Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Brit Awards, considerado o 'Grammy britânico', consagra David Bowie

Quinta, 23/2/2017 8:14.

(FOLHAPRESS) - David Bowie foi contemplado, nesta quarta (22), com os Brit Awards póstumos de melhor cantor e álbum do ano por "Blackstar", lançado dias antes de sua morte, em janeiro de 2016.

O cinesta Duncan Jones, filho de Bowie, aceitou os prêmios em nome do artista, que, segundo ele, "sempre apoiou pessoas que pensavam ser um pouco esquisitas ou diferentes".

O reconhecimento tardio do camaleão e a homenagem a George Michael ofuscaram a premiação de estrelas pop como Drake e Beyoncé.
Andrew Ridgeley, parceiro de Michael na banda Wham!, disse que, com a morte do astro, no último Natal, "uma supernova em um firmamento de estrelas brilhantes foi extinta".

Acompanhado de violinos, o vocalista do Coldplay Chris Martin fez uma comovente interpretação de "A Different Corner", em dueto com uma gravação do próprio Michael.

A cerimônia da premiação, considerada o "Grammy britânico", aconteceu no O2 Arena, em Londres.

Melhor Cantor
David Bowie

Melhor Cantora
Emeli Sande

Melhor Grupo
The 1975

Artista Revelação
Rag 'N' Bone Man

Melhor Canção Britânica
"Shout Out To My Ex", de Little Mix

Álbum do Ano
"Blackstar", de David Bowie

Melhor Cantor Internacional
Drake

Melhor Cantora Internacional
Beyoncé

Melhor Grupo Internacional
A Tribe Called Quest

Melhor Clipe britânico
"History", de One Direction 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Brit Awards, considerado o 'Grammy britânico', consagra David Bowie

Quinta, 23/2/2017 8:14.

(FOLHAPRESS) - David Bowie foi contemplado, nesta quarta (22), com os Brit Awards póstumos de melhor cantor e álbum do ano por "Blackstar", lançado dias antes de sua morte, em janeiro de 2016.

O cinesta Duncan Jones, filho de Bowie, aceitou os prêmios em nome do artista, que, segundo ele, "sempre apoiou pessoas que pensavam ser um pouco esquisitas ou diferentes".

O reconhecimento tardio do camaleão e a homenagem a George Michael ofuscaram a premiação de estrelas pop como Drake e Beyoncé.
Andrew Ridgeley, parceiro de Michael na banda Wham!, disse que, com a morte do astro, no último Natal, "uma supernova em um firmamento de estrelas brilhantes foi extinta".

Acompanhado de violinos, o vocalista do Coldplay Chris Martin fez uma comovente interpretação de "A Different Corner", em dueto com uma gravação do próprio Michael.

A cerimônia da premiação, considerada o "Grammy britânico", aconteceu no O2 Arena, em Londres.

Melhor Cantor
David Bowie

Melhor Cantora
Emeli Sande

Melhor Grupo
The 1975

Artista Revelação
Rag 'N' Bone Man

Melhor Canção Britânica
"Shout Out To My Ex", de Little Mix

Álbum do Ano
"Blackstar", de David Bowie

Melhor Cantor Internacional
Drake

Melhor Cantora Internacional
Beyoncé

Melhor Grupo Internacional
A Tribe Called Quest

Melhor Clipe britânico
"History", de One Direction 

Publicidade

Publicidade