Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Educação
Polícia Militar inicia projeto de civismo em Camboriú

Objetivo é levar conceitos de cidadania para estudantes de área de risco

Segunda, 30/7/2018 9:43.

Publicidade

Será lançado nesta segunda-feira (30) o projeto Sou Estudante, Sou Cidadão, na escola CAIC Jovem Ailor Lotério, no Monte Alegre, em Camboriú, onde conceitos de civismo e cidadania serão levados para o ambiente escolar.

A escola foi escolhida para dar início ao projeto justamente pela localização, em um bairro onde há índices altos de criminalidade e fatores de risco social.

O Capitão Tiago Teixeira Ghilardi, comandante da 1ª Companhia do 12º Batalhão da Polícia Militar, ressaltou que as ações não serão de cunho militar, “e sim de forma a reforçar a cidadania e o civismo, há muito tempo esquecidos”.

O projeto acontecerá de segunda a sexta, das 12h30 às 13h15.

Segundo informações repassadas à imprensa, os alunos serão recepcionados por policiais militares, e na sequência, cantarão hinos cívicos, com o hasteamento da bandeira.

Nas segundas-feiras, sempre haverá uma banda para fazer a execução dos hinos. Autoridades e representantes do três poderes e de empresas do terceiro setor serão convidados para transmitir mensagens aos alunos nas sextas-feiras.

O projeto é idealizado e organizado pela PM, e conta com a parceria da Prefeitura Municipal, Câmara de Vereadores, Poder Judiciário, Ministério Público, Conselho Tutelar, 43ª Subseção da OAB, Força Aérea Nacional, Exército Brasileiro, Anjo da Guarda Fest, Conselho de Segurança de Camboriú, além de empresas do terceiro setor.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Polícia Militar inicia projeto de civismo em Camboriú

Objetivo é levar conceitos de cidadania para estudantes de área de risco

Publicidade

Segunda, 30/7/2018 9:43.

Será lançado nesta segunda-feira (30) o projeto Sou Estudante, Sou Cidadão, na escola CAIC Jovem Ailor Lotério, no Monte Alegre, em Camboriú, onde conceitos de civismo e cidadania serão levados para o ambiente escolar.

A escola foi escolhida para dar início ao projeto justamente pela localização, em um bairro onde há índices altos de criminalidade e fatores de risco social.

O Capitão Tiago Teixeira Ghilardi, comandante da 1ª Companhia do 12º Batalhão da Polícia Militar, ressaltou que as ações não serão de cunho militar, “e sim de forma a reforçar a cidadania e o civismo, há muito tempo esquecidos”.

O projeto acontecerá de segunda a sexta, das 12h30 às 13h15.

Segundo informações repassadas à imprensa, os alunos serão recepcionados por policiais militares, e na sequência, cantarão hinos cívicos, com o hasteamento da bandeira.

Nas segundas-feiras, sempre haverá uma banda para fazer a execução dos hinos. Autoridades e representantes do três poderes e de empresas do terceiro setor serão convidados para transmitir mensagens aos alunos nas sextas-feiras.

O projeto é idealizado e organizado pela PM, e conta com a parceria da Prefeitura Municipal, Câmara de Vereadores, Poder Judiciário, Ministério Público, Conselho Tutelar, 43ª Subseção da OAB, Força Aérea Nacional, Exército Brasileiro, Anjo da Guarda Fest, Conselho de Segurança de Camboriú, além de empresas do terceiro setor.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade