Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Economia
Senador Eduardo Braga tenta impedir venda de distribuidora da Eletrobras no AM

Terça, 4/9/2018 11:40.
Marcelo Camargo/Agência Brasil
Senador Eduardo Braga

Publicidade

(FOLHAPRESS)

A Comissão de Infraestrutura do Senado vota, nesta terça (4), o relatório apresentado pelo senador Eduardo Braga (MDB-AM), que tenta barrar a venda da Amazonas Energia, distribuidora da Eletrobras no estado.

O texto traz uma emenda ao projeto de lei das distribuidoras, excluindo a empresa amazonense do programa de desestatização. O leilão da companhia está marcado para 26 de setembro.

"Não há qualquer certeza de que o agente privado tenha mais condições do que a distribuidora controlada pela Eletrobras de superar os obstáculos presentes no fornecimento de energia elétrica aos sistemas isolados", diz o senador, na justificativa do texto.

O objetivo central do projeto de lei é transferir dívidas bilionárias das distribuidoras da estatal à conta de luz do consumidor. A medida é considerada necessária para viabilizar a venda da Amazonas Energia, que acumula o maior volume de passivos.

Segundo analistas do setor, a apresentação do relatório por parte de Braga, que é candidato à reeleição no Senado pelo estado do Amazonas, faz parte da estratégia eleitoral.

Nas demais comissões do Senado, os relatores se mostraram favoráveis ao texto original, já aprovado pela Câmara dos Deputados, sem grandes modificações que comprometam o programa de privatização.

Já foram vendidas quatro das seis distribuidoras colocadas à venda pela Eletrobras.

Em julho, a Cepisa (Piauí) foi vendida à Equatorial Energia. Na semana passada, a Eletroacre e a Ceron (RO) foram vendidas à Energisa, e a Boa Vista Energia (RR), à Oliveira Energia.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Marcelo Camargo/Agência Brasil
Senador Eduardo Braga
Senador Eduardo Braga

Senador Eduardo Braga tenta impedir venda de distribuidora da Eletrobras no AM

Publicidade

Terça, 4/9/2018 11:40.

(FOLHAPRESS)

A Comissão de Infraestrutura do Senado vota, nesta terça (4), o relatório apresentado pelo senador Eduardo Braga (MDB-AM), que tenta barrar a venda da Amazonas Energia, distribuidora da Eletrobras no estado.

O texto traz uma emenda ao projeto de lei das distribuidoras, excluindo a empresa amazonense do programa de desestatização. O leilão da companhia está marcado para 26 de setembro.

"Não há qualquer certeza de que o agente privado tenha mais condições do que a distribuidora controlada pela Eletrobras de superar os obstáculos presentes no fornecimento de energia elétrica aos sistemas isolados", diz o senador, na justificativa do texto.

O objetivo central do projeto de lei é transferir dívidas bilionárias das distribuidoras da estatal à conta de luz do consumidor. A medida é considerada necessária para viabilizar a venda da Amazonas Energia, que acumula o maior volume de passivos.

Segundo analistas do setor, a apresentação do relatório por parte de Braga, que é candidato à reeleição no Senado pelo estado do Amazonas, faz parte da estratégia eleitoral.

Nas demais comissões do Senado, os relatores se mostraram favoráveis ao texto original, já aprovado pela Câmara dos Deputados, sem grandes modificações que comprometam o programa de privatização.

Já foram vendidas quatro das seis distribuidoras colocadas à venda pela Eletrobras.

Em julho, a Cepisa (Piauí) foi vendida à Equatorial Energia. Na semana passada, a Eletroacre e a Ceron (RO) foram vendidas à Energisa, e a Boa Vista Energia (RR), à Oliveira Energia.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade