Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cultura
Mostra de processo Arquivo X esse domingo no Teatro Municipal

Domingo, 10/11/2019 9:44.

Publicidade

A mostra de processo Arquivo X será apresentada neste domingo (10), às 19h, no Teatro Municipal Bruno Nitz. O trabalho de dança busca abordar questões subjetivas como o espaço íntimo do indivíduo, como ele se relaciona com o mundo social e marcas de sua formação. Com criação coreográfica do bailarino e performer Fernando Dalla Nora, participação e colaboração das bailarinas Aline Bolsoni e Emaline Ferrari, o Arquivo X é uma criação do coletivo Núcleo Corpóreo.

Entrada gratuita e aberta ao público (ingressos devem ser retirados 1h antes do início da apresentação, na bilheteria do teatro – limite de 50 pessoas). A classificação indicativa é 12 anos.

DESCRIÇÃO

Com criação coreográfica do bailarino e performer Fernando Dalla Nora, participação e colaboração das bailarinas Aline Bolsoni e Emaline Ferrari, Arquivo X parte de questões relacionadas a criação de singularidades, do impulso de resgatar dispositivos de criação de trabalhos antigos criados pelo coletivo Núcleo Corpóreo que pudessem ser interessantes para gerar reflexões de que caminho seguir com esta nova criação. Para onde ir? Surge assim a proposta de criar uma plataforma que pudesse explorar correlações entre o que se espera e o que pode acontecer a partir disso, numa subjetividade em que a necessidade de impor um determinado tema ou tempo não exista. A proposta, em aberto, possui entretanto algumas estruturas coreográficas pré-estabelecidas, além de estados corporais que podem se organizar em tempo real a partir de jogos compositivos dentro do espaço cênico.
__________________________________________________________

Ficha Técnica

Direção e coreografia:
Fernando Dalla Nora

Bailarinos criadores:
Aline Bolsoni, Emaline Ferrari e Fernando Dalla Nora

Colaboração e operação de luz:
Caroline Calcaterra

Duração:
50 minutos

Realização:
Núcleo Corpóreo

Apoio:
Studio de Dança Adriana Alcântara e Fundação Cultural de Balneário Camboriú.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Mostra de processo Arquivo X esse domingo no Teatro Municipal

Publicidade

Domingo, 10/11/2019 9:44.

A mostra de processo Arquivo X será apresentada neste domingo (10), às 19h, no Teatro Municipal Bruno Nitz. O trabalho de dança busca abordar questões subjetivas como o espaço íntimo do indivíduo, como ele se relaciona com o mundo social e marcas de sua formação. Com criação coreográfica do bailarino e performer Fernando Dalla Nora, participação e colaboração das bailarinas Aline Bolsoni e Emaline Ferrari, o Arquivo X é uma criação do coletivo Núcleo Corpóreo.

Entrada gratuita e aberta ao público (ingressos devem ser retirados 1h antes do início da apresentação, na bilheteria do teatro – limite de 50 pessoas). A classificação indicativa é 12 anos.

DESCRIÇÃO

Com criação coreográfica do bailarino e performer Fernando Dalla Nora, participação e colaboração das bailarinas Aline Bolsoni e Emaline Ferrari, Arquivo X parte de questões relacionadas a criação de singularidades, do impulso de resgatar dispositivos de criação de trabalhos antigos criados pelo coletivo Núcleo Corpóreo que pudessem ser interessantes para gerar reflexões de que caminho seguir com esta nova criação. Para onde ir? Surge assim a proposta de criar uma plataforma que pudesse explorar correlações entre o que se espera e o que pode acontecer a partir disso, numa subjetividade em que a necessidade de impor um determinado tema ou tempo não exista. A proposta, em aberto, possui entretanto algumas estruturas coreográficas pré-estabelecidas, além de estados corporais que podem se organizar em tempo real a partir de jogos compositivos dentro do espaço cênico.
__________________________________________________________

Ficha Técnica

Direção e coreografia:
Fernando Dalla Nora

Bailarinos criadores:
Aline Bolsoni, Emaline Ferrari e Fernando Dalla Nora

Colaboração e operação de luz:
Caroline Calcaterra

Duração:
50 minutos

Realização:
Núcleo Corpóreo

Apoio:
Studio de Dança Adriana Alcântara e Fundação Cultural de Balneário Camboriú.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade