Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Economia
Volkswagen antecipa paralisação de todas as fábricas no Brasil para o dia 23

Sexta, 20/3/2020 5:51.
Divulgação

Publicidade

André Ítalo Rocha
A Volkswagen anunciou nesta quinta-feira, 19, por meio de nota, que vai suspender a produção de todas as fábricas que tem no Brasil a partir de segunda-feira, dia 23 de março, por um período de três semanas, como parte do esforço para evitar o contágio do novo coronavírus. Até então, a expectativa era que a paralisação começasse só no dia 31, por 10 dias.

Na nota, a montadora explicou que, a partir do dia 23, os empregados das linhas de produção terão folgas administrativas por banco de horas. Do dia 31 em diante eles entram em férias coletivas, por duas semanas. Segundo a empresa, as duas medidas são parte das ferramentas de flexibilização previstas em acordo coletivo de trabalho. Os funcionários das áreas administrativas seguem em trabalho remoto.

No Brasil, a Volkswagen tem 15 mil empregados, espalhados em quatro fábricas: São Bernardo do Campo (SP), Taubaté (SP), São José dos Pinhais (PR) e São Carlos (SP), um centro de peças em Vinhedo (SP) e escritórios regionais.

Mais cedo, na noite desta quinta-feira, a Anfavea informou, em nota, que todas as montadoras associadas têm analisado e se preparado para tomar medidas de paralisação das fábricas no Brasil, em função do agravamento da crise gerada pelo novo coronavírus. Cada caso tem sido discutido com os sindicatos de metalúrgicos de cada região.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação

Volkswagen antecipa paralisação de todas as fábricas no Brasil para o dia 23

Publicidade

Sexta, 20/3/2020 5:51.

André Ítalo Rocha
A Volkswagen anunciou nesta quinta-feira, 19, por meio de nota, que vai suspender a produção de todas as fábricas que tem no Brasil a partir de segunda-feira, dia 23 de março, por um período de três semanas, como parte do esforço para evitar o contágio do novo coronavírus. Até então, a expectativa era que a paralisação começasse só no dia 31, por 10 dias.

Na nota, a montadora explicou que, a partir do dia 23, os empregados das linhas de produção terão folgas administrativas por banco de horas. Do dia 31 em diante eles entram em férias coletivas, por duas semanas. Segundo a empresa, as duas medidas são parte das ferramentas de flexibilização previstas em acordo coletivo de trabalho. Os funcionários das áreas administrativas seguem em trabalho remoto.

No Brasil, a Volkswagen tem 15 mil empregados, espalhados em quatro fábricas: São Bernardo do Campo (SP), Taubaté (SP), São José dos Pinhais (PR) e São Carlos (SP), um centro de peças em Vinhedo (SP) e escritórios regionais.

Mais cedo, na noite desta quinta-feira, a Anfavea informou, em nota, que todas as montadoras associadas têm analisado e se preparado para tomar medidas de paralisação das fábricas no Brasil, em função do agravamento da crise gerada pelo novo coronavírus. Cada caso tem sido discutido com os sindicatos de metalúrgicos de cada região.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade