Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Música será linguagem de espetáculo infantil nesta quinta, no Municipal

Quarta, 26/10/2016 8:53.

Nesta quinta-feira (27), o Teatro Bruno Nitz recebe a estreia do espetáculo infantil Som na Caixa – Entre Vibrações, Tempos e Lugares, em que a música será a linguagem principal.

O diretor-geral Cidval Batista Junior explica que a ideia surgiu através da pergunta “o que o seu filho ouve?”. Esse questionamento levou a uma viagem sobre a musicalidade. Em cena, duas carregadoras (Monique Neves e Bruna Pieramique) deparam-se com uma pilha de caixas destinadas aos cinco cantos do mundo. Nesta jornada, elas descobrem os sons referências de cada lugar.

Como não há diálogos, também não há barreiras e a proposta é que o espetáculo ganhe os palcos dentro e fora do país em breve.

Som na Caixa é uma realização da PRIMO ATTO Produções, em coprodução com a Cia Manipuladora de Formas Etc i Tal, tem uma hora de duração e é indicado para crianças a partir dos quatro anos. A música fica por conta de Ricardo Pauletti e Alberto Heller. Dramaturgia por Max Reinert.

Aqui em Balneário conta com apoio da Lei de Incentivo à Cultura e por isso tem entrada franca nas duas sessões, às 15h e às 20h30.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

ATUALIZADO às 7h de 15/12/2018.


Cidade

Balneário Camboriú passa a ser a cidade brasileira com mais bandeiras azuis


Justiça

Ele considera ilegal a lei municipal que permitiu o empreendimento 


Rapidinhas


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Música será linguagem de espetáculo infantil nesta quinta, no Municipal

Quarta, 26/10/2016 8:53.

Nesta quinta-feira (27), o Teatro Bruno Nitz recebe a estreia do espetáculo infantil Som na Caixa – Entre Vibrações, Tempos e Lugares, em que a música será a linguagem principal.

O diretor-geral Cidval Batista Junior explica que a ideia surgiu através da pergunta “o que o seu filho ouve?”. Esse questionamento levou a uma viagem sobre a musicalidade. Em cena, duas carregadoras (Monique Neves e Bruna Pieramique) deparam-se com uma pilha de caixas destinadas aos cinco cantos do mundo. Nesta jornada, elas descobrem os sons referências de cada lugar.

Como não há diálogos, também não há barreiras e a proposta é que o espetáculo ganhe os palcos dentro e fora do país em breve.

Som na Caixa é uma realização da PRIMO ATTO Produções, em coprodução com a Cia Manipuladora de Formas Etc i Tal, tem uma hora de duração e é indicado para crianças a partir dos quatro anos. A música fica por conta de Ricardo Pauletti e Alberto Heller. Dramaturgia por Max Reinert.

Aqui em Balneário conta com apoio da Lei de Incentivo à Cultura e por isso tem entrada franca nas duas sessões, às 15h e às 20h30.

Publicidade

Publicidade