salvador, venceu a eleição com uma abstenção de 19,93%, enquanto que um dos piores prefeitos, Fernando Haddad, de São Paulo, se elegeu num cenário com abstenção menor, 18,48%.

Em 1992, quando Balneário Camboriú elegeu um dos piores prefeitos da sua história, Luiz Vilmar de Castro, a abstenção foi de apenas 12%.
Desde 2004, a abstenção aqui na cidade vem aumentando 2% a cada eleição municipal, totalizando 20,51% em 2012.

Isso ainda está muito longe do que se verifica na Europa e Estados Unidos onde o não comparecimento às urnas ronda 40% a 50%, dependendo do país.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

CDL faz campanha pelo voto consciente

Domingo, 2/10/2016 8:01.

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Balneário Camboriú fez campanha para que os eleitores votem neste domingo. A direção da entidade entende que participar é necessário para melhorar a qualidade dos políticos.

Isso porque o eleitor ausente, o voto nulo ou em branco não contribuiu para modificar um estado de coisas que o próprio eleitor condena.
Também não ajuda o voto de protesto, esse que é dado a candidatos com pequena chance eleitoral ou bizarros como o palhaço Tiririca.

O problema das campanhas, como essa da CDL, é que não existe comprovação da tese que mais gente votando resulte em melhor qualidade da representação política.

O melhor prefeito do Brasil, segundo institutos de pesquisas, ACM Neto, de Salvador, venceu a eleição com uma abstenção de 19,93%, enquanto que um dos piores prefeitos, Fernando Haddad, de São Paulo, se elegeu num cenário com abstenção menor, 18,48%.

Em 1992, quando Balneário Camboriú elegeu um dos piores prefeitos da sua história, Luiz Vilmar de Castro, a abstenção foi de apenas 12%.
Desde 2004, a abstenção aqui na cidade vem aumentando 2% a cada eleição municipal, totalizando 20,51% em 2012.

Isso ainda está muito longe do que se verifica na Europa e Estados Unidos onde o não comparecimento às urnas ronda 40% a 50%, dependendo do país.

 

Publicidade

Publicidade