Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Praça da Cultura passa por melhorias e organização
Divulgação PMBC

Terça, 14/2/2017 7:20.

A Praça da Cultura, na Avenida da Lagoa, vem passando por intervenções da Fundação Cultural para melhorar a circulação. O objetivo é organizar e valorizar a ocupação do espaço, especialmente durante os sábados, quando acontecem as feiras de artesanato, antiguidades, alimentos coloniais e orgânicos.

Até agora já foi determinado o recuo das barracas dos feirantes para desobstruir a faixa de acessibilidade, desocupação das barracas da feira livre da área em frente à Galeria Maxim, reposicionamento de bancos e configuração em linha das barracas com a finalidade de criar dois corredores de circulação.

O presidente da Fundação, George Varela, contou que neste primeiro momento o foco é reordenar a praça e compreender os problemas que existem por lá. Em breve, em parceria com a Secretaria de Obras e de Planejamento, a Fundação estuda uma revitalização. “O novo layout já está sendo estudado e desenvolvido”, pontuou.

A prefeitura já adiantou que entre as melhorias está previsto o reforço na iluminação, a reativação dos banheiros públicos, instalação de lixeiras e novo mobiliário, projeto de paisagismo, entre outras ações.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Praça da Cultura passa por melhorias e organização

Divulgação PMBC
Terça, 14/2/2017 7:20.

A Praça da Cultura, na Avenida da Lagoa, vem passando por intervenções da Fundação Cultural para melhorar a circulação. O objetivo é organizar e valorizar a ocupação do espaço, especialmente durante os sábados, quando acontecem as feiras de artesanato, antiguidades, alimentos coloniais e orgânicos.

Até agora já foi determinado o recuo das barracas dos feirantes para desobstruir a faixa de acessibilidade, desocupação das barracas da feira livre da área em frente à Galeria Maxim, reposicionamento de bancos e configuração em linha das barracas com a finalidade de criar dois corredores de circulação.

O presidente da Fundação, George Varela, contou que neste primeiro momento o foco é reordenar a praça e compreender os problemas que existem por lá. Em breve, em parceria com a Secretaria de Obras e de Planejamento, a Fundação estuda uma revitalização. “O novo layout já está sendo estudado e desenvolvido”, pontuou.

A prefeitura já adiantou que entre as melhorias está previsto o reforço na iluminação, a reativação dos banheiros públicos, instalação de lixeiras e novo mobiliário, projeto de paisagismo, entre outras ações.

Publicidade

Publicidade