Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cultura
Projeto transforma guarda-chuvas descartados em arte

Segunda, 30/9/2019 17:42.
Divulgação

Publicidade

O projeto Corpo Mecânico decidiu investigar as possibilidades criativas deste item cotidiano, transformando guarda-chuvas descartados em arte contemporânea. A intenção é reutilizar o material, especialmente as ferragens e seus mecanismos de movimento, para produção de acessórios, vestimentas, objetos cênicos, esculturas e outras peças artísticas. Esta investigação imersiva e poética dará origem a instalações visuais temporárias e apresentações cênicas que acontecerão em Balneário Camboriú, de outubro a dezembro, no Teatro Municipal Bruno Nitz, na Galeria Municipal de Arte, na Praça Bruno Nitz e na Praça da Cultura.

O projeto é patrocinado pela Fundação Cultural de Balneário Camboriú com recursos da Lei de Incentivo à Cultura (LIC 2019).

O proponente e diretor geral do projeto, Gabriel Engster disse que a intenção é partilhar perspectivas sobre o reuso de descartados na produção de arte, interligando artistas locais e da região que usam da experimentação para desenvolver seu trabalho.

“A intenção é ter uma sobreposição de ideias e percepções sobre as possibilidades de desmembramento dos guarda-chuvas, reconfigurando as partes componentes em novos mecanismos estruturais e visuais, além de composições cênicas e sonoras inspiradas no movimento mecânico das peças", explicou.

A pesquisa investigativa e a co-criação das atividades é dos artistas catarinenses Gabriel Engster (artista visual e cênico), Lizandra Flausino (performer e arquiteta), Fernando Dalla Nora (artista sonoro e cênico) e Laura Brocco (performer e designer de moda). Nas apresentações haverá também participação de Caro Costa, Emaline Ferrari, Giulia Frota, Kika Deeke, Michele Chaves, Nathalia Duarte, Pipo People e Luluca Luciana.

O projeto é realizado pelos integrantes do coletivo Núcleo Corpóreo, que atua na cidade desde 2012.

Emily - Cobertores de Luz

A ação tem como parceria o projeto social ‘Emily - Cobertores de Luz’ (Florianópolis) que produz sacos de dormir para moradores em situação de rua com tecidos de guarda-chuvas. O projeto da capital catarinense cedeu matéria-prima para a pesquisa e produção de obras e, em retribuição, serão entregues os tecidos e cabos coletados até o final da realização do Corpo Mecânico – os cabos, por exemplo, são reaproveitados pela iniciativa para confecção de bengalas para idosos. Outros materiais foram obtidos com doações do projeto social 'Reciclar Para Aquecer' (Nova Iguaçú/RJ), que também faz sacos de dormir com o mesmo propósito do anterior, juntamente com doações espontâneas de diversas pessoas.

Experiências para o público

O projeto conta ainda com a oferta de experiências imersivas abertas ao público, com 3h de duração cada. As três experiências mostram um pouco do processo de pesquisa e criação, sendo cada uma delas sobre uma diferente etapa do projeto: contato inicial com o guarda-chuva, reconfiguração das peças para criar estruturas e instalação em espaço urbano. Podem participar pessoas interessadas em experimentação artística, com ou sem formação em artes.

Programação gratuita

Outubro

  • Local: Teatro Bruno Nitz
  • Apresentações cênicas: 10/10 - 20h (Palco) e 11/10 - 20h (Galeria de Arte)
  • Instalação visual: 12 a 17/10 (Galeria de Arte)
  • Experiência 01 - Experimentação de mecânicas de movimento: relação corpo x guarda-chuva: 13/10 - 15h às 18h (Galeria de Arte)
  • As inscrições para a experiência devem ser realizadas no próprio local, 1h antes do início
Novembro
  • Local: Praça Bruno Nitz
  • Apresentação cênica: 9/11 - 22h
  • Instalação visual: 10 a 16/11
  • Experiência 2 - Elaboração de composições estruturais: desmembramento e reconfiguração: 10/11 - 15h às 18h
  • OBS: inscrições para a experiência devem ser realizadas no próprio local, 1h antes do início
Dezembro
  • Local: Praça da Cultura – Balneário Camboriú
  • Apresentação cênica: 20/12 - 22h
  • Instalação visual: 15 a 21/12
  • Experiência 3 - Instalação coletiva: processos de integração à paisagem urbana: 15/12 - 15h às 18h
  • OBS: inscrições para a experiência devem ser realizadas no próprio local, 1h antes do início

Informações - Quem quiser contribuir, pode doar guarda-chuvas estragados! Instagram @_corpomecanico ou mande e-mail para corpomecanicocorpo@gmail.com.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação

Projeto transforma guarda-chuvas descartados em arte

Publicidade

Segunda, 30/9/2019 17:42.

O projeto Corpo Mecânico decidiu investigar as possibilidades criativas deste item cotidiano, transformando guarda-chuvas descartados em arte contemporânea. A intenção é reutilizar o material, especialmente as ferragens e seus mecanismos de movimento, para produção de acessórios, vestimentas, objetos cênicos, esculturas e outras peças artísticas. Esta investigação imersiva e poética dará origem a instalações visuais temporárias e apresentações cênicas que acontecerão em Balneário Camboriú, de outubro a dezembro, no Teatro Municipal Bruno Nitz, na Galeria Municipal de Arte, na Praça Bruno Nitz e na Praça da Cultura.

O projeto é patrocinado pela Fundação Cultural de Balneário Camboriú com recursos da Lei de Incentivo à Cultura (LIC 2019).

O proponente e diretor geral do projeto, Gabriel Engster disse que a intenção é partilhar perspectivas sobre o reuso de descartados na produção de arte, interligando artistas locais e da região que usam da experimentação para desenvolver seu trabalho.

“A intenção é ter uma sobreposição de ideias e percepções sobre as possibilidades de desmembramento dos guarda-chuvas, reconfigurando as partes componentes em novos mecanismos estruturais e visuais, além de composições cênicas e sonoras inspiradas no movimento mecânico das peças", explicou.

A pesquisa investigativa e a co-criação das atividades é dos artistas catarinenses Gabriel Engster (artista visual e cênico), Lizandra Flausino (performer e arquiteta), Fernando Dalla Nora (artista sonoro e cênico) e Laura Brocco (performer e designer de moda). Nas apresentações haverá também participação de Caro Costa, Emaline Ferrari, Giulia Frota, Kika Deeke, Michele Chaves, Nathalia Duarte, Pipo People e Luluca Luciana.

O projeto é realizado pelos integrantes do coletivo Núcleo Corpóreo, que atua na cidade desde 2012.

Emily - Cobertores de Luz

A ação tem como parceria o projeto social ‘Emily - Cobertores de Luz’ (Florianópolis) que produz sacos de dormir para moradores em situação de rua com tecidos de guarda-chuvas. O projeto da capital catarinense cedeu matéria-prima para a pesquisa e produção de obras e, em retribuição, serão entregues os tecidos e cabos coletados até o final da realização do Corpo Mecânico – os cabos, por exemplo, são reaproveitados pela iniciativa para confecção de bengalas para idosos. Outros materiais foram obtidos com doações do projeto social 'Reciclar Para Aquecer' (Nova Iguaçú/RJ), que também faz sacos de dormir com o mesmo propósito do anterior, juntamente com doações espontâneas de diversas pessoas.

Experiências para o público

O projeto conta ainda com a oferta de experiências imersivas abertas ao público, com 3h de duração cada. As três experiências mostram um pouco do processo de pesquisa e criação, sendo cada uma delas sobre uma diferente etapa do projeto: contato inicial com o guarda-chuva, reconfiguração das peças para criar estruturas e instalação em espaço urbano. Podem participar pessoas interessadas em experimentação artística, com ou sem formação em artes.

Programação gratuita

Outubro

  • Local: Teatro Bruno Nitz
  • Apresentações cênicas: 10/10 - 20h (Palco) e 11/10 - 20h (Galeria de Arte)
  • Instalação visual: 12 a 17/10 (Galeria de Arte)
  • Experiência 01 - Experimentação de mecânicas de movimento: relação corpo x guarda-chuva: 13/10 - 15h às 18h (Galeria de Arte)
  • As inscrições para a experiência devem ser realizadas no próprio local, 1h antes do início
Novembro
  • Local: Praça Bruno Nitz
  • Apresentação cênica: 9/11 - 22h
  • Instalação visual: 10 a 16/11
  • Experiência 2 - Elaboração de composições estruturais: desmembramento e reconfiguração: 10/11 - 15h às 18h
  • OBS: inscrições para a experiência devem ser realizadas no próprio local, 1h antes do início
Dezembro
  • Local: Praça da Cultura – Balneário Camboriú
  • Apresentação cênica: 20/12 - 22h
  • Instalação visual: 15 a 21/12
  • Experiência 3 - Instalação coletiva: processos de integração à paisagem urbana: 15/12 - 15h às 18h
  • OBS: inscrições para a experiência devem ser realizadas no próprio local, 1h antes do início

Informações - Quem quiser contribuir, pode doar guarda-chuvas estragados! Instagram @_corpomecanico ou mande e-mail para corpomecanicocorpo@gmail.com.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade