Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cultura
Três anos de Histórias a Bordo

Sexta, 27/9/2019 18:11.
Divulgação/PMBC
Uma viagem pelo mundo dos livros

Publicidade

O projeto Histórias a Bordo, que a secretaria de Educação realiza através do CEAC/Projeto Oficinas, em um ônibus que vai visitando as escolas da rede municipal, completa três anos nesta sexta-feira (27). Neste período foram 1.390 contações de histórias dentro do ônibus, atingindo quase 35 mil estudantes e professores.

O tema desenvolvido muda todo o ano. Em 2019 o tema escolhido foi ‘Contos africanos, lendas indígenas e fábulas’. No interior do ônibus especialmente preparado para o projeto, as crianças têm acesso a vários tipos de livros e ouvem contações de histórias.

O contador de histórias Fábio Castilho é o coordenador do projeto. Este ano Fábio ganhou o Prêmio Baobá, em São Paulo que ele dedicou a todos que estimulam e trabalham pela leitura. O Histórias a Bordo faz isso, oferece a oportunidade das crianças viajar pelo mundo através dos livros e da contação de histórias.

O projeto também é apresentado em outras instituições e participa de eventos como o Festival de Contadores de Histórias de Balneário Camboriú (Feconthi).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação/PMBC
Uma viagem pelo mundo dos livros
Uma viagem pelo mundo dos livros

Três anos de Histórias a Bordo

Publicidade

Sexta, 27/9/2019 18:11.

O projeto Histórias a Bordo, que a secretaria de Educação realiza através do CEAC/Projeto Oficinas, em um ônibus que vai visitando as escolas da rede municipal, completa três anos nesta sexta-feira (27). Neste período foram 1.390 contações de histórias dentro do ônibus, atingindo quase 35 mil estudantes e professores.

O tema desenvolvido muda todo o ano. Em 2019 o tema escolhido foi ‘Contos africanos, lendas indígenas e fábulas’. No interior do ônibus especialmente preparado para o projeto, as crianças têm acesso a vários tipos de livros e ouvem contações de histórias.

O contador de histórias Fábio Castilho é o coordenador do projeto. Este ano Fábio ganhou o Prêmio Baobá, em São Paulo que ele dedicou a todos que estimulam e trabalham pela leitura. O Histórias a Bordo faz isso, oferece a oportunidade das crianças viajar pelo mundo através dos livros e da contação de histórias.

O projeto também é apresentado em outras instituições e participa de eventos como o Festival de Contadores de Histórias de Balneário Camboriú (Feconthi).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade