Jornal Página 3
Cultura
Man Booker Prize seleciona história em quadrinhos pela primeira vez entre semifinalistas
Terça, 24/7/2018 10:55.

Olivia Obineme
Nick Drnaso no estúdio em Chicago

Publicidade

MAURÍCIO MEIRELES (FOLHAPRESS)

O Man Booker Prize, um dos principais prêmios literários do mundo, anunciou nesta terça-feira (24) a lista de livros selecionados para sua semifinal. E, pela primeira vez, uma história em quadrinhos foi eleita pelo júri.

"Sabrina", do americano Nick Drnaso, trata do desaparecimento de uma garota e as 24 horas de notícias sobre o assunto. O livro concorre a um prêmio de £50 mil (R$ 246 mil).

"Nós lemos e ficamos impressionados. As histórias em quadrinhos se tornaram proeminentes em termos de narrativa e nós sentimos que 'Sabrina' faz exatamente o que a boa ficção deveria fazer", disse o romancista e membro do júri Val McDermid ao jornal britânico The Guardian.

'Sabrina' passa à frente de veteranos que já ganharam o Man Booker Prize, mas que desta vez não chegaram à semifinal, como Julian Barnes e Pat Barker. Só um vencedor de edições passadas chegou à semifinal este ano: o canadense Michael Ondaatje, com "Warlight"

Depois de dois autores americanos vencerem as últimas edições do Man Booker, como resultado na mudança das regras do prêmio para permitir que livros de fora da comunidade britânica pudessem participar, só três autores dos Estados Unidos chegaram à semifinal neste ano: o próprio Drnaso, com "Sabrina"; Richard Powers, com "Overstory"; e Rachel Kushner, com "The Mars Room".

Veja a lista completa de semifinalistas:

"Snap", de Belinda Bauer (Reino Unido)
"Sabrina", de Nick Drnaso (EUA)
"Washington Black", de Esi Edugyan (Canadá)
"In Our Mad And Furious City", de Guy Gunaratne (Reino Unido)
"Everything Under", de Daisy Johnson (Reino Unido)
"The Mars Room", de Rachel Kushner (EUA)
"The Water Cure", de Sophie Mackintosh (Reino Unido)
"The Overstory", de Richard Powers (EUA)
"The Long Take", de Robin Robertson (Reino Unido)
"Noemal People", de Sally Rooney (Irlanda)
"From a Low and Quiet Sea", de Donal Ryan (Irlanda)  

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Destaques

O Tonino Lamborghini Residences Balneário Camboriú será desenvolvido pela Embraed Empreendimentos  


Sexto lugar no ranking das 50 cidades catarinenses que mais abriram empresas em 2019


 Uma restauração histórica de fotos aéreas para o primeiro plano diretor do município



 Em 12 meses foram registradas 2,4 infrações desse tipo por hora


 “Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito


Cidade

O Tonino Lamborghini Residences Balneário Camboriú será desenvolvido pela Embraed Empreendimentos  


Economia

Sexto lugar no ranking das 50 cidades catarinenses que mais abriram empresas em 2019


Variedades

 Uma restauração histórica de fotos aéreas para o primeiro plano diretor do município


Variedades


Policia

 Em 12 meses foram registradas 2,4 infrações desse tipo por hora


Política

 “Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Man Booker Prize seleciona história em quadrinhos pela primeira vez entre semifinalistas

Olivia Obineme
Nick Drnaso no estúdio em Chicago
Nick Drnaso no estúdio em Chicago

Publicidade

Terça, 24/7/2018 10:55.

MAURÍCIO MEIRELES (FOLHAPRESS)

O Man Booker Prize, um dos principais prêmios literários do mundo, anunciou nesta terça-feira (24) a lista de livros selecionados para sua semifinal. E, pela primeira vez, uma história em quadrinhos foi eleita pelo júri.

"Sabrina", do americano Nick Drnaso, trata do desaparecimento de uma garota e as 24 horas de notícias sobre o assunto. O livro concorre a um prêmio de £50 mil (R$ 246 mil).

"Nós lemos e ficamos impressionados. As histórias em quadrinhos se tornaram proeminentes em termos de narrativa e nós sentimos que 'Sabrina' faz exatamente o que a boa ficção deveria fazer", disse o romancista e membro do júri Val McDermid ao jornal britânico The Guardian.

'Sabrina' passa à frente de veteranos que já ganharam o Man Booker Prize, mas que desta vez não chegaram à semifinal, como Julian Barnes e Pat Barker. Só um vencedor de edições passadas chegou à semifinal este ano: o canadense Michael Ondaatje, com "Warlight"

Depois de dois autores americanos vencerem as últimas edições do Man Booker, como resultado na mudança das regras do prêmio para permitir que livros de fora da comunidade britânica pudessem participar, só três autores dos Estados Unidos chegaram à semifinal neste ano: o próprio Drnaso, com "Sabrina"; Richard Powers, com "Overstory"; e Rachel Kushner, com "The Mars Room".

Veja a lista completa de semifinalistas:

"Snap", de Belinda Bauer (Reino Unido)
"Sabrina", de Nick Drnaso (EUA)
"Washington Black", de Esi Edugyan (Canadá)
"In Our Mad And Furious City", de Guy Gunaratne (Reino Unido)
"Everything Under", de Daisy Johnson (Reino Unido)
"The Mars Room", de Rachel Kushner (EUA)
"The Water Cure", de Sophie Mackintosh (Reino Unido)
"The Overstory", de Richard Powers (EUA)
"The Long Take", de Robin Robertson (Reino Unido)
"Noemal People", de Sally Rooney (Irlanda)
"From a Low and Quiet Sea", de Donal Ryan (Irlanda)  

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Destaques

O Tonino Lamborghini Residences Balneário Camboriú será desenvolvido pela Embraed Empreendimentos  


Sexto lugar no ranking das 50 cidades catarinenses que mais abriram empresas em 2019


 Uma restauração histórica de fotos aéreas para o primeiro plano diretor do município



 Em 12 meses foram registradas 2,4 infrações desse tipo por hora


 “Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito