Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Conheça os filmes dos primeiros dias do Festival Lume de Cinema
A Linha, em exibição nesta sexta-feira

Quinta, 2/3/2017 13:19.

Por Rodrigo Ramos

Em meio a lançamentos de cinema pipoca como "Cinquenta Tons Mais Escuros" e "Logan", e filmes do Oscar como "La La Land: Cantando Estações", surge uma opção diferente, voltada para o cinema autoral de diversas partes do globo. Começou nesta quinta-feira (02) o IV Festival Internacional Lume de Cinema em Balneário Camboriú. Até o dia 08 de março, serão exibidas 21 obras, entre longas e curtas-metragens em disputa competitiva, e sessões especiais.

Nesta sexta-feira (03), será a vez de experimentação cinematográfica, com um longa vindo do velho continente e outro da Ásia, ambos dentro da competição. Às 19h, o cinema grego ganha espaço com a película "A Linha" ("Thread", em inglês, e "Nima", na língua original). O filme é um thriller de fantasia, e tem como compromisso desafiar os valores da sociedade moderna, tratando de questões de memória, violência e a polêmica da esperança, trazendo em sua trama a relação de mãe e filho. Enquanto ela luta por liberdade política, ele refuta a herança deixa pela mãe.

Fechando a noite de sexta, às 21h, será a vez de "The Wounded Angel" ("Ranenyy angel"). A película cazaque, em coprodução com a Alemanha e a França, é composta por quatro histórias e tem no centro delas adolescentes que, no limiar de sua vida adulta, tentam construir sua própria realidade frente à violência e miséria de uma pequena aldeia abandonada no Cazaquistão. O drama foi laureado com o prêmio especial do júri no festival de cinema de Jeonju, na Coreia do Sul, e teve passagem também pelo festival de Taipei, em Taiwan.

Este é apenas o segundo filme do diretor Emir Baigazin, mas ele já conquistou respeito em festivais mundo a fora. Em 2014, venceu um prêmio no respeitado Festival de Berlim pelo projeto de "The Wounded Angel". Em 2013, no Festival Internacional de Cinema de São Paulo, conquistou os prêmios do júri e dos críticos pelo filme "Lições de Harmonia" ("Uroki garmonii"), seu trabalho de estreia.

Ingressos

As sessões acontecem às 19h e às 21h. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) por sessão e poderão ser adquiridos direto na bilheteria do Teatro Municipal, localizado na Avenida Central, esquina com a Rua 300, no Centro de Balneário Camboriú. A produção local é do Cineramabc, com apoio da Fundação Cultural de Balneário Camboriú e da Pousada Estaleiro Village.

O autor do texto, Rodrigo Ramos, é editor do site Previamente.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

Abastecimento continua ameaçado economize água


Justiça

Ele considera ilegal a lei municipal que permitiu o empreendimento 


Variedades

Escolha por voto popular contou com participação de sete mil pessoas


Rapidinhas


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Conheça os filmes dos primeiros dias do Festival Lume de Cinema

A Linha, em exibição nesta sexta-feira
A Linha, em exibição nesta sexta-feira
Quinta, 2/3/2017 13:19.

Por Rodrigo Ramos

Em meio a lançamentos de cinema pipoca como "Cinquenta Tons Mais Escuros" e "Logan", e filmes do Oscar como "La La Land: Cantando Estações", surge uma opção diferente, voltada para o cinema autoral de diversas partes do globo. Começou nesta quinta-feira (02) o IV Festival Internacional Lume de Cinema em Balneário Camboriú. Até o dia 08 de março, serão exibidas 21 obras, entre longas e curtas-metragens em disputa competitiva, e sessões especiais.

Nesta sexta-feira (03), será a vez de experimentação cinematográfica, com um longa vindo do velho continente e outro da Ásia, ambos dentro da competição. Às 19h, o cinema grego ganha espaço com a película "A Linha" ("Thread", em inglês, e "Nima", na língua original). O filme é um thriller de fantasia, e tem como compromisso desafiar os valores da sociedade moderna, tratando de questões de memória, violência e a polêmica da esperança, trazendo em sua trama a relação de mãe e filho. Enquanto ela luta por liberdade política, ele refuta a herança deixa pela mãe.

Fechando a noite de sexta, às 21h, será a vez de "The Wounded Angel" ("Ranenyy angel"). A película cazaque, em coprodução com a Alemanha e a França, é composta por quatro histórias e tem no centro delas adolescentes que, no limiar de sua vida adulta, tentam construir sua própria realidade frente à violência e miséria de uma pequena aldeia abandonada no Cazaquistão. O drama foi laureado com o prêmio especial do júri no festival de cinema de Jeonju, na Coreia do Sul, e teve passagem também pelo festival de Taipei, em Taiwan.

Este é apenas o segundo filme do diretor Emir Baigazin, mas ele já conquistou respeito em festivais mundo a fora. Em 2014, venceu um prêmio no respeitado Festival de Berlim pelo projeto de "The Wounded Angel". Em 2013, no Festival Internacional de Cinema de São Paulo, conquistou os prêmios do júri e dos críticos pelo filme "Lições de Harmonia" ("Uroki garmonii"), seu trabalho de estreia.

Ingressos

As sessões acontecem às 19h e às 21h. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) por sessão e poderão ser adquiridos direto na bilheteria do Teatro Municipal, localizado na Avenida Central, esquina com a Rua 300, no Centro de Balneário Camboriú. A produção local é do Cineramabc, com apoio da Fundação Cultural de Balneário Camboriú e da Pousada Estaleiro Village.

O autor do texto, Rodrigo Ramos, é editor do site Previamente.

Publicidade

Publicidade