Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Educação
Amfritec investe em tecnologia nas escolas municipais

Sexta, 16/8/2019 17:32.
Divulgação

Publicidade

Um grupo de 17 professores de informática da rede municipal de ensino participou de uma capacitação para aplicar o Amfritec, um projeto realizado em parceria entre a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (AMFRI), para ensinar programação no contraturno escolar.

Serão 36 horas/aula em todos os Centros Educacionais Municipais (CEM's) e também no Centro de Educação de Jovens e Adultos (CEJA), para alunos de 7 a 18 anos.

A secretária de educação, Rosangela Percegona Borba destacou a parceria que permitiu a capacitação.

“Atividades do tipo auxiliam no desenvolvimento do raciocínio lógico e na capacidade de resolução de problemas dos alunos. Com certeza esse conhecimento vai ser muito proveitoso, sobretudo nos dias de hoje, já que tecnologia se tornou um importante instrumento em nossas vidas”, disse.

A plataforma que será aplicada nas aulas chama-se “scratch”. Ela já é utilizada em países como Estados Unidos e oferece uma linguagem de programação para crianças a partir dos 5 anos.

Através do programa, crianças e adolescentes criarão ambientes virtuais (como jogos e atividades) através da programação, com uma linguagem acessível à idade delas.

Uma das coordenadoras do Amfritec, Alba Schlichting disse que o projeto será uma oportunidade que os municipios terão para descobrir talentos.

“O programa desenvolve a cultura da inovação, oferece a oportunidade de entrar nessa onda”, salientou.

Professores e gestores de cada unidade escolar estão cadastrando os alunos interessados em participar das aulas.

Informações: secretaria da Educação (47) 3363-7144


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Divulgação

Amfritec investe em tecnologia nas escolas municipais

Publicidade

Sexta, 16/8/2019 17:32.

Um grupo de 17 professores de informática da rede municipal de ensino participou de uma capacitação para aplicar o Amfritec, um projeto realizado em parceria entre a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (AMFRI), para ensinar programação no contraturno escolar.

Serão 36 horas/aula em todos os Centros Educacionais Municipais (CEM's) e também no Centro de Educação de Jovens e Adultos (CEJA), para alunos de 7 a 18 anos.

A secretária de educação, Rosangela Percegona Borba destacou a parceria que permitiu a capacitação.

“Atividades do tipo auxiliam no desenvolvimento do raciocínio lógico e na capacidade de resolução de problemas dos alunos. Com certeza esse conhecimento vai ser muito proveitoso, sobretudo nos dias de hoje, já que tecnologia se tornou um importante instrumento em nossas vidas”, disse.

A plataforma que será aplicada nas aulas chama-se “scratch”. Ela já é utilizada em países como Estados Unidos e oferece uma linguagem de programação para crianças a partir dos 5 anos.

Através do programa, crianças e adolescentes criarão ambientes virtuais (como jogos e atividades) através da programação, com uma linguagem acessível à idade delas.

Uma das coordenadoras do Amfritec, Alba Schlichting disse que o projeto será uma oportunidade que os municipios terão para descobrir talentos.

“O programa desenvolve a cultura da inovação, oferece a oportunidade de entrar nessa onda”, salientou.

Professores e gestores de cada unidade escolar estão cadastrando os alunos interessados em participar das aulas.

Informações: secretaria da Educação (47) 3363-7144


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade